Abrir menu principal

Desciclopédia β

Flávio Júlio Valente

Romanopre.jpg ROMANI ITE DOMVM!!!

HÆC ARTICVLVS ROMANVM EST. LATIM LOQVÆBITVR. NON INTERLEGIT? HVMORIS PRIVATVS NON EST. MVITISSIMVS ENGRAÇATVS! SED ROLA MEAM VADE MAMARE! VADE FŒDERE CVM PORRIBVS NOSTRVM.

Spqrpre.jpg


Busto do imperador Valente, apesar da aparência, ele era valente memo.

Fláviu Júlio Valente, ou apenas Valente, como nos tempos de exército romano, era irmão de Valentiniano I, que foi presenteado com a parte oriental do império. Ele e Valentiniano eram filhos do mesmo pai.

Foi com ele que o Império Romano começou a decair, à partir do momento em que perdeu a guerra contra os Godos (Visigodos, Ostrogodos, Outrogodos, Filigodos, Muitosgodos, Godozão, etc.)

HistóriaEditar

Filho mais novo de seu pai, Valente sempre viu seu irmão mais velho, Valentiniano, ter tudo do bom e do melhor. Mas ele teve foi sorte, pois seu irmão não era um irmão mal que gostava de tirar sarro com a cara do caçula. Pelo contrário, Valentiniano sempre dividia as coisas que ganhava com Valente, e isso não foi diferente ao se tornar imperador, e dar a metade do império para seu irmão.

Valente era cristão, mas daquele tipo bem fuleiro. Ele perseguia os outros cristãos que discordassem das suas ideias e concepções a respeito do cristianismo. Para ele Jesus, ao ressuscitar, havia deixado seus discípulos na terra para matar quem não acreditasse na vida e ressurreição dele. Então, Valente começou a matar todos os cristãos que não concordavam com sua interpretação das Sagradas Escrituras, e que tentavam repreende-lo por cometer tais atos.

Não teve muita sorte como imperador de Roma, pois além de pegar a região mais pobre do império, teve que lutar contra a família dos Godos, e o resultado veremos abaixo.

Valente ImperadorEditar

 
Moeda Valente, a moeda da galera!.

Apesar de contar com apenas 35 soldados, sem armaduras, sem espadas e sem capacetes, e leprosos, Valente honrou seu sobrenome e saiu para a guerra assim mesmo contra os irmãos Godos, detentores de um exército de mais de 5 milhões de soldados, orcs, trolls, ogros...

Infelizmente, o final desta batalha foi não foi como as dos filmes épicos. Valente não conseguiu ajuda sobrenatural, muito menos sozinho conseguiu derrotar os adversários. Ao chegarem no local da batalha, os soldados de Valente, ao avistarem o inimigo, bateram em retirada, com o rabo entre as pernas.

Assim, sobrou apenas Valente para guerrear, sendo morto por um jovem soldado Godo que possuía apenas uma pedra e uma funda, que com uma pedrada certeira no pescoço, matou o jovem e destemido imperador Valente.

E assim iniciou-se a queda do império Romano de Roma, na Itália.

Ver tambémEditar


Precedido por
Valentiniano I
 
Imperador Romano

364
Sucedido por
Valentiniano II



Imperadores Romanos

Júlio-Claudianos
Otávio AugustoTibérioCalígulaCláudioNero

Guerra Civil e Flávios
GalbaÓtonVitélioVespasianoTitoDomiciano

Antoninos
NervaTrajanoAdrianoAntonino PioMarco AurélioCômodo

Severos
PertinaxDídio JulianoSétimo SeveroCaracalaMacrinoHeliogábaloAlexandre Severo

Zorra Total ou Quem der mais leva
Maximino TrácioGordianos (I, II e III)Filipe ÁrabeDécioTreboniano GaloValerianoGalienoCláudio II GóticoAurelianoProboCaroCarino

Tetrarquia e Constaninianos ou Agora somos cristãos, Amém!
DioclecianoConstantino MagnoConstantino IIConstanteMagnêncioConstâncio IIJuliano ApóstataJoviano

Valentinianos e Teodosianos ou Corra que os bárbaros vêm ai
Valentiniano IValenteValentiniano IITeodósio MagnoHonórioConstantino IIIValentiniano IIIPetrônio MáximoÁvitoMajorianoLíbio SeveroAntêmioOlíbrioGlicérioJúlio NeposRômulo Augustulo