Abrir menu principal

Desciclopédia β

Reichtangle.png Desciclopëdia über alles in der welt!!!

Estä arrtigö é alemon! Issö querr düzerr que seu autorr suschtenta ö gerraçon interra com bratwurst e sauerkraut, serrvidös porr uma fräulein . Non faça scheiße, öu te porremos de quatrro nö cörredorr polonës.

BearGrylls jangada.jpg Este artigo é aprovado por Bear Grylls

E contém muitas vitimas!

Clique aqui para ver mais aprovações dele.

Cquote1.png Lá deve ser tudo negro Cquote2.png
Alguém sobre Floresta Negra.
Cquote1.png Ela é negra Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre Floresta Negra.

Mostra da escuridão da floresta, que por isso é conhecida como Floresta Negra (andar aí a noite deve ser um sonho, ou não)

A Floresta Negra, também chamada de Buceta da Sua mãe (até porque os dois são grandes, com muitas folhas, negros e cheira a bacalhau) é uma floresta (redundância?) em que lá a cor predominante é o preto. Isso deve ser porque essa floresta fica no meio de um monte de montanhas, aonde não bate sol.

O nome Floresta Negra indica também a região aonde fica isso, apesar de dar no mesmo, pois a região fica nessa floresta, ou a floresta fica nessa região, sei lá. Nas montanhas há curso de treinamento para a escalada na montanha dos Alpes, apesar de ser mais conhecido como o lugar em que as famílias do sujeito fazem o último contato com o infeliz, tirando os Alpes. Um excelente mapa da Floresta Negra está tatuado no púbis da Cláudia Ohana

Não precisa pensar muito o porquê disso.

GeografiaEditar

 
A Floresta Negra numa crise de identidade.
 
Floresta Negra em estado de conservação.

Como o nome diz, lá é uma floresta escura. Isso qualquer um sabe, tirando analfabetos e emos. O que poucos sabem é que lá não é uma floresta cheia de árvores num gramado. Nesse lugar existem um monte de pedras gigantes que ocupam todo o terreno. Para as árvores nascerem, foi preciso uma evolução natural no DNA das plantas que as permitissem uma cobertura de aço com fibra de carbono na região das folhas encontradas caidas no chão perto das raízes, podendo perfurar as pedras. Essa coisa inspirou a criação das modernas perfuradeiras.

Lá não foi uma floresta cheia de rochas e plantas mutantes durante o início dos tempos. Antes do começo da memória humana, aquilo foi um grande campo de gelo gelado. As montanhas eram tão grandes quanto as dos Alpes por causa dos imensos blocos de água congelada. Mas tudo isso acabou durante as gravações do filme "A Era do Gelo". Aquele esquilo que tem um amor por uma noz a mete numa rachadura e para piorar balança a noz, iniciando um processo de avalanche que acaba com grande parte da neve, o suficiente para plantas nascerem.

 
Uma pessoa corajosa entrando na Floresta Negra.

As rachaduras nas pedras pelas raízes das árvores expoem blocos de gelo que ficavam dentro das rochas. Eles derretem e formam rios. Todos saem da Floresta Negra à procura de um local mais legal e claro. No meio do inverno eles congelam e formam um grande ringue de patinação, usado para ligar a Floresta Negra à civilização.

Ecologia e economiaEditar

Uma boa parte do dinheiro ganha pelos malucos poucos moradores da região é pega do turismo. Existem pessoas que são capazes de deixar suas casas e abrigos para chegar no fim do mundo. Essas pessoas ainda preferem pagar por isso e sustentam a região. Como eles tem aversão aos materiais encontrados na cidade, na Floresta Negra não pode ter embalagens, camisinhas nem outras coisas que sujam o local

Lá os turistas podem ver as vacas criadas por fazendeiros para a alimentação das pessoas quando as plantações viram neve. Depois de verem um monte de vacas comendo e mugindo, eles podem observar as famosas raízes revestidas por metal, e secretamente levarem uma para casa.

v d e h
Universo Tolkieniano
v d e h
Florestas e Matas