Abrir menu principal

Desciclopédia β

Formosa da Serra Negra

Formosa da Serra Negra é uma cidadezinha perdida no meio do Maranhão (aka: Sarneylândia). Atualmente, existem cerca de 10 coitados se ferrando nesse fim do mundo, contando com os cadáveres que ainda não foram enterrados por falta de liberação de verbas da prefeitura (sim, por incrível que pareça, existe uma prefeitura em Formosa da Serra Negra).

Dizem as boas e más línguas que foi em Formosa da Serra Negra que Judas perdeu os cadarços, antes de perder as botas em Vitória do Mearim. E do jeito que Formosa da Serra Negra é isolada do resto do mundo, ninguém duvida disso.

HistóriaEditar

 
Agora qualquer agrupamento de meia-dúzia de casinhas precárias já pode ser chamado de município.

Até o ano de 1990, Formosa da Serra Negra era apenas um grande terreno baldio, que os traficantes de Grajaú usavam para desovar os corpos dos manés que não pagavam pelas drogas que consumiam.

Porém, entre os anos de 1992 e 1993, as coisas começaram a mudar, pois um grupo de caipiras brigões vindos de cidades roceiras como Araponga fixaram moradia em Formosa da Serra Negra, pois consideravam esta região uma perfeita pastagem para os seus rebanhos. Obviamente, os caipiras entraram em conflito com os traficantes, pois estes não queriam perder o seu melhor terreno para esconder corpos. No final do conflito, os caipiras, que contavam com suas carabinas de dois-canos conseguiram botar todos os traficantes para correr, sendo que estes tiveram que fugir para um favela pouco famosa do Rio de Janeiro, conhecida como Favela da Rocinha.

No ano de 1993, os caipiras da região resolveram emancipar o seu território de vez, pois já estavam cansados de ter que pagar todos os anos um imposto absurdo de 1 centavo para a prefeitura de Grajaú. Como esses caipiras ainda tinham em seu poder as suas carabinas, eles não tiveram muita dificuldade para conseguir a dita emancipação.

Mesmo após ter sido emancipada, atualmente, até mesmo os mais renomados professores de geografia ainda consideram Formosa da Serra Negra como sendo apenas um bairro esquecido e minúsculo de Grajaú.

EconomiaEditar

Após ficarem trabalhando o dia inteiro puxando enxada debaixo do Sol forte, os caipiras de Formosa da Serra Negra recebem um incrível salário de 5 centavos, o que é o suficiente para eles matarem a sede comprando duas gotas de Coca-Cola.

Os maiores milionários de Formosa da Serra Negra (ou seja, aqueles que possuem mais de 2 reais guardados dentro de uma lata de biscoitos) são os que mais movimentam a economia local, pois todos os dias vão até o único boteco da cidade para comprar um copinho de cachaça.

EducaçãoEditar

Atualmente, existe uma escola em Formosa da Serra Negra, que o Sarney mandou construir, afinal, se os moradores de Formosa da Serra Negra fossem completamente analfabetos, eles não seriam obrigados a votar!

Mesmo com essa grandiosa escola, que é menor do que um banheiro público paulista, 101% dos moradores de Formosa da Serra Negra não sabem escrever o próprio nome sem que algum professor fique pegando na mão. Por conta disso, quando assinam alguma coisa, eles costumam usar os polegares.

Mas aos poucos as coisas vão melhorando, em 2018, por exemplo, já existia 6 escolas, e uma biblioteca que está com mais de 200kg de barro e camisinhas espalhadas por cada canto, um descaso, um lugar que dá para pegar um livro, nunca mais devolver e ficar por isso mesmo.