Abrir menu principal

Desciclopédia β

Fruta, Putas e Vinho verde

Futebol Clube do Porto
Escudo do Porto.png
Brasão
Hino "Oh Fruta, oh Fruta, Contumil à Vista"
Nome Oficial Frutas e Putas do Porto
Origem Porto Alegre, Bandeira de Portugal Portugal
Apelidos Corruptos
Dourados
Tripas
Torcedores Tripeiros
Corruptos
Putas
Torcidas Super Cagões
Fatos Inúteis
Mascote Puta
Torcedor Ilustre Manuel Serrão
Estádio Estádio do Ladrão
Capacidade 5 pessoas no banco de suplentes
Sede Reino da Fruta
Porto, Bandeira de Portugal Portugal
Presidente Jorge Nuno Bimbo da Bosta
Coisas do Time
Treinador Sérgio da Imaculada Conceição
Pior Jogador Nuvola apps core.png Qualquer quando não há Amarelinha
Melhor Jogador Crystal Clear action bookmark.svg.png Pedro Proença
Patrocinador Bandeira da França Aldrabice
Bandeira de Portugal Revigrés
Bandeira de Portugal Super Bosta
Time
Material Esportivo EUA New Referees
Liga Campeonato Português
Divisão Primeira Liga
Títulos 0 Títulos limpinhos
Ranking Nacional 1º no da Fruta
Uniformes



Cquote1.png Feira da fruta, hey! Feira da fruta, há! Cquote2.png
Refrão do hino do Porto.
Cquote1.png O Futebol Clube do Porto não é o melhor clube do mundo porque é o clube do regime. Eu já disse! Cquote2.png
José Sócrates sobre Porto.
Cquote1.png Somos Bois e Paneleiros!!!! Cquote2.png
Portista sobre o grande Futebol Clube do Porco.
Cquote1.png Juiz! Ladrão! Bonito e gostosão! Cquote2.png
Portista sobre o juiz do jogo.
Cquote1.png Na União Soviética o campeonato compra o Porto! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Porto.
Cquote1.png Nós vamos ser campeões, afinal eu sou foda, caralho Cquote2.png
José Mourinho, dando murro na mesa com toda sua humildade sobre o Porto.
Cquote1.png Nós sabemos ser campeões sem roubar, mas assim ganhamos experiência para outros crimes Cquote2.png
Portistas sobre acusações de corrupção
Cquote1.png São portugueses que gostam de roubar? Pô meu, acho que de certa forma somos parecidos. Cquote2.png
Corinthians sobre o Porto.
Cquote1.png Peraí mermão... eles gostam de... resolver as paradas de forma ilícita... Acho que acabei de conhecer um novo amigo do outro lado do Atlântico. Cquote2.png
Flamengo sobre o Porto.

Futebol Clube do Porto (FCP) é um clube sul-americano sediado em Portugal, sendo portanto a maior e mais representativa instituição oficial do panorama criminal europeu e mundial, agindo sob a fachada de um clube de futebol, agindo sob o manfio/presidente, o norte-coreano Pinto da Bosta. Famoso sobretudo pelos bailes, festas, angariações de fundos, jogos de bingo, frutas exóticas e chocolatinhos, a sua equipe de futebol principal encontra-se entre as mais aclamadas pela corrupção da APAF e Tribunal de Gondomar.

O FC Porto é um clube oriundo da cidade de mesmo nome, cidade mundialmente conhecida e distinguida pela UNESCO pelo seu cheiro característico de peixe podre. Como tantos outros que não iremos divulgar o nome (Palmeiras), mas que decerto o FC Porto sabe de quem falamos, gostam imenso de levar na tarraxeta, especialmente nos jogos em casa.

O clube tem uma faceta de clube eclético, que vão desde a prática e formação exaustiva de Drag Queens, gays e derivados, prostituição desportiva e balé oriental clássico, lançamento de giz, equilibrações de copos, yoga transversal (posição cachorrinho). A prostituição desportiva assume também um caráter de formação profissional onde se formam diariamente escritoras profissionais de muita qualidade devidamente apoiadas pelo presidente, o qual tomou uma como esposa: Carolina Salgado, clamando ao mundo a sua felicidade e que na verdade era um Docê de menina. Atualmente, o famoso presidente Pinto da Bosta encontra-se numa relação amorosa com uma menina de 7 anos de idade.

Possui o conselho com maior número de adeptos por km², o muito conhecido Conselho de Arbitragem. Detêm também a maior e mais seletiva agência de viagens, especializada em viagens para o Brasil e Colômbia, e cujos clientes são arbitrariamente escolhidos. Principal fornecedor de fruta, chocolate, café com leite e lagostas para os balneários dos senhores do apito. Adeptos sofrem de tourite cronica, apresentando como principal sintomatologia ataques da fúria, salivação intensa e até loucura quando avistam a cor encarnada.

Com a chegada de Lopetanso, esta orgulhosa nação se vê sobre liderança de dois ditadores, o referido e Pinto da Bosta, que desapareceu de cena, diz-se no submundo, devido a um enfarte do pirocárdio enquanto tentava encabar duas brasileiras "boas como'milho CARAGO!". Parece que a prioridade por agora é perceber se será pronunciado Lope-tanso ou Lope-teso, até decisão concreta sobre esta matéria, ganhar títulos é plano secundário.

Índice

HistóriaEditar

FundaçãoEditar

O FC Porto foi fundado no dia 28 de Setembro de 1893 por António Nicolau d'Almeida (quem???) que num dia de chuva se abrigava acidentalmente num bordel gay vendo shemales com camisolas azuis as riscas a fazer jogos com bolas que também lhes davam dinheiro. Decidiu fundar um bordel disfarçado de clube, com grande incidência para jogadores/pegas tailandesas e sul americanas. A criação deste clube foi notícia nas tabernas de Lisboa da época tendo na mesma tarde ido parar aos hospitais centenas de adeptos que se diziam do Sporting de Lisboa e por isso nunca levados a sério.

Anos 30Editar

Em meados dos anos trinta, o FC Porto conhecia uma dimensão tal que o Campo da Constituição localizado em Auschwitz já parecia pequeno demais, devido, em parte, à falta de vista crescente de alguns dirigentes - começaram então os planos para a construção de um novo estádio. Como este demoraria década e meia a surgir já que não havia ajuda de Salazar, começou então o FC Porto a entrar nos mundos do tráfico de droga, de diamantes, marfim e fruta brasileira, onde já o zbording de Lisboa estava com larga experiência e por isso nunca conseguindo-se impor com potência criminosa.

Década de 40: Os primeiros roubosEditar

Ainda muito antes da chegada de Pinto da Bosta, o FC Porto já dava todos seus primeiros sinais de tendência à corrupção logo no início da década de 40. Ocorria que a Primeira Divisão do Campeonato Português era formada pelos times primeiros colocados nos campeonatinhos municipais. Mas como a cidade do Porto possui fortes times como Boavista e Leixões, Sport Comércio e Salgueiros, o FC Porto ficou em posições inferiores e perigou ter que ir disputar a Segunda Divisão. Estranhamente a Federação Portuguesa aumentou a quantidade de times na primeira divisão e forçou o Porto na primeira divisão, e isso não apenas uma vez, mas duas vezes porque no ano seguinte o Porto haveria de ficar ainda mais atrás no campeonato municipal.

É, portanto, justamente por culpa do Porto que hoje o campeonato português é formado por desnecessários e demasiados 18 times, mesmo que existam apenas 4 times profissionais no país de Portugal inteiro.

Nesta época de inglórias, o Porto em 1948 venceu uma partida amistosa sobre o Arsenal do Alfeite FC da Cornuália. Com desde sempre os portugueses sentem complexo de pequeneza em relação aos britânicos, a vitória sobre os ingleses fez o Porto achar que havia sido campeão mundial de 1948. Obviamente como era só um amistoso, os jogadores ganharam apenas uma medalhinha de honra ao mérito (que os jogadores do Arsenal ganharam umas iguais), mas então a diretoria mandou fazer uma taça de 200 quilos, a Taça Arsenal, para relembrar que o Porto venceu um jogo de um time inglês, algo raríssimo que merece ser tão comemorado assim.

Década de 50Editar

Em 1952 é inaugurado o Estádio do Porto, chamado popularmente porém de Estádio das Antas, construído sobre um cemitério. Na inauguração o Porto perdeu de 8x2 para o rival Sport Lisboa e Benfica tornando-se o clube da pior estreia em seu próprio estádio do mundo. Para não haver dúvidas ou desculpas de que a derrota humilhante foi acaso, na final da Taça de Portugal daquele mesmo ano o Benfica ganharia de novo do Porto, mas de apenas 5x0 em seu próprio estádio, chamado então de estádio das antas para homenagear os jogadores do Porto daquele ano, relembrando como grandes antas.

A década de 50 não foi de todo o mal, porém, pois o Porto participou de sua primeira Champions League em 1956–57, quando foi eliminado logo na fase de repescagem preliminar, ao perder os dois jogos para o Athletic Bilbao, pois até os times secundários da Espanha já sempre foram melhores que os portugueses.

Tragédia de 1973Editar

Pelo campeonato português de 1973/74 o FC Porto contava com o meio-campista Pavão, que era chamado assim por dibrar com os braços abanando e movendo a face enquanto fazia "glugluglu". Na décima-terceira rodada, aos 13 minutos de jogo o jogador Pavão que usava uma camisa de número 13 sentiu um mal súbito, resultado da bebedeira de vinho no bordel de shemales do FC Porto na noite anterior, começou a vomitar gonorreia no gramado e morreu subitamente em campo, tornando-se assim a primeira morte em campo do futebol europeu. Coisa de time que não cuida de seus jogadores.

Época do jejumEditar

Parte dos anos 70 o FC Porto esteve em jejum de títulos, ganhava no máximo um campeonato português ou outro só porque em seu país se beneficia de não haver outros times profissionais além do Benfica e do Sporting. Uma época ruim, que a maldição do Benfica ainda não estava surtindo efeito.

Décadas de 80 e 90: Anos sem regime, sem rei e sem leiEditar

 
Melhor jogador do Porto, conseguindo ludibriar 4 jogadores do Braga.

Os anos 80 e 90 foram de sucesso para o FC Porto, após a chegada de Jorge Nuno Pinto da Costa para presidente, o time do Porto agora tinha uma nova tática totalmente revolucionária para os padrões portugueses: A corrupção ativa. Com base em compra de árbitros, comprar de juízes dos tribunais desportivos, compra de agentes de federação portuguesa, tabelas, calendários, julgamentos, anulações de gols e tudo mais o que puder imaginar de benefícios extra-campo ou em campo, o FC Porto se beneficiou, tornando-se um dos times portugueses mais campeões, sobretudo para a equipa de futebol logicamente fora da esfera futebolística, que foi campeã oito vezes, títulos, cinco delas consecutivas o histórico Penta. Estranhamente foram 10 anos sem oposição como havia de ser na década a seguir...

Alguns torcedores do FC Porto mais iludidos defendem que o clube na verdade nem foi tão corrupto assim, pois mencionam o famoso título da Champions League de 1986–87, que por ser um campeonato de nível europeu não sofria influência de uma medíocre máfia portuguesa. O problema é que o SL Benfica estava sob efeito de uma grave maldição realizada por algum moçambicano macumbeiro. A mandinga foi tão forte que fez o Porto ser campeão europeu não importa as circunstâncias, com certeza a maior zebra de todos os tempos.

Segundo o "Worldwide Historical Clubs Ranking of American Football Federation", o Futebol Clube do Porto é considerado o mais rápido clube de Portugal a preencher totobolas devido a espíritas extremamente dotadas que conseguem prever resultados, lesões, campeonatos, o gênero de putas preferidas pelos árbitros e receitas de pastéis de nata.

Neste época foram vários marcos: O Porto detém a maior fatia de investimento em negócios ligados à prostituição; 70% dos seus adeptos, são filhos de antigos árbitros; Surge uma lei estatutária no FCP que proíbe o clube de formar equipas em modalidades que não incluam árbitros, tais como ciclismo e xadrez; Pinto da Bosta foi a principal fonte de inspiração de Francis Ford Coppola na realização da sua obra prima O Padrinho; Tem dois adeptos muito bimbos, o Pedro de Joane e o Miguel do Porto fizeram um curso em Toulouse juntamente com um cabra muito macho chamado Carlos

Roubo na Champions LeagueEditar

Como o SL Benfica tinha dois títulos de Champions e ainda estava sob efeito de uma maldição, então o destino reservou ao FC Porco a chance de uma segunda zebra, o time roubou a Champions League de 2003–04, a segunda zebra da história da competição (a primeira zebra foi em 1986–87).

A sorte não parou por aí, no Mundial de Tokyo tudo indicava que pegaria o Boca Juniors sob condições normais, mas o time argentino inteiro sofreu paralisia cerebral antes da final, e o Once Caldas da Colômbia foi campeão nos pênaltis após dois empates. Sendo assim, no Japão após um empate de 0x0 contra essa bosta de time colombiano, o FC Porto precisou vencer nos pênaltis por 18x17 para ser campeão mundial.

Anos 2010Editar

 
Durante a década de 2010 o Porto usou uniformes com cores que reforçavam sua identidade.

A nível internacional foi campeão da Segunda Divisão da Champions League de 2010-11. O motivo é fácil saber, a equipe pegou na final o Braga, um time português amador que jamais venceu do Porto, então foi fácil conquistar o título.

O FC Porto veio a se tornar tetra-campeão português e depois tri-campeão português, e a prova de que o futebol português é tão podre foi o campeonato de 2012–13 que o Porto foi campeão invicto, e olha que é um campeonato de pontos corridos. Neste ano ficou provado definitivamente toda a fraqueza e falta de organização do futebol português.

ÍdolosEditar

  • José Maria Pedreiro - treinador e estratega do ódio e guerra no futebol português, faleceu bebendo whisky por uma colher e tentando fumar o último cigarro.
  • Carolina Salgado- Ex-prostituta e esposa do Padrinho da máfia portista
  • Macaco Madureira - pela sua habilidade em limpar o "pó", amigo intimo das esposas do Padrinho
  • Araújo - principal importador de fruta, café, chocolate e leite da Zona Norte da Península Ibérica
  • Guarda Abel - amigo íntimo e amante da primeira esposa de Cancro da Costa, fez trabalhinhos sujos e de joelhos. Ainda hoje anda à procura dos dentes.
  • Vitor Baía - o mais Famoso Guarda-redes do Barcelona B
  • Emplastro - Reclama que o Pinto da Bosta é o seu pai, e este descobrindo seu novo filho, oferece-lhe uma prótese dentária usando os dentes de Guarda Abel.
  • Al Capone - O grande ídolo de Bimbo Da Costa (e como tal de todos os tripeiros), havendo grande semelhança nos ideais e métodos de trabalho praticados por Al Capone e Bimbalhão na gerência das suas respetivas instituições.
  • Jorge Jesus - ups engano é da puta do SCP...aka Sporting Clube!
  • Hulk "Givanildo" Vieira de Souza - jogador mais caro do Frutabol Corrupto dos Porcos, valendo 1000 milhões de euros (mais que Messi, o verdadeiro Ronaldo e toda a cocaína consumida por Maradona e Valderrama)
  • Paulinho dos Santos - Tetra-Campeão Mundial de Luta na Lama, derrotando Mike Tyson em 1994 antes do começo do combate, arrancando a única orelha de Tyson.
  • César Brito.
  • Claque do Corinthians - Inspiração sexual dos Super Dragays
  • Madjer - Lembrado apenas e somente por um gol de calcanhar na final europeia de 1987, única coisa que ele fez pelo clube.

TorcidaEditar

Em termos de apoio é um clube meramente regional com adeptos num raio de 5 km do estádio e mais 3 imigrantes em Castelo Branco.

Semelhante a uma religião, todo o povo que entra no estádio, os líderes metem no bolso os restantes tiram. Líder da claque do Porto tem como requisito especial jeito para "negócios" e está entre as melhores profissões do país. A claque do frutabol é conhecida pelos "Pintinho Piu". O grande deus deste clube distrital é chamado de Ricardo Santos, conhecido pelos golos em fora-de-jogo que valida. Ricardo Santos tem uma estátua há entrada do cemitério das Antas.

O Porto além do FutebolEditar

O Porto tem várias equipes que se destacam em outros esportes:

  • Wrestling em que o clube ganhou muitos prémios devido a uma excitação por parte dos atletas durante o contacto físico que lhes dava força.
  • Bullying, em que a claque oficial Super Dragays é a principal equipa, destruindo tudo por onde passa, e batendo-se com pessoas de poder e musculatura formidáveis, como crianças, mulheres e velhinhas das áreas de serviço!
  • Hóquei sobre patins, em que foram a primeira equipe da história a perder uma final de um campeonato europeu em casa para o maior rival.

TítulosEditar

Condecorações:

  • Melhor instituição italo-norte-coreana
  • Medalha de Ouro do Estádio mais borrado da Europa (Ou talvez do mundo)
  • Medalha de Mérito na Formação de Orks
  • Membro Honorário Reles da Ordem de Mafiosos Europeus
  • Grande Colar de Honra ao Mérito da Formação de Prostitutas.
  • Melhor asilo no estádio para as recepções aos macacos da Ribeira.
  • Medalha de Ouro no apoio a pessoas com deficiências mentais (sócios e gnr´s).
  • Prémio Nobel da Química 1991 pela descoberta de Perfumes Tóxicos da marca Xónel.