Göbekli Tepe

Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Cquote1.svg Aliens! Cquote2.svg
Giorgio Tsoukalos, explicando como foi possível a construção de Göbekli Tepe antes mesmo da invenção da roda e do sedentarismo

Göbekli Tepe é meramente uma colina que supostamente está repleta de inúmeras antiguidades arqueológicas de valor histórico inestimável, apesar desse suposto valor histórico não ser importante pra ninguém, afinal o que te interesse uns pedaços de rocha de 10.000 a.C.? Nada né. Mas como arqueólogo é fã de coisa inútil, tanto que precisam até fazer filmes e jogos extremamente mentirosos (Indiana Jones e Tomb Raider) para tentarem se enganar que possuem algum tipo de profissão respeitável perante a sociedade, podem visitar o Göbekli Tepe que fica perto da cidade turca de Şanlıurfa. Este sítio tem grande importância porque acredita-se que ele é a origem de todas as religiões, pois aparentemente nenhum humano de 10.000 a.C. arrastaria enormes megálitos se não fosse pra alguma divindade (ou alien). Aliás, se esse templo foi erguido antes da invenção da cerâmica, das ferramentas, da metalurgia, da escrita e até da roda, fica bem óbvio que quem construiu aquilo foram aliens.

História das escavaçõesEditar

Até 1963 acreditava-se que o lugar fosse apenas um antigo cemitério bizantino, e por isso ninguém ligava muito para a região, afinal nem arqueólogos ligam para cemitérios bizantinos, não há nada nesses locais que sejam esculturas representando bestialidade, que são os itens mais cobiçados por arqueólogos. Por isso por muitos anos foi liberado para agricultores plantaram batatas, dizimando vários vestígios do sítio que estava ali enterrado. Um dia um agricultor decidiu plantar nabos, e cavou além do normal a terra da colina, e deu o azar de descobrir sob o solo uma pequena estátua de duas gazelas homossexuais acasalando. Foi azar porque ele nunca pode fazer sua plantação de nabos, as várias universidades da Turquia mandaram ele parar tudo e transformaram aquela colina num sítio arqueológico de valor inestimável (não pra mim, esse valor aí).

A partir de 1996 as escavações começaram, lideradas pelo professor alemão Don Hans Chucrute, já que os turcos são uns inúteis e precisam de um alemão cavando na coisa deles. Hans Chucrute, todavia, é um fanfarrão, e em 20 anos escavou só 5% da área total do sítio, alegando uma desculpinha esfarrapada aí de que "é melhor esperar uma nova tecnologia ser inventada para continuar as escavações". Então enquanto não desenterram esse templo antigo, seu real uso sempre será um mistério.

Sítio arqueológicoEditar

 
O hentai mais antigo do mundo fica em Göbekli Tepe.

Não há evidências de uso residencial da estrutura, como faca, cama ou laptops, então cogita-se que Göbekli Tepe tenha sido ou um templo de adoração ao Deus Polinésio ou um grande prostíbulo de luxo, pois as suntuosas decorações espalhafatosas só deixam restar essas duas opções. Mas como foram arqueólogos baianos chamados para trabalhar no local e apenas 5% foi escavado, não é possível determinar o real uso do Göbekli Tepe. Mas sabe-se que perdeu sua importância por volta de 8.000 a.C., quando foi preenchido com restos mortais e abandonado.

Frequentado entre o mesolítico e o neolítico (a época dos Flinstones), o sítio encontra-se dividido em quatro camadas, sendo a camada mais superior o platô que se encontra completamente destruído. Mas a pachorra de arqueólogo é tão grande que eles pegam um lugar descampado e dizem que ali num passado muito distante houve pilastras que sustentavam sei lá o que, e denominam esse descampado de "Complexo E".

A Camada III é a área mais baixa e mais antiga, que compõe-se de uma sala circular com 200 pilares tão meticulosamente encaixados sob a laje que é impossível não achar que foram aliens que fizeram aquela estrutura. Destaca-se nessa camada o que acredita-se ser vários pictogramas de arte abstrata, mas que alguns pesquisadores acreditam ser de um antigo morador que tinha Mal de Parkhinson e não sabia desenhar na rocha. Mas entre as esculturas mais compreensíveis, o que se vê é muita zoofilia, destacando-se o relevo de um touro copulando com uma raposa.

A Camada II é retangular, o que já nos denota um aumento na inteligência das pessoas por ali,pois todos sabemos como só primitivos fazem lugares circulares e sem cantos. Ali também estão uns pilares em formato de "T", possivelmente como simbologia a alguma coisa que qualquer arqueólogo pode inventar aleatoriamente da cabeça, como dizer que esse "T" é uma figura humana. Além disso, ali tem uma antiga sauna e dois pilar de leões.

A Camada I é o ponto mais alto e aquele que está todo destruído. A única coisa que dá pra saber é que ali já não era usado nem como templo e nem como prostíbulo. Em seus últimos anos Göbekli Tepe serviu como depósito de cascalho.

O hentai mais antigo do mundoEditar

Mas de todas as descobertas realizadas em Göbekli Tepe, uma sem sombra de dúvidas é a mais chocante e mais emblemática, porque é ali que se encontra o hentai mais antigo do mundo, realizado como uma gravura esculpida em rocha. Teoriza-se que a figura representa uma mulher de seios caídos sendo deflorada por aproximadamente umas dez balas de alcaçuz. Tal arte é um exemplo claro de que a humanidade sempre teve fetiches doentios, mas não apenas isso, que gosta de pornografia. Apesar da versão mais aceita ser da mulher deflorada, há de se ressaltar que alguns respeitados especialistas preferem acreditar que aquela arte é de apenas um Diplocaulus tomando no cu.