Abrir menu principal

Desciclopédia β

Galeão (Rio de Janeiro)

Rioband.jpg Coé, merhmão, eshte arhtchigo eh CARIOCA!

Não vandalize, senão a chapa vai ficarh quentche, cara. Agora deixa eu irh na praia pegarh um bronze nesse sol de 50 graush, comendo unsh bishcoitosh.


Cquote1.png Você quis dizer: Quintal da Infraero Cquote2.png
Google sobre Galeão (Rio de Janeiro)
Cquote1.png É um bairro que vive nas alturas! HAHAHA! Sacou!? Cquote2.png
Idiota sobre Galeão

Galeão nada mais é do que um bairro de classe média que só é conhecido por abrigar o Aeroporto do Galeão. Aliás, boa parte dos cariocas nem imagina que existe memso um bairro chamado Galeão e que é essa a origem do nome (se você não é carioca, ignore, lembre-se que este é um artigo do RIO DE JANEIRO, esperar inteligência daqui é difícil. Mas malandragem não falta, tanto que sua carteira foi roubada, e o editor dessa página está comendo sua mulher neste momento).

O bairroEditar

 
Típica organização do trânsito em volta do aeroporto.

Tecnicamente, é o único bairro do planeta em que o tráfego de aviões parece ser maior que o de carros, e o maior problema não são buracos na pista, mas sim flamenguistas no céu. Aliás, urubus no céu. Urubu que é um animal que pode representar bem boa parte da população desse bairro. Digo população fixa, pois 80% das pessoas que estão no lugar nesse momento já vão embora - para sorte delas.

Além disso, a Aeronáutica tratou de também fazer dali seu porão, ou entulhão se preferir, já que boa parte das bases de operações inúteis da Aeronáutica são feitas por lá. Na verdade só porque o aeroporto fica lá, e assim os aprendizes que nada mais fazem do que arrumar camas e limpar vasos sanitários poderem ter a chance de pelo menos ver aviões de verdade (ou não, já que os aviões da Webjet são tão ruins que nem podem ser chamados de aviões de verdade).

Casas por alí até existem, mas a certeza é que mais de 99,99% das pessoas que moram ali nunca viajaram de avião ao menos uma vez na vida - pelo menos pagando, pois a chance de pularem muros existe. Ou seja, não adianta nada morar do lado do Aeroporto quando deveriam mesmo é morar na sarjeta do lado da Rodoviária Novo Rio (o que também não é grande coisa).

O bairro fica dentro da Ilha do Governador, aliás, é da mesma região administrativa, mas só não é um bairro do bairro porque os moradores de lá não queriam dizer que moravam dentro da Ilha do Governador, pelo contrário, para eles parece ser mais chique dizer que mora do lado do aeroporto, e, assim também dizer que pelo menos já viu um avião de verdade, ao contrário do povo de outros bairros que provavelmente o mais próximo que já chegaram de um avião foi quando fizeram um de papel. E mesmo assim não voou...

Outras observaçõesEditar

O bairro é arrendado, a Gol tem 40% do bairro, a Tam outros 40%, os 20% que eram da Varig hoje estão uma merda completa. Bom, na verdade o bairro inteiro é um cocô, até literalmente, visto as coisas que se pode encontrar dentro do aeroporto - americanos não faltam.

Se o filme O Terminal fosse gravado no aeroporto do Galeão, Tom Hanks não seria forçado a ficar no aeroporto, mas provavelmente ele ficaria e não sairia de jeito nenhum por conta própria, ao ver as redondezas do lugar.