Abrir menu principal

Desciclopédia β

Garganta profunda

Esta página se adequa à Nova Política de Conteúdo Sexual.
Conteúdo impróprio para menores de 18 anos! Tirem as crianças da sala! Este artigo tem conteúdo impróprio para menores!
Este artigo pode conter pornografia pesada ou leve. De preferência, leia-o de olhos fechados...

Se ele estiver cometendo uma infração à Política de Conteúdo Sexual, por favor, reporte à moderação.


Cquote1.png Você quis dizer: Deep Throat? Cquote2.png
Google sobre Garganta profunda
Cquote1.png Você quis dizer: Engolir tudo? Cquote2.png
Google sobre Garganta profunda
Cquote1.png Experimente também: Sexo oral Cquote2.png
Sugestão do Google para Garganta profunda

DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...o sucesso do filme Deep Throat foi tão grande que ele até virou uma parafilia que hoje você conhece como Garganta profunda?

Cquote1.png Aaaaaaaaaaaaaahhhhhhhhhhhhhh! Cquote2.png
Homem ao receber um gargante profunda
Cquote1.png Que nojo! Cquote2.png
Você ao ver um garganta profunda em ação
Cquote1.png Tudo isso começou por causa do filme de nome homônimo! Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre Garganta profunda

Índice

ApresentaçãoEditar

Garganta profunda é mais uma entre as mais de oito mil parafilias existentes no universo, principalmente no universo sexual da coisa. Caso você não faça a mínima ideia do que seja uma parafilia (apesar de não praticar várias), é a mesma coisa que uma atitude realizada durante a sacanagem relação sexual que não tenha nada a ver com a penetração propriamente dita (ou vulgo "papai-e-mamãe", já que essa é a única posição do Kama Sutra que você conhece, isso se ainda não fores virgem).

Apesar dessa parafilia ser tão antiga quando a posição de cagar, já que ela não passa de somente um agressivo ato de boquete Sexo oral, ela acabou ficando mais famosa do que a Revista Playboy da Mara Maravilha na época do seu lançamento em 1900 e guaraná com rolha (após ela acabar cedendo aos milhares de pedidos para posar nua), com o grande lançamento do cinema daquelas épocas em que a tua mãe era virgem, no momento do aparecimento do filme de comédia Deep Throat, que ressaltava o ato como a coisa mais normal do mundo.

Deep ThroatEditar

 
Deep Throat deu (ui!) início a tudo isso que vamos falar aqui.

Em 1972 eu ainda era um espermatozóide nessa época, sai nas telonas (ou telinhas, dependendo da pessoa que o visse) um grande filme estrelado por Linda Lovelace (caso você não conheça, azar o seu, não está perdendo muita coisa), uma total desconhecida nessa época e que nem o Amaury Júnior gostaria de entrevistar se a encontrasse em uma festa da Zelite, mas que revelou-se mais tarde como uma grande atriz especializada em filmes de conteúdo adulto e putarias em geral, a ponto de deixar Silvia Saint e Emmanuelle no chinelo por algumas décadas antes das mesmas nascerem, claro.

Assim como muitos outros filmes pornôs (se não todos, para ser mais exato e realista), a temática do filme era a mais ilógica possível e quase bizarra, sendo que toda e qualquer simples ação fazia com que todos os personagens tirassem a roupa e partissem logo para a ignorância, como se eles realmente sobrevivessem daquilo (se bem que devia ter alguns que realmente sobrevivem disso).

 
Loira ensinando o que aprendeu no filme.

Mas como todo mundo sabe que para filme pornô a história é a de menos, o filme realmente surpreendeu a muitos com a sua atriz protagonista e com o que ela fazia, algo, até então, desconhecido, ou pouco praticado pelos mais castos.

Linda Lovelace atuava no papel de Linda (sim, o mesmo nome que o dela), uma ninfomaníaca que nunca na vida tinha conseguido atingir o orgasmo com ninguém, nem mesmo com o seu namorado, já que o mesmo era somente um homem qualquer e com ejaculação precoce, que nem com viagra o cara dava resultado.

Ela já tinha tentado de tudo, desde o uso de dildos tamanho Motumbo, até supositórios para cavalos. Cansada disso e achando que o problema poderia estar com ela, Linda resolve ir a um ginecologista para fazer um exame de próstata (WTF?). Ao constatar que não tinha uma próstata para realizar "o toque" (pelo óbvio, já que a mesma era uma mulher), Linda sentiu-se frustrada, mas recebeu uma notícia que a deixou mais calminha do que se ela tomasse suco de maracujá.

 
Infelizmente, não é somente as mulheres que aprenderam a fazer garganta profunda com o filme.

No lugar da próstata, ela poderia utilizar-se do poder do seu Ponto G, localizado em seu clitóris que, por mais incrível que pareça, não estava localizado no interior de sua buceta "disputada", mas sim no mais profundo âmago de sua garganta (WTF?). Isso que eu chamo de filme de ficção.

Depois de descobrir que o seu clitóris era na garganta (algo muito comum no mundo) e que somente um piru grande o suficiente para chegar no fundo da sua garganta poderia lhe dar o bendito prazer do orgasmo, Linda percorreu os quatro cantos do mundo atrás do seu Motumbo perfeito, testando tudo o que foi tipo de pintos, já que o do seu namorado não era nada demais, já que o mesmo era um simples japonês.

Tal filme rendeu a maior bilheteria da história do cinema pornô, afinal, um tema desse tipo não é qualquer um que consegue criar, sendo até mesmo comparado ao sucesso estrondoso de Titanic e ao desenvolvimento sci-fi (termo em ingrês para Ficção Científica, caso você não saiba) de Avatar.

O público adorou, os ricos daquela época elogiaram e a crítica foi muito boa com tudo, sendo que tal sucessão deu um up não somente na vida da protagonista que deixou de ser pobre, mas também na vida sexual de muita gente, que aprendeu com o filme a como deixar o seu parceiro louco na cama, independente da preferência sexual de qualquer casal.

Das telinhas para as quatro paredesEditar

 
Na garganta profunda, tudo começa colocando a cabecinha.

Não que o povo todo do mundo já não praticasse isso com a maior normalidade sem que nem tivesse sido exibido nos cinemas adultos dos quatro cantos do globo, mas o filme foi um verdadeiro sucesso para os casais que queriam variar um pouco do seu convencional e sem graça rala-e-rola, somente para transformá-lo em uma coisa mais "cinematográfica" e romântica (ou mais pervertida, no caso desse filme que é um pornô).

Apesar de muita gente achar que filmes não influenciam nada vida de um casal de apaixonados (principalmente na cama), que atire a primeira pedra o casal que ainda não praticou a cena do beijo tal qual vários casais já fizeram ao ver o Homem-Aranha e a Mary Jane Watson se beijando de cabeça-para-baixo no filme do aracnídeo (caso a sua resposta seja negativa, eu recomendo, é realmente bem diferente), somente para você ter uma noção de como a ficção imita a vida, ou a vida influencia a ficção (ou vice-e-versa, ou não). Mas nessa época, o que não faltava eram casais dizendo as maravilhas de tal prática nunca antes vista na história de um motel ou dentre as quatro paredes do seu quarto.

 
Garganta profunda também pode significar engolir cobras.

Era mais quem queria encontrar a tampa da sua panela, a metade da sua laranja, o botão da sua blusa, as labaredas do seu fogão nessa época do lançamento de Garganta Profunda. Não por amor, paixão, amizade, tesão (opa, tesão sim), ou coisas do tipo que prendem uma pessoa à outra, mas o objetivo era somente para o sexo e para realizar a tão famosa e pop posição sexual que nem mesmo as figuras do Kama Sutra conseguiam ilustrar tão bem assim quanto o filme.

A garganta profunda foi um sucesso na privacidade de muitos casais e sem dúvida salvou vários relacionamentos da falência. Além disso, constatou-se que o número de divórcios no mundo caiu para metade somente na semana de estréia do filme, comprovando assim o seu resultado satisfatório não somente para o público que adorou ver a sena cena, mas também para todos aqueles que resolveram praticar o que aprenderam no filme em casa, mesmo que eles não tivessem um clitóris localizado no fundo da garganta, o importante mesmo era entrar no clima e colocar tudo pra dentro (de preferência "por cima") sem fazer cara feia.

Garganta profunda = BoqueteEditar

 
Um raio-x bem básico da garganta profunda.

É claro que esse nome de "garganta profunda" não veio por causa de alguém que tinha uma garganta gigante, longa ou comprida, tal qual daquelas mulheres africanas que usam várias argolas nos seus pescoços e os esticam (as famosas "mulheres-girafas") achando que tudo aquilo é bonito e nada mais. Se assim o fosse somente pelo comprimento da garganta, nenhum clitóris seria atingido tão facilmente se estivesse localizado por alí (se localizado tão próximo já é complicado de levar uma mulher ao máximo do orgasmo, imagine se fosse mais profundo ainda), a menos que o parceiro fosse alguém do nível de Kid Bengala, aí poderíamos pensar no caso.

 
Garganta profunda e Boquete não são a mesma coisa, ou você acha que é qualquer um que consegue fazer isso?

O nome veio do fato de a pessoa que pratica o ato simplesmente quase engolir o membro do parceiro, levando-o ao mais profundo âmago de sua garganta, passando da "campainha" (o famoso "gogó", "úvula", ou "pomo-de-adão"). Tudo isso faz com que ele delire com a situação (ou não, provavelmente deve ter alguém que não curta isso, só para quebrar um pouco com toda a magia da parafilia), levando-o rapidamente ao orgasmo (quem tem ejaculação precoce nem precisa de muito esforço).

Porém, vendo de um outro ângulo, muitas pessoas percebem que a garganta profunda não passa de um simples boquete guloso e pervertido, realizado com a mais extrema precisão de uma exímia boqueteira pessoa capacitada ao ato da felação em âmbito master (por isso que eu adoro eufemismos).

Mas são muitos os que negam tal afirmação, haja visto que o sexo oral propriamente dito (ou boquete, para os mais desbocados) pode existir sem a garganta profunda no seu ato, enquanto que a garganta profunda necessariamente não precisa de toda a desenvoltura do sexo oral, que não trabalha somente com o pinto em sí, mas com toda a parte de baixo do parceiro (pelo menos para as pessoas que fazem o sexo oral de verdade e não somente se prendem ao membro do outro achando que só isso é sexo oral).

Além disso, a garganta profunda só pode ser exclusivamente praticada em um homem (vivas para nós! \o/) e jamais em uma mulher (nem preciso explicar o porquê disso, não é?), já que o objetivo máximo da parafilia é a satisfação sexual do macho e o não engravidamento da fêmea (se bem que, no filme, eu não sei se essa afirmação procede, já que a mulher tem o Ponto G na garganta, nada a impede de ter o seu ovário no mesmo lugar - ou sim?).

Fazendo o atoEditar

 
Garganta profunda de um modo, digamos, calminho e sem pressa.

É claro que não poderíamos deixar de citar como se pratica tal parafilia, afinal, compreendemos muito bem o quão chata deve ser a sua vida sexual e o quão importante deve ser variar um pouco todo essa monotonia de ir para a cama com um cara marrento demais tal qual você, Garganta profunda. Bom, mas antes que isso tudo seja explicado, lembre-se que somente a mulher pode fazer a gargante profunda no homem (ou o homem no homem, caso você pertença ao Lado Rosa da Força ou coisa do tipo).

Então, primeiramente a pessoa que vai praticar o ato deve se abaixar em direção ao membro do parceiro, segurá-lo de uma forma firme para que o sangue circule o mínimo por alí, para manter a rigidez (mas não a ponto de causar uma gangrena no local e fazer com que o cara tenha que amputá-lo mais tarde - ui!) e colocar tudo de uma vez na boca, tentando-o ao máximo não deixar que nada fique para a fora, pois isso realmente seria broxante.

 
A garganta profunda de um modo agressivo, quase sádico, feita em um cachorro quente.

Depois daí, o coisa segue como um boquete (mas não é um), sendo o membro retirado e colocado várias vezes, até tudo ser liberado, ou uma nova posição seja inventada (o que eu duvido muito que aconteça no seu caso).

A garganta profunda possui dois tipos de práticas, uma mais calminha e boa gente e uma outra mais sádica e totalmente desequilibrada. A mais calma é quando o homem acaba sendo totalmente passivo na história (não, você não irá dar o cu fazer anal com ninguém), deixando que sua parceira faça tudo por ele. Nesse ato da garganta profunda, o homem pode ficar descansado pois quem lhe pratica o ato irá fazer o serviço todo sem que ele nem sequer se mexa. Se preferir, o homem pode até ficar deitado, para polpar energia.

Já quando a garganta profunda é a mais sádica, o homem não perdoa quem o tiver com o seu membro na boca. Ele força tudo contra a goela do infeliz, fazendo-o sufocar, babar mais do que um bebê recém-nascido e, nos piores casos, até vomitar, para a satisfação dos mais sádicos, que veem nisso uma cena maravilhosa para se ver (que nojo!). Mas como gosto é que nem cu, cada um tem o seu, quem sou eu para dizer o que está certo e o que está errado entre as quatro paredes do seu quarto? Relaxa e goza.OU VOCE TA DIZENDO BEM TONADÃO AI:Nossa cara!!!!é muito fofo!!!!!!!!

Grandes problemas causados pela garganta profundaEditar

 
Desse modo, com uma banana, essa loira não corre o risco de sofrer nenhum desses acidentes.

É claro que nem tudo são flores na vida dos praticantes do garganta profunda, tanto para quem o faz quanto para quem recebe (principalmente para quem o faz, já que as consequências disso são quase 80% voltadas para eles). Afinal, alguns problemas podem acabar aparecendo durante o ato, o que pode prejudicar (e muito) uma repetição mais tarde desse processo tal prazeroso se feito por alguém habilidoso. Vejamos alguns incovenientes disso:

  • Opa! Gozei!: É o principal problema para os praticantes do garganta profunda, que acabam engolindo o que não devem por não terem sido avisados de que o momento estava chegando. Algo nojento, mas que lidera o nosso pódio;
  • Cuidado com o piercing!: Como a garganta profunda acaba, em muitos casos, passando da úvula do praticante. Um piercing no parceiro pode ser um grande problema nessas situações. Já pensou se fica preso a bagaça? Pode até matar algo assim;
  • AAAAAAA!: Muito cuidado na hora que fores colocar a boca no trombone, um acidente pode acontecer e você simplesmente engolir o pinto do companheiro acidentalmente (ou não). Tirar deve ser bem constrangedor (isso se puder tirar);
  • Devagar, devagar!: Lembre-se que quando se está em uma prática felacional, a nariz fica obstruído por um tempo, impossibilitando a respiração imediata. Se não for feito devagar, a pessoa pode ter um ataque respiratório e morrer com tudo na boca;
  • Já chega!: Respeite o "chega" da sua parceira, pois isso pode ser um alerta de que ela não está passando bem. Se a barra acabar sendo forçada, ela pode acabar como na garganta profunda mais sádica citada acima e a cena não é muito agradável não.

A Garganta profunda segundo a WikipédiaEditar

Ver tambémEditar