Abrir menu principal

Desciclopédia β

Gasoduto Brasil-Bolívia

Hoe.jpg Meeeengoooo...

Oxe, venha cá, este artigo da porra vem do Brasil! Só fala de futebol, come feijoada, exporta travestis, puxa o saco dos EUA, paga imposto pra caralho e põe a culpa no governo pela alta criminalidade.

Evo.jpg

Este artigo vem da Bolívia e tem altas doses de coca!

Neste momento ele está tocando flauta na frente de algum supermercado ou estação de trem


Os tanques de gás que seram construídos no projeto.

Gasoduto Brasil-Bolívia é um dos maiores empreendimentos da indústria petroquímica tupiniquim.

Através deste projeto, resultado de um acordo bilateral de interesses de empreeiteiros e políticos brasileiros e bolivarianos, o mega duto faz uma das maiores trocas econômicas do país, responsável por cerca de 52% de seu (dele) PIB.

Ao contrário do que comumente se pensa, o Gasoduto Brasil-Bolívia fornece gás para os gringos em troca de coca-cola. A canalização liga diretamente a Usina produtora de Gás Mulher Melancia I até o nariz do Evo Morales, perfazendo cerca de 18 mil quilômetros e 33 hectômetros.

Também é reconhecidamente um dos maiores projetos faraônicos da engenharia brasileira.

Foi lá, que na gestão lulo-petista, ocorreu que o bendito do índio cocaleiro Evo Morales, estatizou a companhia que era da Petrobrás brasileira, e se o Brasil fosse um país sério, armava até uma guerra pra nunca mais isso acontecer porém com os petista, cumpanhero do Boliva, porém simplesmente como uma doce e meiga camponesa agachada plantando banana o Brasil recebeu a trolha que a Bolívia enfiou sem reclamar...