Abrir menu principal

Desciclopédia β

Gerudo

Nudflameprincess.png Este artigo é queeeente!

Se quiser editar este artigo, entre numa geladeira, ligue o ar condicionado no máximo e beba uma coca-cola gelada. E não lute contra Cure Rouge!



Cquote1.png Você quis dizer: Tetudo? Cquote2.png
Google sobre Gerudo

Cquote1.png IAAA, IAAAAH! Cquote2.png
Guerreira Gerudo tentando acertar Link em golpes furiosos de espada

Cquote1.png IAAA, IAAAAH! Cquote2.png
Guerreira Gerudo depois de se queimar na panela quente

Cquote1.png IAAA, IAAAAH! Cquote2.png
Guerreira Gerudo tendo um orgasmo

Gerudo é uma raça inspirada em afrodescendentes, só que em vez de serem pretos, são um pouco mais claros em uma variação de cor de formiga e kiwi. Como todo jogo bom de RPG que se preste, The Legend of Zelda tinha que ter os seus negões também para porém medo no viado herói protagonista do jogo, o orelhudo branquelo Link. O problema disso é que a raça Gerudo é constituída de um monte de mulheres escandalosas, e isso deixa Link mais amedrontado ainda - e por isso os búzios da Mãe Diná mostram que ele é na verdade um gay enrustido.

Link tentando fazer uma gerudo de otária usando uma mascara capenga de papelão.

CaracterísticasEditar

Gerudos é a mais misteriosa e fumada raça que poderia ter surgido da cabeça de um usuário de crack. Elas não gostam de se relacionar com outras raças, muito menos criar laços e outras relações socioeconômicas, a não ser que tenha algo haver com roubar doces, empurrar velhinhas na sinaleira ou pisar na grama quando se é proibido, já que gerudos é uma raça de gente ruim que gosta de fazer coisas malvadas. Normalmente em todos os jogos onde os gerudos fizeram aparição, são reveladas humanas que gostam de morar em desertos e lugares quentes pra cacildis, que fazem seus pentelhos virarem torradinhos. O fato é, a pele das gerudos é totalmente ressecada por levar tanto sol na cara, elas precisam usar um pouco de Monange da Xuxa pra ver se melhora alguma coisa. Gerudos são tão ressecadas que o cotovelo delas parece um pedaço de pele de jaca. Um outro fato que assombra a história da raça, é a famosa areia na calcinha, pois de tanto andarem pra lá e pra cá supervisionando catacumbas e outros monumentos importantes para as suas cidades, acaba entrando aquela areia inconveniente lá nas grutas gerudanias.

Anatomicamente, as gerudos possuem uma boa comissão de frente, o que as tornam uma das raças favoritas pelos zeldamaníacos, que variam entre nerds gordos tetudos e desempregados sem ter o que fazer, normalmente em ambos os casos a excitação por uma mulher formada por pixels é mais que eminente. Uma estatística mostra, que os jogadores desse padrão passam 50% do tempo gasto no jogo, na cidade gerudo espiando qualquer uma das guardas escandalosas por trás daquelas caixas de madeira - sabe se lá fazendo o quê - enquanto 40% deve se a bater em galinhas na Kakariko Village, e obviamente os 10% que faltam é pra completar o jogo. As gerudos são marcadas por orelhas pontiagudas, mas tão pontiagudas que são mais eficiente como armas do que a própria lança que elas usam. Sempre aparecem no jogo com uma daquelas calças de moda indiana fashion, e um cabelo ruivo que na verdade é a tinta mais barata do mercado central, que foi aplicada nas madeixas de uma forma semelhante à água oxigenada, fazendo com que elas pareçam aboboras ambulantes. A pele de uma gerudo apesar de ser inspirada em uma mulçumana, varia entre laranja sem graça e marrom desgraça.

ApariçõesEditar

 
Algumas das representantes gerudos, ansiosas para transformar o próximo desconhecido em sushi.

As aparições dos gerudos não é muito significante, porém ai que está um dos maiores enigmas da raça: só tem mulheres! Histórias contam que as gerudos por si só, são proibidas de se relacionarem sexualmente com homens por 100 anos, e quando chega no fim de um ciclo secular, a mais nova da cidade deve escolher um lacaio escravo de outra civilização qualquer, e realizar seu ato de copulação. O homem que nascer será o príncipe da raça (caso fosse um monte de mulher para a dominar a raça seria perigo de extinção). O engraçado de tudo é que o maior pé no saco da história, o Ganondorf é o príncipe gerudo, que depois de passar um pouco da validade ficou com uma cor de verde musgo - alguns dizem que é resultado do tratamento de peeling que ele faz semanalmente, mas vai saber. Além de comandar o exército de um bando de mulher esquizofrênica com fogo na xana, o coitado do Link ainda tem que competir com o verdão megalomaníaco que na verdade é só um restinho de aborto mal desenvolvido.

Cidade das sadomasoquistasEditar