Abrir menu principal

Desciclopédia β

Gloin

(Redirecionado de Glóin)
250px-Wario WWare.gif Este artigo é sobre um personagem secundário!

Quase ninguém sabe da existência deste zé ruela que só serve pra encher linguiça na trama e provavelmente está morto. Se bobear, nem no Google tá!

Clique aqui para ver gente que só fãs alienados conhecem.

NewBouncywikilogo.gif
Para os neo-ateus que preferem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Gloin.
Gloin depois de se ferrar para ajudar os amigos em O Hobbit, agora curte a aposentadoria forçada passeando por Valfenda.

Cquote1.png Você quis dizer: Barulho que se faz quando engole Cquote2.png
Google sobre Gloin

Cquote1.png Experimente também: Branca de Neve e os Sete Anões Cquote2.png
Sugestão do Google para Gloin

Cquote1.png Mais um anão? Ffffuuuuuuuuuuu!!! Cquote2.png
leitor sobre os milhares de anões de O Hobbit

Cquote1.png Papi!!!! Cquote2.png
Gimli sobre Gloin

Cquote1.png Olá, meu velho amigo... qual de vocês você é mesmo? Cquote2.png
Bilbo sobre não saber diferenciar seus váriso amigos anões

Gloin, filho de Gróin (ou seja lá como chama o progenitor dessa criatura, todos tem nomes parecidos...), é um anão, mais um anão aliás dos milhares de anões que foram criados por J. R. R. Tolkien quando esse entrou em coma alcoólico, teve um surto psicótico e quando acordou decidiu usar seus devaneios perturbados para escrever uma historinha para os filhos. Gloin é descendente direto de Durinho, o Super-Anão Anão imortal, mas como 90% dos anões da Terra-Média eram descendentes dele, isso não faz um pingo de diferença na vida de Gloin, é só mais um jeito de se fazer segregação racial com os anões que não fossem descendentes do cara.

Índice

HistóriaEditar

Irmão de Oin, primo de Balin e Dwalin, também primo de Ori, primo de terceiro grau de Dori e Nori, primo de quadragésimo grau de Kili e Fili, e também papi de Gimli, Gloin é, afinal de conta, parente de todos os outros anões que já existiram, inclusive de Zangado e Dunga que são seus primos de tricentézimo grau. Ele viveu aonde a maioria deles sempre vive, no circo nas minas dos anões, nesse caso nas minas da montanha solitária, também conhecida por ereto Erebor.

Quando o local foi atacado pelo terrível dragão Spyro Smaug, ele não viu outra opção mais valente a não ser lutar correr feito uma garotinha, deixando a maior parte de seus amigos e parentes para serem devorados pelo monstro. Depois disso, Gloin foi se esconder nas Montanhas Azuis (pois azul era uma cor calma e o terapeuta de Gloin falou que ele precisava dar uma desestresada) e de lá ele ainda foi para as Colinas de Ferro, mas decidiu fugir de lá também, pois os produtos brutos e afiados de ferro que eram feitos lá machucavam seus dedinhos sensíveis.

Por fim, ele acabou finalmente sendo contratado por Thorin Escudo-de-Carvalho, que estava desviando verbas do governo para montar uma quadrilha ilegal que iria saquear a montanha que o Dragão roubou deles e depois matar a criatura, tudo ilegalmente já que dragões estão em extinção e são protegidos pelo Ibama. Eles estavam com falta de pessoal e por isso contrataram Gloin, que aceitou trabalhar em troca de vinte contos de réis, um pacote de Trakinas, uma fatia de pão mofado e um cupom com desconto grátis para o puteiro mais famoso de Rohan.

E é aí que conhecemos ele e seus miguxos.

O HobbitEditar

 
Gloin em seus tempos de fodão.

Quando finalmente começou a aventura dos anões em busca da montanha, foi decidido que além deles também deveria ir algum ser fracassado, tipo um Hobbit ou coisa do tipo, para assim eles terem alguém para ser morto pelos Orcs, comido pelos Trolls ou enganado pelos vendedores ambulantes caso algum desses perigos surgisse no caminho. Gloin logo foi contra pois era racista e acreditava que os hobbits deveriam ser segregados, e também não queria dividir seus miguxos anões com nenhum macho das redondezas. Mas ele logo foi covencido já que os outros anões disseram que, se não viesse mais alguém no grupo, o escolhido para ser morto seria ele mesmo.

Assim, Gloin, Thorin, o hobbit Bilbo e mais 11 anões, além de Gandalf que estava lá só de penetra mesmo, passaram por milhares de aventuras, lutaram com monstros, fugiram de aranhas gigantescas, encararam lobos vorazes e até jogaram truco com um urso, que estava fazendo apostas estranhas para quem perdesse a partida. Durante toda a aventura, Gloin sempre foi um dos que mais reclamaram da completa inutilidade de Bilbo, mas acabou parando de recalamar com o tempo, tanto porque Bilbo provou seu valor quanto porque o resto do grupo ameaçou dar uma bela duma sura nele se ele não calassse a boca e parasse de reclamar.

No final do livro houve a grande Batalha dos Cinco Exércitos, e como todos os outros anões, Gloin também participou da batalha. Em certo momento, ele esteve bem perto de ser devorado por um Orc, mas então enganou ele falando que sua carne tinha gosto ruim e azedo e ofereceu Fili e Kili para ele, dizendo que a carne deles era muito mais jovem e macia. O orc aceitou e devorou ambos e assim, Gloin escpou para viver outro dia, aproveitou-se da fama que ganhou para arranjar um bom dinheiro e de quebra pode criar seu filho Gimli, que no final das contas iria se tornar muito mais famoso e relevante do que o pai jamais foi.

O Senhor dos AnéisEditar

Aqui a participação de Gloin já fica bem reduzida (ainda bem). Simplesmente o velho anão estava agora de férias quando fica sabendo que o povo de Erebor convocou seu filho para participar do Conselho de Elrond, que ia decidir que fim iam dar no anel de Sauron. Mas Gloin não gosta nada de se sentir excluído e vai junto do filho, para assim poder se sentir mais importante e achar que faz pate de algo. No final ele não flaa praticamente nada no conselho inteiro, a não ser algumas poucas dicas de posições sexuais que ele troca com Frodo, e é seu filho que se une à Sociedade do Anel e parte na super-ultra-missão perigosa e suicida para salvar o mundo.

Enquanto eles se arrebentam, Gloin, volta para seu quarto conforável em Erebor e tira uma longa e confortável soneca.

AtualmenteEditar

Atualmente, bom, atualmente Gloin está morto óbvio pois a história se passa há muito tempo, numa galáxia muito distante. Dizem que ele morreu de desgosto ao descobrir que o filho, mesmo depois de toda a fama de fodão que ganhou, decidiu ir embora para as Terras Eternas junto de seu namorado elfo, e viver por entre os elfos para toda a eternidade.

Ver tambémEditar


v d e h
Universo Tolkieniano