Abrir menu principal

Desciclopédia β

Gleisi "Lula" Hoffmann

Din.jpg Gleisi Hoffmann é mais um dos
POLÍTICO$ DO BRA$IL

E odeia ou é a ditadura.

Vina.jpg EstE artigo não tem sotaquE, gentE!

EstE aRtigo é paranaensE, logo, sE você não tiveR intimidadE, cultura, foR um meRda ou moraR em outro lugaR do Brasil quE não seja o Paranã, não sE aproximE, pois elE não fala com gentE da sua laia! Se você avacalhaR, Requião vai ao palanquE com o Diabo e fará um pacto com o Moderador Malvado para tE baniR!


Gleisi Hoffmann
Gleisi hoffmann.jpg
A amante refletindo sobre formas de fugir do Sérgio Moro
Trabalha para proxenetas
Partido Nacional Socialista
Nível de honestidade Icon 00 percent.png PT meu amigo, PT
Perfil
Nascimento
Bandeira do Brasil Brasillink={{{3}}} Paraná
Partido Nacional Socialista
Profissional
Profissão Atriz pornô
Escândalo O pedófilo já é o suficiente
Dados Pessoais
Sexo Primeiro com Lula e depois com todos os outros da base aliada (PT, PMDB e PP)
Nível de Inteligência Icon 00 percent.png Loira = Burra, essa é uma lei da natureza
Plástica(s) Você acha que ela já veio assim de fábrica??? Sabe de nada, inocente
Vícios Se fazer de bonitinha coitadinha
Preferências
Livro Nuvola apps bookcase.png Manifesto Petista
Música Emblem-sound.svg.png Perereca suicida...
Prato Daqueles de diamante..
Filme qualquer um do Charles Chaplin
Time Já torceu pro Londrina, agora é para o São Paulo
Contacto
E-mail [email protected]
Website ?


Cquote1.png Você quis dizer: Barbie Petista Cquote2.png
Google sobre Gleisi Hoffmann
Cquote1.png Você quis dizer: Crazy Hoffmann Cquote2.png
Google sobre Gleisi Hoffmann
Cquote1.png Você quis dizer: Amante do Sapo Barbudo Cquote2.png
Google sobre Gleisi Hoffmann
Cquote1.png Você quis dizer: Efeitos da Falta de Rivotril Cquote2.png
Google sobre Gleisi Hoffmann
Cquote1.png "Gracinha!" Cquote2.png
Hebe Camargo sobre Gleisi Hoffmann
Cquote1.png "Estou amando loucamente/ a namoradinha de um amigo meu" Cquote2.png
Dilma sobre Gleisi Hoffmann
Cquote1.png "Já peguei!" Cquote2.png
Aécio sobre Gleisi Hoffmann
Cquote1.png "Eu também!" Cquote2.png
Lindberg Farias sobre Gleisi Hoffmann
Cquote1.png "Pela ordem, presidente! Isso é um absurdo!" Cquote2.png
Gleisi Hoffmann em toda e qualquer sessão do Senado em que ela esteja como Oposição

Gleisi "Lula" Hoffmann é uma grande mulher de um metro e cinquenta e nove de altura (quando usando sapatos com salto 14), que apesar do estado aparelhado, sempre perdia eleições para senadora, deputada e tals pelo Paranã porque sempre havia o comedor de mamona Requião e coisas do gênero masculino para lhe passar a perna (você leu a perna) e, apesar da rara boa vontade política, ela parecia que só tinha chance como vereadora, até que quando Palocci fez a roubalheira ficar tão evidente que não mais se poderia esconder a grana toda, mesmo que não seja em dinheiro vivo... Gleisi teve sua beleza competência reconhecida por Dilma.

Índice

BiografiaEditar

Gleisi sempre teve instinto de liderança e grande sabedoria desde seu concurso em que foi candidata ao concurso de miss Pré-escola Jacaré Feliz, o qual ela perdeu e, isso reforça sua vocação para cargos importantes e ditos masculinos. Mesmo linda e polaca loira (na verdade, semi-alemã... mas, com uma porção polaca sim!) neta bastarda de seu foragido e orgulhoso avó Werner "Heil Hitler" Hoffmann, fundador e chefe do partido nazista do Paraná (1934) com o qual se alinhava em pensamento ideológico, Gleisi queria mais era saber de coisas difíceis mas, não tanque e fogão destinado a todos os bastardos da prole do velho Werner, ou seja, achava, assim como todas as mulheres (como mesmo?), que era uma ótima idéia achar um marido rico e trouxa para ter uma tranquila vida de peruazinha mas, ela não podia esconder seus ideais atrás de joias e calcinhas de renda e, ainda tinha boas ideias para colocar em prática.

Seu início de mulher de vida pública começou mamando nas tetas do DCE da Unicuritiba, uma das tantas faculdades particulares "pagou, passou" de Curitiba, onde se formou em Esquerda Direito, com muito esmero, ao sacrificar horas de shopping centers para se dedicar a cola das provas e protestos contra a cor das cadeiras e mesas dos bares e botequins que regularmente frequentava, e loiras ter que usar calcinhas vermelhas enfiadas para seduzir os professores - para ela prá que calcinha? -, além das intensas reivindicações para o afastamento dos professores exigentes da faculdade, que se recusavam a dar notas máximas para loiras que lhes mostravam os peitos, solicitavam trabalhos difíceis que precisavam de ter de abrir um livro para responder, e cobravam presença nos diários de classe.

Após muitas ameaças de jubilamento pela faculdade, enfim, deram-lhe um diploma, foi aí quando decidiu entrar para a política, e para tal foi ver se dava para faturar uns cobres como vereadora pelo bairro Vila Pinto no suburbaço curitibano, e, com a facilidade de meter a mão no dinheiro, logo se apaixonou pala função e, por acaso, graças a abnegados que acreditaram na conversa mole daquela loira que nunca usava sutiã, até fizeram daquela vila de totalmente fodida ficar uns 60% decadente e 40% fodido (ou o contrário, não sei mais), o que foi de certa forma um feito, considerando-se as condições em que aquele buraco estava e o dinheiro que a Gleisi pôs no bolso, daí em diante ela desistiu de qualquer feito e se restringir apenas a surrupiar as verbas públicas. Essa última parte a deixou toda animada para obter cargos mais importantes financeiramente.

Nos tempos antanhos, quando ainda era jovem (é, parece que um dia ela foi jovem), notou que a política era mais especialidade do velho Requião, chegou a flertar diversas vezes com o senhor idoso para entrar nas maracutaias de seu partido, mas, por querer todo o dinheiro só para si ou por algum motivo obscuro não quis se associar ao partido dele, o então partido Puta Merda Deu Bosta - PMDB, hoje, simplesmente, o partido Merda De Bosta - MDB, aí não deu outra, não conseguiu se reeleger vereadora por quatro eleições seguidas, e punha culpa do seu insucesso nos correligionários de seu partido das Putas Tiranas - PT, eles, assim como a Gleisi, viviam (e vivem) na constante esquiva de ter que ganhar a vida sem registro algum na carteira de trabalho que, por sinal, continua nova até os dias atuais por nunca ter sido usada.

Verdade seja dita, o único que tinha boa vontade em apoiá-la era a bichinha gorda, Rafael Greca, mas os opositores ameaçaram expremer a fruta até sair todo sumo se ela não deixasse de apoiar a Gleisi, e mais uma vez ela perdeu o apoio da bichinha gorda e as eleições para a prefeitura de Curitiba.

Assim, a Gleisi tem o mais longo histórico de derrotas políticas, em eleições para deputada estadual e federal, prefeita de Curitiba e senadora pelo Paraná até conseguir ganhar em 2010, tendo em vista que o estado elegeu 2 senadores neste ano, ficando atrás do Requião no ranking. Neste tempo, exerceu diversas atividades em instituições geridas pelo governo do PT por conta da bondade dos seus padrinhos, na direção da Itaipú, secretarias administrativas no Mato Grosso do Sul e Londrina, entre outros cabides de emprego em que ela ocupou nos últimos anos até conquistar o maior dos cabides na Casa Civil.

Como típica brasileira que quer ganhar a vida mansamente não desiste nunca, assim não desanimou e, quando o Palocci deu um grande desfalque que não soube esconder como a maioria faz, forçou a presidente recém-eleita a demití-lo para evitar mais merda no ventilador contra o governo (vide o caso Mensalão), convenceu-o a deixar o cargo e, funcionou...agora, a preside(a)nta não sabia que criatura colocar no lugar, já que é difícil achar alguém sem personalidade, com rostinho bonito, patético e bobinho para reduzir o impacto dos escândalos do governo. Foi aí que se lembrou da beleza da paranaense Gleisi Hoffman e, apaixonada... pelo trabalho da moça, que lhe lembrou o seu (mas bem levemente), resolveu que Gleisi estava apta a ser Ministra da Casa Civil, ou pelo menos por enquanto, até a mídia abafar o caso, e ter que colocar o Palocci ou o Dirceu para chefiar o cafofo presidencial!

Trajetória PolíticaEditar

 
Na revista a Gleisi mostra porque foi muito bem lembrada pela Dilma para a sua nomeação na Casa Civil...
 
Gleisi atordoada com tantos objetos fálicos, grossos e cabeçudos nas proximidades de sua boca.
 
Gleisi bonitinha e ordinária.
  • 1980 - Candidata a carreira como freira, pois não queria trabalhar. Foi impedida pelo pai;
  • 1981 - Candidata a presidente da União Metropolitana dos Estudantes Secundaristas de Curitiba (Umesc), pelo CEFET (atual UTFPR) do Paraná. Perdeu a eleição, mas foi nomeada por desistência dos candidatos vencedores. Teve grande influência nos movimentos pela não obrigatoriedade do uso do jaleco na escola técnica, por achar brega as cores cinza e marrom;
  • 1982 - Candidata a presidente do Clube de Bocha de Curitiba, perdendo para o octagenário Luiz Paretto;
  • 1983 - Candidata ao Clube de Senhoras de Deputados do Paraná, onde perde para a moça do cafezinho Solange Machadão;
  • 1984 - Candidata a diretoria da Escolinha Primária Tia Paula, perdendo para a Tia Gertrudes;
  • 1987 - Ingressa como suplente no DCE das Faculdades Integradas Curitiba, atual Unicuritiba, onde teve grande influência pela adesão das cantinas com lanches naturais, sucos e croissants no seu cardápio de lanches;
  • 1988 - Casa-se com Paulo Bernardo, ex-ministro de planeja(u)mento do governo Lula e posteriormente ex-ministro das comunicações. Garantindo suas mordomias vitalícias, com a nomeação de diversos cargos na administração pública;
  • 1989 - Eleita assessora par(a)lamentar na Assembléia Legislativa do Paraná, integrando o seleto grupo de funcionários fantasmas da instituição, com participação ativa no recebimento de salários sem freqüência funcional e desenvolvimento do cabidão de empregos da casa, com a colocação dos seus parentes;
  • 1990 - Eleita assessora parlamentar na Câmara Municipal de Vereadores de Curitiba, exercendo a mesma função de laranja da casa, pelo gabinete do vereador Jorge Samek, que posteriormente lhe indica para a Itaipú, quando perde a eleição para vereador e consegue uma "boquinha" na binacional, graças ao tio Lula;
  • 1992 até 1998 - Tira férias, após seu exaustivo trabalho nos órgão legislativo do Paraná e de Curitiba;
  • 1999 - Eleita 3ª secretária substituta de Reestruturação Administrativa, no Mato Grosso do Sul, durante a gestão do Zeca do PT, onde fez intensos investimentos na mobília da secretaria (e de seu apartamento de cobertura em São Paulo), implantação de chá-inglês com torradas às 17:00hs e de salão de beleza para assuntos especiais na sua gestão;
  • 2001 - Eleita 5ª secretária suplente de Gestão Pública da prefeitura de Londrina, onde realizou importantes licitações para compra de bolsas, sapatos, botas e blazers na composição da sua secretaria;
  • 2002 - Eleita 3ª sub-secretária para assuntos protocolares pelo seu compadre Jorge Samek, toma posse como diretora financeira da Usina hidrelétrica de Itaipu, onde permaneceu até 2006, tendo destaque neste período o apagão que a usina sofreu por conta da falta de investimentos em geração e distribuição de energia, condenando o fornecimento de eletricidade de todo o Sudeste e o Nordeste do Brasil pelos desfalques financeiros que a instituição sofreu nesta época;
  • 2003 - Candidata a síndica do condomínio onde mora, mas perde para a socielyte Naomy de Cardoso Alvarenga;
  • 2004 - Candidata a deputada estadual, perdendo na última colocação das vagas para o João da Borracharia;
  • 2005 - Candidata a presidência do Gracyosa Country Club, onde perde para o Gracyliano Pimpão;
  • 2006 - Candidata a governadora do Paraná, perdendo para o comedor de mamona Roberto Requião;
  • 2007 - Eleita presidente do PT do Paraná, onde atuou na escolha e classificação do marketing do partido, selecionando as cores e slogans das campanha no estado;
  • 2008 - Candidata a prefeitura de Curitiba, onde perdeu as eleições para Beto Richa;
  • 2010 - Eleita senadora pelo Paraná, ficando classificada em segundo lugar, atrás do Requião, mas tomando posse por conta da nomeação de dois senadores no estado (e graças ao caixa 2 do PT);
  • 2011 - Nomeada Ministra Chefe da Casa Civil, graças ao pedido de demissão de Antônio Palocci por corrupção, e necessidade da preside(a)nta Dilma Rousseff, que precisa de um rostinho bonito para acalmar os jornalistas, enquanto ela aquece a cadeira com o seu traseiro siliconado até o Dirceu ou o Palocci retomarem a posse na Casa Civil. O que nunca aconteceu, pois, eles ficaram presos em compromissos em suas respectivas penitenciárias cumprindo longas condenações por dezenas de crimes.
  • 2019 - Foi prestigiar a posse de mais um ditador, desta vez o bolivariano Nicolas Maduro da republiqueta de bananas da Venezuela.
PROCURADO

 

Gleisi Hoffmann é procurado por crimes contra
a sociedade e é extremamente perigoso.

Procurado vivo ou morto (de preferência morto).
Recompensa: Uma medalha da Lava Jato


Extra, ExtraEditar

  • A Gleisi Hoffmann anda com um humor pior do que do Seu Lunga desde que deixou de mamar nas tetas do Ministério da Casa Civil da presidanta Dilma.
  • Gleisi Hoffmann vai pedir auditoria bilionária da auditoria milionária da caixa-preta do BNDES
  • Gleisi Hoffmann faz nova plástica e coloca no seu Tinder que agora tem 27 ânus.
  • Para Gleisi Hoffmann governo não deve mudar, vai continuar em Brasília mesmo.
  • Fé demais, Gleisi Hoffmann vira evangélica e disse que de agora em diante não vai mais por chifre no seu marido corno sem ele saber, vamos conferir!
  • A Gleisi Hoffmann diz que prefere a bíblia evangélica compacta, ela é muito útil, por exemplo, ela emprestou a dela ao Lula para ele calçar uma mesa que estava bamba lá no sítio dele em Atibaia.
  • Gleisi Hoffmann chama o Bolsonaro de aprendiz de bandido e que vai lançar a candidatura do Lula à presidência, pois, chega de amadorismo.
  • Gleisi Hoffmann, presidanta do PT, afirma que o Dino da Silva Sauro vai ser cabeça de chapa em sua organização criminosa legenda nas eleições vindouras.
  • Gleisi Hoffmann diz que seu cirurgião plástico não se inspirou no Michael Jackson para diminuir o seu nariz, foi no de Peter Pan da Disney. A razão da cirurgia foi porque o seu nariz tinha crescido muito desde que ela se tornou política.
  • Gleisi Hoffmann vai investir em inteligência artificial, vai pintar o seu cabelo de preto.

Ver também, se quiserEditar


  Conheça também a versão oposta de Gleisi Hoffmann no Mundo do Contra:

 
  Este artigo trata de uma personalidade mortalmente,
putaqueparivelmente e filhadaputamente odiada!
E não deve ser digno(a) nem da merda que caga!

Conheça outros filhos da puta clicando aqui.