Abrir menu principal

Desciclopédia β

Gnjilane

Bandeira da Islandia (1918 e 1944).png Este artigo é GELAAAAAADO!

Mamutes vigiam o artigo, então vá pra casa, coloque um casaco e beba um chocolate-quente. Cuidado com o Yeti e não lute contra Kula Diamond!


Gnjilane(Gliciane em albanês, e Gnijiinownubcbbla em kosovita), é o distrito mais frio de Kosovo.

Índice

HistóriaEditar

 
Litoral de Gnjilane

Gnjilane, aparentemente, foi colonizado por bonecos de neve sévios. Aparentemente porque não se sabe se o distrito foi colonizado ou invadido, já que antes era só uma vastidão desértica de gelo. Mas pouco importa, porque Gnjilane nunca foi muito importante para a Sérvia. A região demorou bastante para se desenvolver, visto que a coisa mais numerosa que havia por lá era gelo. Por isso, desde o começo os bonecos de neve receberam uma grande ajuda da Rússia, que pretendia incorporá-lo ao seu território. Contudo, depois de um tempo, a Rússia percebeu a enrascada que tinha se metido, e abandonou o projeto gnjilaneano. Os bonecos de neve não se deixaram abater, e procuraram a ajuda internacional, recebendo a ajuda de países importantes, como Rockall, o Império Aericano e relacionados. Mas essas nações importantíssimas também deixaram de ajudar Gnjilane, que acabou ficando sozinho no mundo. Contudo, Kosovo, em sua busca por identidade nacional, aceitou ficar com Gnjilane, mesmo que ninguém aceitasse morar lá, e que a identidade nacional se baseasse em tomar posse de ex-províncias sérvias.

EtniaEditar

Com o esforço do governo de Kosovo, a população humana em Gnjilane começou a crescer, em detrimento dos bonecos de neve pioneiros. Atualmente, o governo também tenta aumentar a populaçao animal, levando cearenses, bahianos e demais nordestinos jumentos, cavalos e etc.

Composição ÉtnicaEditar

  • 50% - pessoas humanas.
  • 50% - neve.
  • 32% - bonecos de neve
  • 20% e crescendo - animais.

EconomiaEditar

A economia de Gnjilane depende das exportações de gelo para países tropicais a preços bem baixos. O Brasil é um dos beneficiados de um acordo internacional envolvendo países latrino-americanos e africanos.