Abrir menu principal

Desciclopédia β

Going to California

Este artigo é sobre um HIT!

É uma música chata, repetitiva e seu vizinho adora. SOLTE O SOM!

Music madonna.jpg
Andréia Albertini, a "rainha sem rei" citada em Going to California

Cquote1.png Experimente também: Desciclocity, Califórnia Cquote2.png
Sugestão do Google para Going to California

Going to California é uma música da banda Led Zeppelin. É a penúltma faixa do quarto álbum (Led Zeppelin IV) desta banda.

Jimmy Page e Robert Plant viajavam para Los Angeles, California, quando compuseram tal música. O objetivo da viagem participar de uma suruba, mas acabaram como destaque no desfile do Dia do Orgulho Gay de 1970.

Inspirados pelo momento, Plant cristalizou tais emoções na letra da canção.


Análise da letraEditar

Verso Letra Tradução Comentários
Primeiro

Spent my days with a woman unkind,
Smoked my stuff and drank all my wine.
Made up my mind to make a new start,
Going to california with an aching in my heart.

Gastei meus dias com uma mulher indelicada
Fumei meus bagulhos e bebi todo meu vinho
Decidi tentar um novo começo
Indo para a Califórnia com uma dor no meu coração

Nota-se aqui, o chifre tomado por Plant, da "mulher indelicada". Plant tentou afogar as mágoas enchendo a cara e cheirando gatinhos. Com isso não resolve, decide partir para Califórnia.
Segundo

Someone told me theres a girl out there
With love in her eyes and flowers in her hair.
Took my chances on a big jet plane,
Never let them tell you that theyre all the same.

Alguém me disse que há uma garota por lá
Com amor em seus olhos e flores em seu cabelo
Arrisquei minhas chances em um grande avião a jato
Nunca os deixe dizer que elas são todas iguais

A princípio, Plant tem notícia de uma "garota", bastante "amável" e decide arriscar, mesmo tendo medo de avião.
Terceiro

The sea was red and the sky was grey,
Wondered how tomorrow could ever follow today.
The mountains and the canyons started to tremble and shake
As the children of the sun began to awake.

O mar estava vermelho e o céu estava cinza
Eu me perguntava como o amanhã poderia seguir o hoje
As montanhas e os canyons
Começaram a tremer e sacudir
Conforme as crianças do sol começavam a despertar

Plant lambeu uns selos no banheiro do avião. Ainda assim ele percebia que isso ia dar merda. A confusão de imagens era a mistura da turbulência, mal tempo e bad trip
Quarto

Seems that the wrath of the gods
Got a punch on the nose and it started to flow;
I think I might be sinking.
Throw me a line if I reach it in time
I'll meet you up there where the path
Runs straight and high.

Parece que a ira dos deuses
Tomou um soco no nariz e começou a sangrar
Acho que talvez eu esteja afundando
Me jogue uma corda, se eu alcançá-la a tempo
Eu te encontrarei lá em cima onde o caminho
Segue para o alto e avante

Ao tentar sair do banheiro, Plant bate com a cara no trinco da porta. Chapado, imagina que tomou um soco sobrenatural. Cai no vaso e pensa estar se afogando. Pede ajuda ao Superman
Quinto

To find a queen without a king;
They say she plays guitar and cries and sings.
La la la la
Ride a white mare in the footsteps of dawn
Tryin to find a woman whos never, never, never been born.
Standing on a hill in my mountain of dreams,
Telling myself its not as hard, hard, hard as it seems.

Para encontrar uma rainha sem um rei
Dizem que ela toca violão e chora e canta
La la la la
Monto uma égua branca nas pegadas da alvorada
Tentando encontrar uma mulher
Que nunca, nunca, nunca nasceu
De pé em uma colina na minha montanha de sonhos
Dizendo a mim mesmo (que)
Isso não é tão difícil, difícil, difícil quanto parece

Chegando a Califórnia, Plant encontra uma drag queen (rainha sem rei), faz um sexo animal com ela, pensando ser uma mulher ("Monto uma égua branca"). Tenta encontra uma mulher que "nunca nasceu", é quando percebe estar com um traveco sobre uma "montanha de sonhos" (o carro alegórico da Parada Gay) e acaba convencido de que não foi tão ruim assim

Ver tambémEditar