Abrir menu principal

Desciclopédia β

Grajaú

Nota: Este artigo fala de um município maranhense no meio do nada, para outros significados consulte Grajaú (desambiguação).


Grajaú é uma cidade maranhense (estado mais conhecido como Sarneylândia) que não possui relevância para a humanidade, mas que infelizmente existe então é preciso falar dela.

Índice

HistóriaEditar

 
Pacata rua de Grajaú, cuja ausência total de reformas é justificada como "preservação da história cultural".

Cidade fundada há uns 500 anos, a prova disso é só ir até lá para perceber que não mudou nada.

EconomiaEditar

Na economia a cidade de Grajaú é muito conhecida pela participação de associações de todos os tipos, todas usadas para mamar na teta do governo estadual, as mais famosas são: Associação Sarney; Associação Sarney Filho; Associação Rosinha Sarney; Associação Sarney Guajajara.

A cidade é também um pólo da agricultura familiar onde facilmente você consegue mandar comprar produtos em outras cidades. A cidade também é um pólo gesseiro mas o que faz sucesso mesmo não é o pó branco e sim os galhinhos e folhas verdes da "paz" plantadas pelos índios.

Por ter duas igrejas que são maiores que 3 metros de altura e algumas ruas pavimentadas, os habitantes de Grajaú se convenceram de que moram numa cidade grande, rica e próspera, ainda mais quando as cidades vizinhas são verdadeiros sertões abandonados. Por isso apesar de todo o atraso visto, a cidade continua crescendo em população.

CulturaEditar

O idioma oficial é o Guajajara, e a segunda língua é o português que foi ensinada pelo Cacique Afonsinho que era um jesuíta que se casou com uma índia da região.

A cidade é muito conhecida por sua efervescência cultural e já teve uns dois poetas e uns três músicos famosos nas dez aldeias indígenas da região. A música mais famosa é sobre um pescador que amaaaavaaaa segurar uma vara durante dias para navegar pelo rio "O Vareiro".

LazerEditar

O local mais famoso na cidade é a catedral ao deus Baco, onde os índios fazem umas fogueiras com umas ervas mucho locas, a festa mais famosa é a parada gay conhecida como Lady´s Fest que acontece anualmente e uma grande quantidade de habitantes se engaja de forma bastante empolgada.

TurismoEditar

A cidade é muito famosa pela forma como homens casados se "doam" para os outros, pela delicadeza de seus habitantes. Quando chega um turista novo é realizada uma competição onde homens e mulheres, como em uma batalha, puxam, uns os cabelos dos outros pelo direito de cortejar o visitante.