Abrir menu principal

Desciclopédia β

Gralha Adelaide

Cquote1.png Você quis dizer: Louro José Cquote2.png
Google sobre Gralha Adelaide
Cquote1.png Cara, como ela pertuba, vou vazar daqui agora mesmo! Cquote2.png
A Gralha mãe abandonando a Gralha Adelaide
Cquote1.png Este eu nem precisei usar a minha magia para fazer ela falar. Cquote2.png
Bruxa Morgana sobre Gralha Adelaide
Cquote1.png Eu adoro ouvir as mentiras que a Morgana conta poara mim. Cquote2.png
Gralha Adelaide sobre histórias do Mundo que a Bruxa Morgana conta

A Gralha Adelaide é uma gralha falante.

Suas origensEditar

 
Adelaide e sua dona.

Abandonada pela mãe por ela falar demais ela começou a sobreviver com lixos, já que ela não gostava de caçar minhocas como fazia as outras espécies. Nessa época, ela viu a Morgana dando comida aos pombos onde tentou pegar toda a comida, mas por fracasso pois a Bruxa Morgana soltou um feitiço para paralisa-la. Mas a coitadinha tinha tanta fome que nem medo sentia, onde após a Morgana da um pouco de sua comida que tava dando aos pombinhos, ela comeu praticamente tudo. A Morgana gostou tanto dela que a tornou o seu mascote número um vivendo bem no alto da Torre do Castelo, onde apenas o Dr. Victor podia ir lá quando precisavam estar as sós com a Morgana.

O que ela faz de importante no casteloEditar

Ela não faz porra nenhuma por lá, a não ser ter que aturar as histórinhas da Morgana que ela conta, como a queda egipcios, o afundamento de Atlantida, a descoberta de outras terras além dos oceanos e alguns personagens históricos famosos como Adolf Hitler, George W. Bush, Saddan Hussien... entre outras história.

Mas ela já teve uma importância maior num episódio em que a Morgana levou toda a turma a um Zoológico para conhecer os animais que não falavam, quando a Gralha Adelaide e os demais bichos do castelo se escondeu-se na cesta só para depois a Bruxa usar a magia nela para teletransporta-la no castelo de volta, onde após os demais voltarem ao castelo, a Morgana castigou a Gralha, fazendo com que ela fique muda por uma semana inteira, assim como o Nino ficou uma vez.