Grateful Dead

Vw bus hippie (kombi hippie).jpg

Este artigo é hippie!!!
Ou seja, ele usa uma roupa esquisita, compete com Fidel no tamanho da barba e usa um óculos rosinha. Se você não come tofu, não curte a natureza, não liga para a filosofia de paz e amor e ignora o aviso de "não pise a grama" é melhor não ler.
Mas se estragar, a natureza vai se vingar!!

Grateful Dead
Grateful dead 130.jpg
Jerry Garcia antes de conhecer a "morte"
Origem San Francisco
País EUA
Período Psicodélico
Gênero(s) Rock Country
Gravadora(s) Warner Brothers
Integrante(s) Jerry Garcia
Bob Weir
Ron McKernan
Phil Lesh
Bill Kreutzmann
Keith Godchaux
Donna Jean
Ex-integrante(s) {{{exintegrantes}}}
Site oficial {{{site}}}
Grateful dead 050.gif

Cquote1.svg Você quis dizer: Mortos Gratos Cquote2.svg
Google sobre Grateful Dead
Cquote1.svg Você quis dizer: Banda do Tio João Cquote2.svg
Google sobre Grateful Dead
Cquote1.svg Você quis dizer: Crosby, Still & Nash Cquote2.svg
Google sobre Grateful Dead
Cquote1.svg Quem? Cquote2.svg
pagodeiro sobre Grateful Dead
Cquote1.svg São os pais do Drug Music Cquote2.svg
Alguém sobre Greatful Dead
Cquote1.svg Você quis dizer Psicodelic Music... Cquote2.svg
Entendido sobre Greatful Dead
Cquote1.svg Eu tenho medo... Cquote2.svg
Agorofóbica sobre Grateful Dead

Mushroom.gif

Os Gratos pela Morte é uma banda que surgiu em São Francisco no final dos anos 60. Suas músicas são compostas à base de LSD, maconha, um pouco de cocaína e baldes de bebida. Os Gratos Mortos são o exemplo do tipo de "música espacial", ou seja, música feita para astronautas ou feitas em gravidade zero. Os fãs do Grateful Dead são conhecidos como "Deadhead s" e são conhecidos por viverem chapados de haxixe e doidos de ácido lisérgico.

Grateful Dead 06.gif

FormaçãoEditar

 
Integrante do Gratful Dead

O Grateful Dead começou sua carreira como Warlocks em 1965. Os fundadores foram Jerry Garcia (guitarra, pandeiro e vocal), Bob Weir (guitarra, zabumba e vocais), Ron McKernan (teclado, gaita, triângulo e vocais), Phil Lesh (baixo), tamborim e vocais), e Bill Kreutzmann (bateria e chocalho) a partir dos restos da banda de Charles Manson. Depois de Charles Manson e sua família matarem uma galera de gente eles mudam o nome para Grateful Dead e fazem o primeiro show em algum lugar da Califórnia.

Carreira (1967-1995)Editar

O primeiro grande show foi em 1967 com o Hare Krishna Bhaktivedanta Swami e com Janis Joplin, e ao final do show todos foram presos com LSD e maconha e mesmo assim foi lançado o primeiro LP da banda,The Grateful Dead (álbum). Foi lançado pela Warner Brothers e Keith Godchaux (teclado, acordeon e reco-reco) e uma prostituta chamada Donna Jean (vocais, apito, bongô e cuíca) juntaram-se ao Grateful Dead. E assim eles lançam alguns álbuns e estouram no mundo. Fazem turnê mundial lançam discos ao vivo e então, durante a turnê no final de 1973, eles começam a cheirar cocaína e acabam tendo agorafobia e antropofobia, mas mesmo assim eles continuam fazendo músicas até o fim dos anos 80 e todos ficam velhos e barrigudos, o vocalista principal morre e de vez em quando o resto da banda se reúne em algum lugar para fumar maconha e relembrar os velhos tempos.

AtualmenteEditar

Em 2003, o que sobrou da banda se reuniu e mudaram o nome da banda para The Dead e eles fizeram shows para a campanha de Obama para presidente, mas o que eles queriam mesmo era pregar a legalização da maconha nos EUA.

Estilo musicalEditar

Grateful Dead foi formado na época em que bandas como The Beatles, The Beach Boys e Rolling Stones estavam dominando as paradas e o Grateful Dead estabeleceu a música psicodélica antes de qualquer um deles. Enquanto a maioria ensaia um show padrão que é repetido noite após noite em cidade após a cidade, o Grateful Dead usava uma seleção de música variada e improvisada que só foi capaz de ser alcançada com muito haxixe, LSD e cocaína.

DiscografiaEditar

  • Os Mortos Gratos
  • O Hino do Sol
  • KKKKKKKKKKKKKKJ
  • Morto ou Vivo (gravação ao vivo de uma brincadeira de morto ou vivo)
  • O Trabalhador Morreu
  • Beleza Americana (não confundir com aquele filme lá)
  • Fodendo o Crânio (uma orgia no IML gravada ao vivo)
  • Europa 72 (ao vivo na Europa (duh))
  • A Enchente Acordou
  • Do Hotel de Marte
  • Pagode pra Alá (Gravado em conjunto com o Só pra Contrariar)
  • Roubar sua Cara
  • Estação de Terapia
  • Estrada com Tremedeira
  • Ir Pro Céu
  • No Escurinho (tem aquela lá que geral conhece)
  • Feito pra Durar (último deles, ironicamente)