Abrir menu principal

Desciclopédia β

Haia é a capital política dos Países Baixos (pois a capital prostitutística é Amsterdã). É também a capital da Holanda do Sul e das piadas sem graça.

HistóriaEditar

 
Princesa Paty II da Laranjada Neerlandesa em seu palácio em algum lugar de Haia.

Haia foi fundada em 1240 por Dona Florinda IV que, aversa ao liberalismo que ocorria em Amsterdã com aquela coisa de maconha, prostituição e tamancos liberados, para moralizar os Países Baixos decide fundar uma cidade conservadora repleta de palácios enormes para reunir a burguesia mundial para debater reformas nos planos de dominação mundial promovidos pela Europa.

No século XVI Haia foi invadido por uma mulambada e por isso transformada na capital do Flamengo, mas como o título de 1989 é reconhecido para o Sport, a Seleção Neerlandesa de Futebol liderada por Johan Cruijff expulsa os flamenguistas e ganha o tri-vice mundial se tornando a maior seleção amarelona do mundo. Porém o amarelo deu uma desbotada com o passar dos anos ficando ligeiramente laranja dando assim origem ao brasão da Casa dos Orange, a maior e mais antiga indústria de sucos Tang sabor laranja do mundo, sediada em Haia que governa a Holanda.

Essa indústria de sucos é comandada por 5 maçons, 5 illuminatis e 1 arauto de Cthulhu. É essa liga que se reúne todo final do mês junto com Pinky e Cérebro no Palácio Noordeinde para coordenar novos planos de manutenção das políticas internacionais para favorecerem a si próprios. Sabendo disso, a Pérsia declarou guerra contra o planeta Terra e a humanidade como tentativa de destruir Haia.

PolíticaEditar

É em Haia que estão o Häagen-Dazs (Câmara dos Estados Gerais), o Heinz® der Nederland (Suprema Corte) e o Raad van Nistelrooy (Conselho do Estado), formando assim a sede da administração pública neerlandesa.

Como Haia tem muitos bordéis de luxo, cyber-cafés luxuosos e um imenso lago de hidromassagem, a cidade é sempre escolhida como sede de reuniões internacionais para a realização de Convenções da Haia que decidem o destino e embargo aplicado naqueles que são contra as vontades impostas pelo imperialismo ocidental.

É sede de muitas ONGs internacionais, como a Organização das Nações e Povos Não Representados, a Organização para a Proibição de Armas Químicas, a Organização de Defesa contra Mafagafos aos Povos não Portadores de Pringles e a Suposta Organização dos Supostos Territórios Tuvaluanos do Acre.

É também em Haia que estão diversos tribunais internacionais como o Tribunal de Arbitragem Permanente, o Tribunal Internacional de Justiça, o Tribunal Penal Internacional para a ex-Iugoslávia, a Corte Penal Internacional, o Tribunal de Pequenas Causas dos Golpes de Estado Africanos, o Tribunal do Jihad Islâmico e o Tribunal do Meu Pau de Óculos.

TurismoEditar

Quando você vai para a Haia, você pode visitar o Gemeentemuseum, os Palácios Grote Kerk, o Stadhuis e a Gevangenpoort, e assim se registrar como um autêntico nerd, que podendo visitar o Red Light District em Amsterdã, preferiu ir para Haia assistir convenções, tribunais, reuniões internacionais e essa chatice toda.