Abrir menu principal

Desciclopédia β

Henrietta Hewitt

Família Sawyer.jpg Este artigo é CANIBAL!

Este artigo está relacionado com canibalismo. Isso significa que ele(a) se
alimenta dos seus semelhantes e provavelmente é um Serial Killer.

Vida longa ao Holocausto Canibal!


250px-Wario WWare.gif Este artigo é sobre um personagem secundário!

Quase ninguém sabe da existência deste zé ruela que só serve pra encher linguiça na trama e provavelmente está morto. Se bobear, nem no Google tá!

Clique aqui para ver gente que só fãs alienados conhecem.

Henrietta Hewitt é uma personagem sem importância, criada apenas para encher linguiça no filme O Massacre da Serra Elétrica (remake). Inexistente no filme original, se não existisse neste remake, Henrietta não faria nenhuma falta. Aparecendo por 2 minutos, a única coisa que ela fez foi dar um pouco de carne humana para um bebê, que ela tinha roubado de uma loirinha que tinha conseguido escapar da motosserra de Leatherface. Nem para drogar Erin Hardesty ela serviu, sendo que, quem teve que realizar esta missão foi Tea Lady Hewitt, que nem aguentava andar.

Índice

HistóriaEditar

PassadoEditar

Personagens deste calibre não tem passado (e muito menos futuro). Henrietta foi criada em 5 minutos, apenas para prencher o vazio da cena e abrir a porta do trailer para a desesperada Erin Hardesty entrar, afinal, a Tea Lady Hewitt não aguentava se levantar da cadeira, devido aos 400 quilos. Resumo da ópera, Henrietta não possui importância alguma para a história, e poderia ser substituída por um chimpanzé amestrado.

PresenteEditar

Roubo do bebêEditar

 
Henrietta com o bebê roubado. Ainda estamos tentando descobrir se ele(a) é homem ou mulher.

Em um dia como qualquer outro, Henrietta estava olhando para as nuvens, pois não tinha nada para fazer. Como morava no meio do nada, em uma casa no interiorzão do Texas, a única diversão de Henrietta era ficar olhando as bolinhas de feno correrem na estrada regional, em que não passava sequer um carro há mais de 200 anos.

Nesta mesmice, Henrietta achava que este seria um dia como qualquer outro, porém, ela foi surpreendida quando um grupo de jovens em uma kombi apontou no horizonte. Alegre com aquilo, pois finalmente coneguiria tirar a barriga da miséria, comendo carne humana fresca de adolescentes, Henrietta foi logo avisar do acontecimento para seu irmão que dá as cartas na família Sawyer/Hewitt, Charlie Hewitt, para ele capturar aquela galera. Como estava muito ocupado enchendo a cara, Charlie encheu a cara de Henrietta de bolachas, para ela aprender a não interrompê-lo em seu momento de diversão. Depois de alguns minutos, já sóbrio (ou algo próximo disso), Charlie mandou Leatherface capturar os adolescentes, fatiá-los, desossá-los e ir botando na panela.

 
Mesmo após ter virado uma atriz de Hollywood e de ter feito 42 plásticas para melhorar a cara, Henrietta continuou sendo uma grande degustadora de carne humana. A diferença é que agora ela está mais chique, e só come a carne temperada com vinho.

Como para Leatherface missão dada é missão cumprida, ele rapidamente capturou 80% dos jovens, e jogou o corpo deles dentro do abatedouro, para depois temperá-los e começar a preparar o jantar. Porém, como de costume, Leatherface não conseguiu capturar a protagonista loira, pois ela era rápida pra caramba, mesmo carregando seu bebê recém-nascido.

Apesar de não ter conseguido matar a loira, Leatherface conseguiu pegar o bebê, e esperava fazer uma sobremesa com ele. Porém, antes de Leatherface matar a criança, apareceu Henrietta, e disse que era melhor cuidar daquela criança, e matá-la apenas quando ela estivesse grande, pois assim sua carne alimentaria a família inteira. Então, Henrietta começou a cuidar do bebê com todo o carinho, alimentando-o de hora em hora com carne humana da melhor qualidade, pois só assim ele atingiria os 200 quilos e daria uma refeição completa.

Participação na cronologiaEditar

Tão mínima que nem mereceria menção. Na verdade, a única coisa que ela fez foi abrir a porta do trailer para a desesperada da Erin Hardesty entrar, e descansar um pouco. Depois, ela conversou um pouco com a protagonista, disse algumas abobrinhas sem sentido e foi dar um pouco de carne humana para seu bebê, que tinha acordado. Como Henrietta é uma inútil, a missão principal, de drogar a protagonista, ficou por conta de Tea Lady Hewitt, que cumpriu seu objetivo dando um chazinho batizado para Erin.

Depois disso, Henrietta faz uma pequena aparição no final do filme, gritando desesperada quando percebe que a imortal Erin Hardesty roubou o seu bebê.

TrivialidadesEditar

  • Por ser a rejeitada da Família Sawyer/Hewitt, Henrietta não mora no casarão, e sim no trailer, junto de Tea Lady Hewitt. Ou seja, é ela quem troca as fraldas da velha, que não consegue mais se mexer devido a obesidade mórbida.


v d e h
BUUUUUZZZZZZZZZZZZZZ!!! O Massacre da Serra Elétrica...