Abrir menu principal

Desciclopédia β

Higienópolis (Rio de Janeiro)

Bandeira rj.jpg Coé, merhmão, eshte arhtchigo eh CARIOCA!

Não vandalize, senão a chapa vai ficarh quentche, cara. Agora deixa eu irh na praia pegarh um bronze nesse sol de 50 graush, comendo unsh bishcoitosh.

NewBouncywikilogo.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Higienópolis (Rio de Janeiro).

Cquote1.png Você quis dizer: Bonsucesso Cquote2.png
Google sobre Higienópolis
Cquote1.png Conhece Bonsucesso? Fica pertinho... Cquote2.png
Morador de Higienópolis sobre Higienópolis
Cquote1.png Na União Soviética, Higienópolis não conhece VOCÊ!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Higienópolis


Higienópolis é um bairro da Cidade do Rio de Janeiro, foi idealizado para ser um condomínio de pobres, tamanha a pose de seus habitantes de eras remotas. A ideia era cercar aquele pequenino lote de terra, formando uma também pequenina comunidade. Porém, com a proximidade de tantas favelas, acabou por se tornar um mero território de Bonsucesso, servindo apenas para rota de fuga dos traficantes dos Complexos do Alemão e da Maré em suas aventuras eletrizantes contra os tiras da pesada da 22º BPM (Maré).

Seus limites são confusos, uma vez que com 4 ou 5 passos você já está fora do bairro, independentemente da direção que siga, chegando à Bonsucesso, Del Castilho, Manguinhos, Jacarezinho, Complexo do Alemão, Inhaúma ou Maria da Graça. Aliás... Higienópolis existe apenas no imaginário de seus moradores, pois sua área na verdade faz parte dos bairros acima, respeitando o quinhão de cada um.

Faz parte da chamada ZONA da Leopoldina, devido às perversões do tempo do Império, mas quem vive por lá se diz da Zona Norte. O higienopolitano busca incansavelmente parecer superior, uma tentativa inútil.

Índice

HistóriaEditar

Foi confirmado que as terras eram mesmo de Xico Botelho Pinto, um fazendeiro impiedoso, que trabalhava sobre o sangue de suas mulheres. Era um gozador, cagava e andava para o que diziam e sempre estava pronto para jogar merda no ventilador. Daí o nome Higienópolis, uma utopia dos habitantes da época, na tentativa de limpar definitivamente o local de toda a sujeira causada pelo Xico.

 
Lotérica de Higienópolis

Pontos TurísticosEditar

  • Lotérica (único estabelecimento com o nome do bairro)
  • Saída 07 da Linha Amarela
  • Mercado Pexinchete (e suas simpáticas funcionárias que arremessam seu troco e rasgam suas bolsas!)
  • 21ª DP (Bonsucesso)
  • Colégio Santa Mônica (Unidade Bonsucesso)
  • Rua Ibi, do seu topo os higienopolitanos veem o Cristo Redentor e as antenas de transmissão de TV a quilômetros de distância
  • Praça Santa Mariana e lan house Amacena Cyber, points de vagabundos que não estudam e nem trabalham.
  • Sinucão - onde se encontram a nata da sociedade higienopolitada, de onde os playboys de bairro, fazem sua parada com seus carros, conversando sobre suas conquistas (mentiras), ponto de encontro tambem de (idiotas) motoqueiros e suas motos envenenadas descendo a pela linha amarela, Estrada Velha da Pavuna e Darke de Matos, fazendo barulho e com uma melancia na cabeça, um abacaxi entre o rabo e vestidos de Carmem Miranda, não sabemos bem; se com intuito de aparecer para alguem ou virar capa da revista G Magazine. Há estudiosos que defendem a teoria de que a potência dos carros e das motos é diretamente proporcional a impotência dos donos.
  • Padaria e Pizzaria - Bela Grécia - antigo Pãozão - onde a freguesia saem no tapa para comer o frango assado! Disputado com unhas e dentes.
  • Rio Faria-Timbó em suas aguás navegáveis pelos onibus 917 e 679 em dia de chuva
  • O Relevo - em dias de chuva são excelentes pontos de Rafting pelas corredeiras que descem pelas Ruas Andiára, Francisco de Medeiros, Frederico de Albuquerque e Ibi
  • Colégios Dom Joao, Orozimbo Nonato e Olavo Bilac - onde se formam os melhores Gerentes (Vapores, Olheiros, Aviões e Frentes)
  • Mercado Bela Grécia - Mercadinho localizado na esquina da Darke de Matos, para compras rápidas! Rápidas porque o cheiro que sai de dentro é muito estranho, então seja breve ao passar por lá!

Linha AmarelaEditar

O único motivo de orgulho (?) dos higienopolitanos. Eles simplesmente se gabam pelo fato de ter o bairro cortado pela Linha Amarela. Aliás, pesquisas recentes mostram que a via 'corta' o bairro, não apenas delimitando sua área como era imaginado. Desta forma a saída 07 sentido Centro/Fundão pertence à área menos ruim de Higienópolis, enquanto a saída 07 sentido Barra/Recreio pertence a área pré-Itararé do bairro.

Estima-se atualmente que 85% das pessoas que transitam naquele trecho da Linha Amarela desconhecem Higienópolis. Outros 14,99% foram assaltados na Linha Amarela, Avenida Brasil, bairros próximos e acabaram descobrindo onde estavam na delegacia que fica na região. Estima-se que apenas 0,01 sejam moradores e/ou parentes ou pessoas que simplesmente confundiram com o bairro homônimo de São Paulo/SP.

ReferênciasEditar

Não existem referências em local algum sobre o bairro, uma vez que este não possui estação de trem ou metrô, não possui ponto terminal de nenhuma linha de ônibus e não abriga nenhuma construção que desperte interesse. As que estão mais próximas usam nomes de outros bairros, reforçando mais uma vez a teoria de inexistência do bairro.

Higienópolis está para a Cidade do Rio de Janeiro, assim como o Acre está para o Brasil.

Recentemente, em solidariedade aos habitantes de Higienópolis, duas empresas de ônibus citaram o bairro como passagem de duas linhas, uma de cada. Foram elas: 241 (Taquara x Praça Mauá) - Empresa Barra e 696A (Del Castilho x Fundão) - Empresa Ideal.

Mas devido a mudanças nas linhas em 2011 as referências foram sumariamente apagadas, causando impacto grave na autoestima dos habitantes.

TransporteEditar

A locomoção se dá, na maioria das vezes, de carro. Como foi dito anteriormente o bairro possui um sistema viário e de transporte típico de mera passagem. A estação de trem fica em Bonsucesso e a do Metrô em Maria da Graça ou Del Castilho (Shopping Nova América). Todos os meios de transportes já passam por lá lotados nos horários de pico e não circulam à noite devido ao risco de morte que os funcionarios das empresas correm, obrigando o higienopolitano a se utilizar de meios letais ilegais, tais como Kombi e Vans piratas, caronas com vizinhos metidos ou se arriscar em ir pendurado do lado de fora da condução.

Bairro ParasitaEditar

Higienópolis quer gozar com a pica dos outros. Se gaba de ter transporte, lazer e segurança. Mas nenhum dos itens são pertecentes ao bairro.

  • Vejamos novamente:
    • Estação Metroviária - Maria da Graça ou Del Castilho (Shopping Nova América)
    • 21ª Delagacia Policial - Bonsucesso
    • Estação Ferroviária - Bonsucesso
    • Concessionária Simcauto (GM) - Del Castilho
    • Shopping Nova América - Del Castilho
    • Universidade Estácio de Sá - Campus Nova América (precisa dizer mais?)

Qualidade de VidaEditar

Simplesmente não há! Os motivos são vários, por exemplo quando chove alaga tudo e toda a qualidade de vida que havia ali antes ... vai por "água a baixo" literalmente.

HabitaçãoEditar

Muito se fala que o bairro possui boa infraestrutura. Acredita-se que os moradores de rua da região concordem com isso, pois sua população aumenta a cada dia. Existem momentos em que imaginamos estar em algum tipo de camping urbano, tamanho o número de barracas armadas (no bom sentido), sacos de dormir da Laboste e dos piqueniques realizados em lixeiras da Comlurb.

SaneamentoEditar

Uma piada! Bastam apenas 10 minutos de chuva para o morador ver seu almoço (aquele eliminado há pouco) passar de volta em sua porta ou até mesmo fazer uma visita em sua sala. O valão rio Faria-Timbó está ali, logo abaixo da Linha Amarela, pronto para ajudar a o escoamento das águas da chuva, mas se esta for muito intensa o amigo vira vilão.

SegurançaEditar

Além dos destemidos policiais civis da 21ªDP, há o serviço de vigilância noturna que, por apenas R$30 por família, passa um camarada assoprando seu apito mágico pela noite toda e "espantam" os crackudos para as ruas de cima

Tecnologia e ServiçosEditar

Após anos e anos de espera, agora as vielas do bairro possuem a NET e a Velox. A primeira traz melhor qualidade no serviço de internet residencial. Já com o Velox, seu vizinho tem 15 MEGAS, pois o armário da Oi está na Darke de Matos e tem fibra ótica... então o seu vai ser de 300 KBPS, pois seu armário foi todo furado em alguma esquina de Ramos para cá.

Tem várias áreas de sombra na cobertura de diversas redes celulares. Há quem afirme que ainda aparece ATL em alguns celulares Claro, e Telerj em alguns da Oi, devido a baixa qualidade do sinal.

Para o lazer, o bairro dispõe de apenas uma praça aglomerada de vagabundos sem ter o que fazer (Santa Mariana). Não tem postos de saúde, nem hospitais, não tem cartório, não tem agência bancária, não tem Agência dos Correios, não tem puteiro, não tem motel, não tem boate... não tem é porra nenhuma.

Coleta de LixoEditar

A coleta de lixo é exótica, mas ecológica. Antes da prefeitura, os crakudos e catadores vasculham milimetricamente cada saco de lixo, pegando tudo que for reciclável, comendo tudo que for orgânico e deixando apenas detritos pelas calçadas.

O caminhão da Comlurb passa próximo a meia noite, com garis encapuzados e prontos para o combate. Existem informações que sua roupa é mais escura, salários diferenciados e são conhecidos como o BOPE do chorume. Pesquisas mais aprofundadas dão conta de que o próprio caminhão é blindado e os soldados-garis na verdade fazem também uma espécie de controle da população de rua na região, daí o motivo de passar tão tarde... eles jogam os desafortunados na caçamba e abafam os gritos com o som alto do motor do veículo.

A prefeitura nega tais informações.... mas sabemos que é verdade.


ConclusãoEditar

Se você algum dia teve curiosidade de conhecer esse inóspito local, desista, você não está perdendo nada... mas se resolver entrar, venha preparado para perder.