Abrir menu principal

Desciclopédia β

Santa Merda

(Redirecionado de Holy Shit)
Exploding-head.gif

Aviso: as porcarias escritas neste artigo podem esvaziar o seu cérebro!


Não seria bem esse "Santa", nem essa merda...

Cquote1.png AH, VÁ À MERDA, PORRA! Cquote2.png
Alborghetti sobre mandar seus telespectadores pedirem ajuda à Santa Merda
Cquote1.png Santa MERDA, Batman! Cquote2.png
Robin sobre alguma merda
Cquote1.png HOLY SHIT!!!! Cquote2.png
Algum americano sobre alguma merda²

Santa Merda é uma santa beatificada e canonizada pela Igreja Católica em 1900 e guaraná com rolha, sendo ela a padroeira dos internautas logo que acontece alguma merda. Ou seja, tudo que venha a dar merda, podes crer, tem a benção e o auxílio da Santa Merda.

Índice

HistóriaEditar

Merda Cagada da Silva nasceu num lugar misterioso chamado Iceberg de Merda em 666 d.C, durante a crise dos mísseis atômicos mal cheirosos da Bóstia feitos de mojo com presunto estragado de um sanduíche de presunto do Chaves (essa descrição, além de desnecessária, ficou uma merda. Ops, desculpem-me pelo trocadilho...). Merda Cagada nasceu de maneira até hoje anedótica: como sua mãe não tinha passagem pela abertura comum, foi obrigada a extrair a criança pela entrada secreta de Super Mario World.

 
Isso não é uma foto da Santa Merda. Apenas do lugar de onde ela veio.

Merda era uma menina muito religiosa, sempre indo para as missas, mesmo sendo obrigada pelo padre a se confessar sempre. É que o padre insistia em querer que a garota confessasse que fugia dos banhos, porque a cada missa o cheiro da pobrezita ia cada vez mais mais fedorento que peido em elevador.

Constrangida pela situação, Merda decidiu fundar um monastério na ponta do Iceberg de Merda, onde não iria mais ser obrigada a passar por penitências, tais como sofrer um chute quáduplo na coluna sentada para não reagir violentamente ou mesmo ser obrigada a assistir Zorra Total todo sábado à noite (se é que isso passava já nessa época...). O monastério era tão isolado (ou seria o mal cheiro do lugar mesmo) que a Merda era a única que ficava naquela merda, digo, naquele lugar.

Durante a Insurreição dos Refugos de 1967 (que salto no tempo!), Merda foi uma merda, ops, uma auxiliar para todos. Nem falei que ela morreu de uma sugada estranha num riacho chamado Private, no sul do Iceberg de Merda. Mas ignorem esse meu lapso, isso foi sem querer querendo. O fato é que ela morreu e alguns merdorrentos começaram a invocá-la pra evitar serem mandados pro esgoto, quer dizer, pra morte. E foram atendidos, com um ataque de pombos assassinos tão intenso que até virou um filme de terror chamado "O Ataque das Bazucas Anais". Com isso, o Vaticano, após muitos protestos e muita merda, digo, muito dinheiro, opa, muita reza braba beatificou a Merda e depois a canonizou.

Oração à Santa MerdaEditar

 
Imagem da Santa, para você rezar em momentos de adversidade.

(De preferência use o nome dela em inglês, já que em sua terra natal essa língua é muito comum)

Santa Merda querida
Que aos ventos sopra seu perfume
Traga tua paz e amor
Tua sensação de conforto eterno
A cada momento de aperto
Vem ser minha libertadora
Que saia de mim toda coisa que me for dura
Todos os dias da minha vida me ponha num trono de paz
Que assim seja!

E pra finalizar, sempre termine bradando 3 vezes: HOLY SHIT!

Ver tambémEditar

Só pra constarEditar

Esse artigo está uma merda.


  AVISO DE MONTE DE BOSTA!
Esta página é um monte de bosta. O autor reconhece isso.