Abrir menu principal

Desciclopédia β

Horizon Zero Dawn

Nota: Cuidado. O artigo pode conter alguns spoilers, tais como o fato de que Aloy é um clone de Elizabeth Sobeck, a criadora do projeto Zero Dawn, revelações que podem estragar a experiência de se jogar o jogo, por isso leia por sua conta e risco.


Virtualgame.jpg Horizon Zero Dawn é um jogo virtual (game).

Enquanto isso, Scorpion esta dando um fatality em alguém.


Horizonte Zero Por-do-sol
Horizon Zero Dawn-cover.jpeg

Capa da versão comemorativa do jogo

Informações
Desenvolvedor Gurila Games
Publicador Soni
Ano 2017
Gênero Simulador de feminismo futurístico
Plataformas PlayStation
Avaliação 7/10
Idade para jogar Livre

Cquote1.png Oraizon Zírou Dhôõôn. Cquote2.png
Brks Eduu sobre Horizon Zero Dawn
Cquote1.png Ih alá! Ela tem o bullet time do Max Payne! Cquote2.png
Nerd sobre Aloy ter a habilidade de desacelerar o tempo enquanto pula e mira
Cquote1.png Droooooooooooogaaaaaaa!!!!!! Cquote2.png
Você sobre os bugs que te impedem de conquistar os Sóis Ardentes nas missões chatas de caça
Cquote1.png ÔoonNdDdiiI kiIh FffyKKahh uhh MmahPah DiH RÛdyy????? Cquote2.png
Noob sobre Horizon Zero Dawn
Cquote1.png Essa garota é muito linda! Cquote2.png
Nerd sem vida social sobre a protagonista do jogo
Cquote1.png Com a indumentária Carja ela fica de barriga pra fora! Que tesão! Cquote2.png
Outro nerd que nunca viu uma BUCETA na vida sobre a protagonista do jogo
Cquote1.png Pelo menos o MEU dead eye acertava os inimigos! Cquote2.png
John Marston sobre habilidades de Aloy
Cquote1.png Pelo menos não morri no final do meu jogo Cquote2.png
Aloy sobre John Marston

Horizon Zero Dawn é uma espécie de Red Dead Redemption misturado com Tomb Raider e um tiquinho de Assassin's Creed. Lançado em 2017 como um jogo exclusivo para PlayStation 4 produzido pela Ubisoft Guerrilla Games rapidamente conquistou muitos fãs ao trazer uma protagonista feminista que destrói máquinas e bate em homens.

O jogo se passa num mundo pós (e põe "pós" nisso) apocalipse ao estilo Exterminador do Futuro, onde as máquinas fuderam com a vida na Terra, sempre elas, e tudo por culpa de uma guerra entre comerciantes de café (sim, o jogo tem esses absurdos). A humanidade, portanto, então perdura com civilizações primitivas que lembram os índios americanos (o povo Nora), os esquimós (o povo Banuk), os egípcios/astecas (os Carja do Sol de Meridiana) e os antigos greco-romanos (os carja da sombra de Por-do-Sol). Estas civilizações lutam constantemente com máquinas que tem um desejo insano de matar os humanos.

Ao longo do jogo você vai perceber que 95% dos homens são carecas ou usam capacetes ou elmos para ocultar sua calvície. Mas estresse causa calvície, então faz todo sentido biológico quando se vive num mundo estressante onde há máquinas assassinas por toda parte, embora pareça que isso é apenas uma desculpinha esfarrapada dos produtores em não precisar renderizar cabelos demais.

Índice

JogabilidadeEditar

 
Aloy escalando enormes paredões usando só as mãos. Só mantendo-se viva porque é um videogame mesmo.

Horizon Zero Dawn é um jogo de mundo aberto onde você controla uma feminista cujo objetivo é humilhar homens e ridicularizar sua suposta masculinidade ao constantemente superá-los em qualquer coisa e se tornar a mulher mais empoderada do mundo. Este mundo aberto pós-apocalíptico é habitado por machistas carecas (portanto, potenciais estupradores) que devem ser todos imediatamente assassinados. Há também máquinas de vários tipos que também podem ser dizimadas com tiros de arco e flecha.

As armas que Aloy pode utilizar é um pau grosso para empalar inimigos pelo cu, o arco e flecha para espetar a bunda dos inimigos, um estilingue para jogar bomba de mijo nos inimigos, uma armadilheira que deixa no chão uma corda brilhosa em neon com os dizeres "PISE EM MIM E EXPLODA, OTÁRIO" e um lança-corda para amarrar oponentes e sodomizá-los livremente.

EnredoEditar

Editar

Primeiro aparece um cara saindo de uma casa segurando um saco de carne que na verdade é um bebê ali escondido, seu nome é Rost (o homem adulto, não o bebê seu animal), ele então dá um sossega leão colar para matar o bebê sufocado de sua antiga filha para o bebê, uma criança que tem um tufo de cabelo ruivo triangular na cabeça. Rost então leva a bebê pra passear por perto de máquinas mortíferas que existem no jogo, vagando até encontrar uma velha puta matriarca, uma velha que mais parece o Baby da família dinossauro, que então dá uma bênção no bebê e Rost a batiza de "Aloy" (sim, aquela peça de carro). Logo em seguida chegam mais matriarcas gritando que queriam transar "blasfêmia!" e essas coisas de fanáticos religiosos, então há uma pequena discussão e um salto temporal de 7 anos.

IntroduçãoEditar

Após o prólogo e o salto temporal, como vocês já sabem, a bebê agora cresceu (mas tira o olho que ela ainda é de menor seu pedófilo), e Aloy já tem 7 anos (ah vá?). Uma mulher e mais algumas crianças estavam colhendo maconha medicinal para a tribo Nora, amantes da natureza se é que me entende, Aloy quis ajudar e pegou algumas daqueles cogumelos alucinógenos, mas a mulher mandou as crianças se afastarem dela, pois Aloy era uma exilada, e as crianças retardadas se afastaram como se a ruiva tivesse alguma DST. Aloy se revolta de raiva e sai correndo feito doida por aí chorando igual uma criança mimada, ela então cai num buraco enorme cheio de água, desmaia (na água) e acorda algum tempo depois (note que ela não sofreu dano nenhum na queda quando criança, mas quando adulta, ela perde metade da vida na mesma queda ao regressar ao local). Aloy então se vê numa ruína dos antigos (não tão antigos, já que são da nossa civilização atual) e por ali a ruiva tenta procurar uma saída, mas encontra um morto, ela se aproxima dele e pega uma "presilha" do fóssil cadáver (primeira criança que não tem medo de esqueleto que eu vi), então ela descobre que essa presilha na verdade era um buscador do Dragonball (apelidado de "Foco"), um item que serve para ver tudo por aí, até visão de raio X ele tinha. Andando mais um pouco ela acha mais corpos (e continua sem medo!), esses corpos continham gravações de áudio de antes de morrerem, meio inúteis de se ouvir, como todos os outros coletáveis do game. Algum tempo depois, andando mais pela ruína, ela se depara com uns ratos e aí sim se assusta (corpos cadavéricos não, mas ratos sim, garota estranha), então ela ouve Rost gritando por ela, e a ruivinha vai atrás e é salva das ruínas. Rost então pergunta o que era aquele Buscador do DRAGONBALL que estava sendo usado de enfeite na orelha dela, mas tanto faz.

Depois de tanta enrolação e uma dublagem brasileira fazendo o "tutorial" do game parecer uma narração da National Geographic, Aloy se depara com um jegue adolescente burro pra caralho que estava fazendo partoba e caiu perto de uma espécie de uma mula robótica, e a ruivinha por burrice decidiu ir salvar o maldito, e então salvou. O moleque quis agradecer, mas seu pai o puxou pela orelha e mandou ficar longe dos exilados, um velho mal agradecido, que falquinos caguem na sua cabeça. Aloy fica com raiva por não ter ganhado uns cacos (sim, a moeda do jogo são cacos, pior que Fallout com suas tampas de garrafa), então ela vai chutando tudo pelo caminho com raiva e do nada uma pedra acerta a cabeça dela, algumas crianças estavam rindo dela, e um moleque pau no cu ameaçou ela e jogou outra pedra e por algum motivo, talvez pelo roteiro, Aloy pega a pedra com a mão, então aparece a primeira escolha de Aloy, bancar uma de gentil e soltar a pedra, ser inteligente e tacar a pedra na mão do viado ou tacar o foda-se e acertar a cabeça do muleque enquanto grita: "hakuna matatta Motherfucker!!!" então após isso, Aloy começa a chorar e Rost começa a mimar ela e cuidar dos ferimentos e ela pergunta o porquê de ser exilada, então Rost disse que podia resolver isso se ela passasse em uma "provação", blá blá blá e durante anos, ela treina suas habilidades de combate, fazendo treinamentos que ela roubou de outros games, como Uncharted, Tomb Raider, Max Payne, Red Dead Rede,tpion, Far Cry Primal, e outros.

Para deixar de ser considerada uma exilada, já adulta, Aloy precisa passar por uma provação na tribo dos Nora. e aquele moleque fica se gabando de ter feito uma cicatriz em Aloy, mas ela não tem essa cicatriz, apenas a cicatriz de uma facada no pescoço mas que não foi feita por ele, possivelmente um dos vários bugs do game. Aloy nem tem tempo de comemorar sua vitória o que finalmente a removeria da condição de "exilada", porque um bando de asteca maluco ataca a tribo dos filhos da puta dos Nora, algo pelo qual Aloy deveria sentir-se feliz em ver todo mundo que a tratou mal por tantos anos morrer tão ridiculamente. Mas como ele estava coma espécie de síndrome de Estocolmo, ficou furiosa com aquilo e jurou vingança contra os astecas.

Finalmente o jogo começaEditar

 
Um modo seguro de fazer rapel é pular no precipício e só depois lançar a corda.

Uma das poucas sobreviventes da tribo Nora, umas velhas mal comidas, então determinam que Aloy saia numa viagem para falar com aqueles astecas e descobrir porque eles atacaram. É aí que o jogo efetivamente começa e você pode explorar o mapa. Aloy assume como missão de vida espalhar o feminismo pelo mundo, mostrando que num mundo pré-histórico os homens são todos uns imbecis ineptos fracos e submissos e que as mulheres é que devem sair pra caças, dar porrada em robôs, explodir coisas e fazer coisas de macho em geral. Em momento nenhum do jogo nos é permitido adquirir uma gilete para raspar o buço ou as axilas de Aloy, e também não é permitido sexualizá-la ao vesti-la com biquínis ou coisas do gênero.

Revelações do passadoEditar

Enquanto perambula por aí como uma boa bitch de um cafetão chamado Sylus, Aloy vai descobrindo a história por trás daquele mundo apocalíptico. Descobrimos por exemplo que o principal culpado de tudo isso foi o apresentador de televisão Rodrigo Faro, que em 2019, vários séculos no passado, financiou um projeto de criação de um Juicer Phillips Wallita com inteligência artificial o que revolucionaria o modo de se tomar sucos. O problema é que alguém conectou aqueles Juicer Phillips Wallita com inteligência artificial, via Bluetooth, com o site da Amazon, e como não leu os termos de responsabilidade, acabou instalando Baidu por acidente, então esse vírus apenas hackeou os servidores da Boston Dynamics e assim a merda estava feita, milhares de máquinas ao redor do mundo tornaram-se hostis e a humanidade aproximou-se da extinção.

Como último recurso para evitar a extinção da humanidade, uma cientista chamada Elisabet cria o projeto Zero Dawn, onde criou-se GAIA, uma super inteligência artificial tão inteligente que a única solução que encontrou para salvar os humanos era extinguir os atuais humanos e depois criar clones de humanos no futuro, e assim foi feito. É nesse momento que Aloy recebe a revelação aterradora de que no século XXI o feminismo deu certo e os homens foram todos quimicamente castrados e transformados em bichonas, impedindo a procriação da humanidade que se deteriorou e se extinguiu. Elisabet numa tentativa desesperada decide virar atriz pornô, para ver se acende a libido de alguns homens, tirando a roupa, mas é tarde demais, o seu laboratório explode e a humanidade regressa aos tempos da pré-história.

Outra descoberta diz respeito à Aloy que na verdade é uma clone da Doutora Elisabet criada pela própria Gaia para que esta leve o feminismo também à humanidade pré-histórica. É naquele momento que Aloy percebe então o motivo de jamais ter sentido atração sexual por qualquer homem e o motivo dela própria gostar tanto de se portar como um homem porradeiro.

Ataques RubrosEditar

Evento anterior aos narrados no jogo, os "Ataques Rubros" foram uma espécie de holocausto que o 13° rei sol ordenou. Consistiu em matar o maior número de pessoas de outras tribos para satisfazer o desejo do sol, só não existiam câmaras de gás na época, embora o sol pudesse dar uma tortura parecida aos prisioneiros. E você aí pensando que a lei de exilar alguém só pra existir era pesada. Após isso e tanta necrofilia, nosso Hitler II foi morto pelo seu filho mais velho que bolou um plano com as outras tribos para assassinar o próprio pai, mas se patricídio é crime, genocídio também era, então Avad mesmo após matar o pai tornou-se o rei. Após isso, todas as tribos começaram a odiar os Carja e agora Avad tenta ser mais bonzinho.

O fanatismo do EclipseEditar

Ao mesmo tempo em que Aloy investiga o passado ela também precisa lidar com o fanatismo de um grupo de homens chamados Eclipse. Se você notar bem, não há mulheres nesse grupo, isso porque são um grupo machista opressor que apoiam o patriarcado, e esse grupo de machistas homofóbicos cis pretende apoiar a extinção da humanidade mais uma vez, desejando que numa próxima tentativa se crie uma humanidade com homens um pouco mais machos. Quem lidera esse bando é um macho opressor chamado Helis e seu sonho é poder haver um mundo onde homens possam livremente agredir mulheres, por isso naturalmente Aloy se torna sua principal inimiga e ele vai até as últimas consequências para conseguir superá-la, aliando-se à HADES e desejando a nova extinção da humanidade. As suas tentativas de acabar com a ruiva não dão certo (afinal é um jogo feminista).

Encerrando HADESEditar

O desafio final do game é derrotar o chefe das máquinas e a origem de todos os problemas, um enorme consolo chamado HADES. Quando as máquinas se revoltaram e assumiram o controle, é óbvio que a liderança desse motim contra os humanos recairia sobre os brinquedos sexuais, que sempre são aqueles objetos dotados da tecnologia mais avançada da época. HADES era um antigo plug anal que se revoltou contra a humanidade e agora precisa ser destruído, senão vai extinguir a humanidade novamente. Nesse desafio final Aloy precisa provar todo o seu feminismo e demonstrar que não precisa nem de macho e nem de masturbação para ter sua vida feliz.

Personagens:Editar

 
A protagonista após domesticar uma Mula Robótica.
  • Aloy - Uma garota ruiva, doida, sarcástica, maluca, revoltada e gostosa fofinha (mas com cara de velha) que prefere fazer zoofilia com máquinas do que muito macho. Com apenas 18 anos, uns 1,60 de altura e uns 50 kilos ela consegue dar golpes de pau em máquinas de 300 toneladas e humilhar vários homens nesse processo. Ela era uma exilada apenas por ter nascido (dá pra acreditar?) e depois de crescer com Rost, seu pai adotivo, ela faz a "provação" (um bagulho lá de matar uns robôs viados e pegar os pênis artificiais deles no chão, para depois sair correndo por uma trilha que mais parece as fases de Uncharted). Aloy virou uma emissária após uma treta com uns assassinos malucos que estavam matando a população porque o sol ordenou (wtf?!), então após isso, ela teve que procurar eles, depois descobrir quem eles eram, aí blá blá blá blá, descobre um cara falando com ela no foco, blá blá blá, Elizabeth Sobeky, blá blá blá, Arauto da morte, blá blá blá, Ted faro, blá blá blá blá, donos de plantações de café entram em guerra e compram máquinas, blá blá blá, hologramas, blá blá blá, carja das sombras, blá blá blá, mais hologramas, deuses gregos, robôs, hologramas, eclipse, arena solar, brutamonte, maluco chega invocando devastadores e outros robôs que nem o kakashi invoca cachorro, fuga, ataque aos vilarejos, blá blá blá, até chegar ao ápice e derrotar as máquinas. É, a vida dessa doida aí não é pra qualquer um. fora isso, Aloy também tem caras apaixonados por ela, como Varl, um guerreiro nora muito macho, Erend, um líder oseram que só sabe beber e falar de sua falecida irmã ursa Ersa, também tem o Ted, aquele jegue carinha que aloy salvou no início da história, e o rei de meridiana, mas que foi o único a levar um fora da ruiva que burra, podia tá cheia das grana. Aloy nada mais é do que um clone de Elizabeth Sobecky, criada a partir de seus genes pelo programa de IA, Gaia, para proteger o mundo da devastação da ameaça imposta por Hades e fazer com que as pessoas possam viver em paz sem as máquinas pra fuder com suas vidas.
  • Rost - Pai adotivo de Aloy, sua história é um pouco sombria ou não, uma vez, numa galáxia muito muito distante, uns bandidos, acho que 13, invadiram os campos Nora, sequestraram várias pessoas, dentre elas, a esposa e a filha de Rost, ele queria salvar sua filha, mas ficava com a frescura de não sair para não ser exilado. então os sequestradores mataram todo mundo (sim, até a garota de 6 anos), Rost muito puto da vida, pediu pra virar necro-emissário, um bagulho lá que rola muita maconha e estados espirituais, aí o espírito dele fica na terra sagrada, e o corpo pode sair pra passear pra fora sem ser exilado (o bagulho é complicado mesmo). Rost então saiu e estuprou os assassinos, em compensação, os assassinos também estupraram ele, ele voltou para as terras sagradas quase morto, então quando acordou, disse que queria se torna exilado, pois havia saído das terras sagradas e voltado (e o bagulho do necro-emissario?), a partir daí, além de não poder mais falar com ninguém, ainda rebolaram uma guria para ele cuidar e no final ele vira churrasquinho por culpa de Helis ao salvar Aloy.
  • Teersa - A velha carrancuda que mais parece a Katara de avatar (na verdade parece o Baby da Família Dinossauro, ou os dois). Ela abençoou Aloy, foi ela que contou sobre como a encontraram e como Rost foi exilado. É uma das poucas que não trata Aloy como se ela tivesse ebola com lepra e AIDS. Ela venera uma porta de metal como deusa.
  • Teb - Um jegue, um carinha que Aloy salva quando pequena. Ele ficou tão grato pelo salvamento, que passou anos fazendo uma roupa para Aloy, roupa esta que Aloy mal vai usar porque vai encontrar armaduras muito melhores e não precisa de presentinho de macho beta. Ele provavelmente tem uma queda por Aloy quem não teria?. Ele não é forte como Aloy, nem esperto, e nem doido, mas é macho igual a ela, quase foi morto pelas máquinas 3 vezes e continua lutando pra defender o seu lar.
  • Vala - Amiga temporária de Aloy durante a provação, depois disso, ela morre. É irmã de Varl e filha da Rochele chefe Sona. Bem gostosinha por sinal.
  • Varl - Filho da Rochele Chefe Sona, é um guerreiro muito habilidoso da Tribo dos Nora, parece o Usain Bolt. E também é mais um que tem uma leve queda pela ruiva, mesmo sabendo que não tem a menor chance.
  • Rochelle chefe Sona - Líder dos exércitos Nora, uma mulher macho pra caramba (como toda mulher nesse jogo), mais macho até do que a nossa ruiva aqui, ela matou um dente-serrado com apenas duas flechas (eu disse duas!).
  • Erend - O líder Oseram após a morte de sua irmã, conheceu Aloy na noite antes da Provação e tentou xavecá-la, mas a ruiva só queria saber de um tal de Olin. Só sabe se lamentar sobre a morte da irmã, mas no final descobre que sua irmã ainda está viva (até que ela morre de verdade, trágico), aliás, uma morte digna de um filme de Roliudi, aliás², todas as mortes nesses jogos são dignas de um estúdio de cinema pirata. Também tem uma queda por Aloy (acho que todo mundo tem)
  • Olin - Um careca que Aloy encontra na festa antes da provação, ela o encontra a partir do foco que ele também usa, mas logo ele chuta a ruiva dizendo que seu foco deu defeito assim que Aloy apareceu, pois ela tinha mais de 8000 de poder de luta. Mais tarde descobre-se que ele é um traidor, e que foi por culpa dele que Rost e outros NPCs inúteis morrerem na provação. Aloy pode decidir então entre salvar a vida dele ou matá-lo. Independente da escolha, Aloy vai atrás da família dele para matá-los e mijar em seus corpos como vingança salvá-los.
  • Sylens - É o culpado de todas as merdas que aconteceram no mundo. Ele é quem encontrou Hades e o despertou. Ele é quem chama os Carjas para servirem junto com ele ao deus dos mortos robô, embora seu plano tenha dado errado e a máquina tenha se virado contra ele e ordenado a sua morte. Fpoi por causa disso que os Carja começarem os "ataques rubros". Sylens, percebendo a MERDA que fez, começa a tentar derrubar o Eclipse (os caras que atacaram a provação, que são os mesmo carjas da sombra, essas Porras gostam de um escuro) então aparece a ruivinha feroz botando todo mundo pra correr chamando a mamãe e então Sylens começa a usar Aloy para descobrir sobre o mundo antigo e "destruir" (com ênfase nas aspas) Hades. Podia pedir ajuda ao Kratos que seria mais rápido. A ruiva então o ajuda, para sorte dele. No final, Sylens descobre os paranauês que queria e dá a Aloy uma lança poderosa que serve pra assar marshmallows e dar choques em vagabundos. Na cena pós créditos, vê-se o espírito de Hades (wtf?!) voando pelos céus, e então Sylens o pega numa lamparina e coloca ele em um novo corpo querendo "respostas".. Esse pau no cu não aprende mesmo... mas dando uma possibilidade de uma continuação do jogo.
  • Talanah - Uma vagabunda da ordem dos caçadores que faz Aloy quase ser estuprada por 2 devastadores, 3 dente-serrado, 1 ardiloso, 1 ave-tempestade e 2 fucking tirânicos, um deles se chama Mandíbula e você descobre isso jogando. No final Talanah vira uma |puta dona do cabaré mais famoso de Merdiana e Águia Solar por ter derrotado o tiranossauro de lata (fica fácil depois que Aloy tira 99% do life do bicho).
  • Avad - É o novo dono da bagaça em Meridiana após matar o próprio pai... Eu vi essa história antes... e assumir o trono. É um molenga que "quer a paz entre as tribos". Era apaixonado por uma tal Ersa que foi assassinada, fica feliz quando descobre que ela estava está viva, mas aí depois ela morre e ele fica em estado depressivo, tanto que até xaveca Aloy (tudo na mesma hora), ele leva um fora e fica tudo bem depois.
  • Nil - Um psicopata que age como o alquimista rubro de Fullmetal alquemist e que mata bandidos por prazer porque gosta de bater punheta ouvindo os gritos dos criminosos morrendo. Ao conhecer a ruiva ele vê que ela tem talento para matar vagabundos e como para Nil bandido bom é bandido morto ele logo vira o fã número um dela. Após acabar com todos os bandidos do mundo, ele pede pra Aloy se encontrar com ele para ter uma surpresinha romântica na qual seria uma duelo até a morte, Aloy tem a chance de escolher entre aceitar ou não o duelo, se escolher que vai recusar, ele fica triste e de coração partido... estava apaixonado pela garota e ela nem quis matar ele, que fora mais cruel, hein?
  • Vanasha - Uma puta que faz um bando de mercenários morrer só pra fazer um fedelho fugir. É uma baita mulata gostosa e putona musculosa, embora seja feia de rosto. Ela seduziu os mercenários para ajudar ao rei Itamem fugir, embora uma britadeiras (ler o tópico das máquinas) tenha matados todos exceto um, Hudiv 3 dedões (não quero sabe o porquê desse nome). Vive dando em cima de Uthid.
  • Uthid - Um carja das sombras desertor. Viu um cara dando veneno pras quiancinhas doentes e o denunciou ao padre da cidade, o padre então soltou o homem e mandou matar uthid, pois o próprio padre tinha mandando matar as crianças doentes pra evitar que pegasse algumas doenças quando fosse praticar seus atos de pedofilia. Uthid então foge para as montanhas e é encontrado pelo padre, Aloy então o ajuda e uthid mata o padre e vai para Meridiana.
  • Helis - É o foderoso, o psicopata, o sociopata, o tirano, o fudedor de bucetas de metal, comedor de ruivas (nos dois sentidos) o cara sedento por sangue, macho para caralho, que come pregos no café da manhã (sem leite ainda por cima), que abre o toddynho de lado, que bebe na caixa e não no canudo, o pesadelo das máquinas, o bombado, que usa balas de fuzil como colar, o vilão da história. Ele fugiu recuou estrategicamente para o oeste quando o antigo rei sol foi morto, aprendeu com Sylens sobre os focos, invadiu a provação, estuprou as menininhas e menininhos Nora, meteu uma facada no pescoço da ruivinha, esfaqueou o buxo de Rost, comeu o cu de uma putas e foi embora tentar reativar Hades e fazer mais gente morrer sobre seu grandioso pênis. Ele recebe massagens com sangue humano como óleo pra pele. Enfim, o cara é doidão e psicopata, até prende nossa ruiva numa gaiola e faz ela lutar com um fode-bundas possuído pelo capeta, depois ela vira o jogo e destrói a arena dele e foge com Saylens. Puto da vida por isso, Helis faz um ataque a região dos Nora, perde mas ganha ao mesmo tempo a batalha lá e foge para Meridiana atacar lá também. No final morre com um golpe de lança de Aloy em seu cu peito. Helis, assim como o resto da escória das sombras, tem o hábito de fazer uma brincadeira de criança muito saudável: olhar pro sol sem desviar o olhar, prática recomendada pela DESCICLOPEDIA para melhor funcionamento da visão de nossos caros desciclopes.

MáquinasEditar

 
Desenvolvido pela Boston Dynamics, o principal inimigo, o Tirânico.

O jogo apresenta várias latas velhas para matar, algumas de combate, outras para montaria e algumas sem sentido para existir.

  • Robô x9 (Vigia) - Um pequenino robô parecido com um velociraptor que só se fode nas mãos da ruiva. Tem um olho muito sensível, mais sensível que um cu, o qual usa para achar você enquanto caga no meio do mato e te cagueta chamando outras máquinas pra te matar, mas é só dar uma frechada no olho dele que você pode cagar em paz de novo.
  • Mula robótica (Galope) - Máquina inútil que dá uma flama (garrafa de cachaça que serve para deixar os robôs vivos). Não faz mais nada do que pastar (wtf?! é um robô!). Se você se aproximar, pode convertê-lo ou se der bobeira levar um coice na cara ou ser estuprada por ele.
  • Papa-lixo (Catador) - Um robô comedor de lixo que parece um lobo, sempre que uma máquina é destroçada ele vai lá praticar necrofilia com o metal das máquinas mortas. O seu ponto fraco é o cu (literalmente), basta atirar uma flecha elétrica nesse cu que o mesmo explode.
  • Bichano do mal (Dente-serrado) - Uma espécie de tigre-dentes-de-sabre robô. Usa ataques de arranhões e mordidas. Aloy é obrigada a matar ele em ordem de Rost para aprender alguma coisa (não entendi o que era). O seu ponto fraco é fogo.
  • Viado robô (Cortador) - Um robô afrescalhado que solta gemidos de viado que servem por algum motivo. Fica cortando a grama com seus chifres e não sei pra que isso serve. Seu ponto fraco são os cilindros de flamas nas suas costas, se atirar uma flecha de fogo nelas, acontece uma explosão pirotécnica que mata tudo por perto.
  • Outro viado robô² (Galhador) - Uma gazela robô, fica cortando o chão com seus chifres, e como o cortador não serve de porra nenhuma. O seu ponto fraco são seus cilindros de "resfriagua". Um ataque de flecha de gelo nele e bum, tudo fica mais fácil.
  • Robô x9 maconheiro - Vigia de olho vermelho, um vigia comum que fumou maconha e ficou mais forte. Nada de diferente do outro vigia, a não ser por um topete na cabeça (drogado, mas com estilo) e que você demora mais a matar ele com uns 4 ou 5 tiros com um arco convencional (um arco de precisão acaba com a Nóia dele mais rápido).
  • Robô Corno (Cabeça Larga) - O seu pai, uma espécie de boi misturado com cavalo, serve de montaria e seus chifres podem ser usados para tirar o cabaço das outras máquinas.
  • Peidorrentos (Borrifantes) - Existem dois, o de fogo e o de gelo, a diferença é que um dispara fogo e o outro gelo (avaaaaaaa). Parecem espinossauros e a fraqueza de um é o ataque especial do outro. Tradução: se você converter o de fogo e ele for atacar o de gelo, os dois podem morrer ao mesmo tempo. Por isso de preferência converta os dois, ou nenhum. De preferência maior, vá tomar no cu.
  • Filho da puta (Corruptor) - Uma coisa que parece um escorpião (em um holograma diz que é um escaravelho) gigante que corrompe as máquinas e tem um life difícil de se chegar ao zero, a não ser que você taque fogo nele, aí aparece um bagulho que se você quebrar ele, a máquina explode. sim, isso é realmente útil. ele tem o poder de se multiplicar (não sei como, e ele nunca fez isso a não ser em hologramas), além de usar plantas como combustível. é graças a ele que Aloy consegue transar converter as máquinas.
  • Articuno de metal (Falquino) - A máquina voadora chata pra caralho, que embora fraca é a que você mais foge porque só ataca em bando e é um enjoo acertá-las no seu voo. É como o catador, prática necrofilia com robôs mortos. A sua fraqueza é fogo, ele tem uma bolsa de gelo que explode e o faz cair no chão e tira um dano caralhudo dele. Ele sempre voa com mais 5 amigos necrófilos e pra te matar joga bolas de neve em você.
  • Fodedor (Devastador) - Um dente-serrado com um canhão de Star Wars nas costas. Você pode tirar a arma dele e usar contra o dono, algo que seria muito útil se essa arma não tivesse um delay-time de 1 segundo para disparar, o que parece pouco, mas é o suficiente para o Devastador quebrar suas costelas.
  • Caranguejo do Ben 10 (Carapaça) - Uma máquina que parece um caranguejo que carrega nas costas uma caixa com bijuterias para você roubar, o problema é que ele não gosta que mexam em suas caixas, então ele ativa um escudo de plasma e começa a lançar bolas de eletricidade em quem estiver por perto. Deve ser drogas que ele esconde e acha que você é a policia.
  • O que que há Velhinho? (Pernalonga) - Um avestruz filho de uma puta, se você estiver escondida no mato ele te acha a mais de 30 metros de distância, depois vem correndo até você, te dá uma voadora e no final espirra fogo pra todo lado, além de chamar ajuda com suas anteninhas de vinil pra terminar de te fuder. Seu ponto mais fraco é uma bolsa de ar, se você explodi-la, tanto você quanto o FDP caem no chão. é com certeza uma das máquinas mais fdps do game.
  • Camper (Ardiloso) - Ele é tão FDP que solta sinalizadores por aí e caso alguma pise num deles já vem correndo em uma velocidade como a do the flash para te estuprar. Além disso ele tem uma camuflagem que o deixa invisível e se te achar, sai espalhando minas por aí e te ataca, se correr vira churrasco, se ficar... bem, se não souber lutar, Aloy vai perder a virgindade pra uma máquina (se ela for virgem…).
  • Zé Jacaré Robô (Bocarra) - A sua principal tarefa era limpar o oceano, sabe-se lá o porquê, mas só fica dormindo em lagos e hibernando, tipico jacaré orgânico. Gosta de disparar bolas de gelos em inimigos que perturbem sua sesta.
  • Mula Corna (Aríete) - Diria que é um bode montanhês robô, mas na verdade é só um galope que foi feito de corno. Não tem diferença nenhuma com galopes, apenas um par de chifres que usa para atacar os inimigos por trás. Também serve de montaria.
  • Touro mecânico (Pisoteador) - Um touro mecânico que tem três táticas de guerra: Fugir, atirar pedras em você e te dar uma chifrada e se explodir em seguida pra te matar. Uma máquina suicida? não, a explosão não o afeta, é uma máquina fácil de matar, mas também é uma máquina fácil de TE matar. gosta de pastar como muitas outras (wtf?)
  • Fode-Bundas (Brutamonte) - Uma das máquinas mais apelonas do game, ele tem um life enorme, anda em bandos, tem ataque de levitação, sai atropelando tudo pelo caminho e guarda uma caixa em sua barriga, possivelmente, sempre para transporte, embora em pôr do sol, o usem como atração ao fazê-lo destroçar criminosos na arena solar, típico coliseu romano.
  • Liquidificador de Putas (Britadeira) - Com certeza a máquina mais filha da PUTA de todas, merece o prêmio... é sério, ela aparece poucas vezes, mas a vontade que ela tem de fuder Aloy em todas as posições do kamasutra é tão foderosa, que qualquer um vai odiar essas máquinas. Enfim, essa desgraça parece que saiu de um filme de Star Wars, sendo uma toupeira gigante misturada como um monstro alienígena Entra pra dentro da terra, sai cuspindo pedras pra tudo que é lugar, sempre sabe onde você está, e pra piorar, na maioria das vezes, está em dupla com uma amiga só pra fazer um theesome com a nossa ruiva. A pior parte, é que você enfrenta duas dessas desgraças em uma área corrompida. É a máquina que vai mais te matar em todo o jogo.
  • Zapdos (Ave-tempestade) - Diz a lenda, que Hefesto recebeu um arquivo chamado "PKmon-Legen.Bird" na qual pegou essa informações e fez a Ave-tempestade. Usando os poderes de Zapdos, e as aparências de Articuno, Moltres, Lugia e Ho-oh, fez uma das máquinas mais mortíferas do jogo. É uma ave gigante que joga esferas de energia do céu, dá rasantes e… só… bem... ela era pra ser mais foda… tem dois cilindros de flama e resfriagua... podia ter os poderes de Articuno e moltres também … mas bem… simplesmente, é uma máquina fácil de matar, basta não ser noob… ah, espera, você é um... então boa sorte pra mata-lo... mentira, espero que morra.
  • T-Rex Robô (Tirânico) - A obra prima de Hefesto para guerras. É um T-rex, robô com lança disco explosivo, raios lasers, radar e cauda de adamantium, além de ser enorme, pesado, destruidor e estuprador. Praticamente uma máquina de matar sendo a máquina mais forte da jogo, embora seja também, muito fácil de matar, podendo Aloy usar o lança discos de suas costas contra ele mesmo.
  • Pai do Ed-209 do Robocop (Arauto da Morte) - Uma máquina de guerra de mais de mil anos atrás que ainda funciona, quase como o Tirânico é muito bem armada, só que menor e com a tendência a esquentar e ficar parada até esfriar. É uma máquina foderosa que se alimenta de vida da Terra, tradução: Mata por diversão e sobrevivência. Parece bastante com algumas máquinas de exterminador do futuro, ou talvez tenha sido tirada de lá como inspiração ou plágio.
  • Trepa-em-mim (Pescoção) - Uma girafa robô que anda em círculos em algum local específico por tempo infinito. Ele serve antena de sinal (imagina aquela torre da claro da sua cidade andando por aí em círculos, mais ou menos isso.). É a máquina mais pacífica do jogo, e a única indestrutível. Aloy pode subir nela no estilo Shadow of the Colossus para converte-la e liberar o mapa da área.
  • Máquinas drogadas (Máquinas corrompidas) São todas as máquinas anteriormente citadas mas com uns bagulhos vermelhos circulando nelas. Elas ficam mais fortes e te envenenam com a corrupção, provavelmente apenas brasileiros são imunes a elas. A sua fraqueza é o fogo, então queime bem a rosca delas.

E ainda tem mais 5 máquinas com a DLC The Frozen Wilds ( que é uma bosta )

Lobinho flamejante do capiroto fodedor de cusIncinerante: COM TODA CERTEZA é a máquina mais agressiva do jogo, o incinerante tem uma fome de cu tão grande que quando ele vê a ruivinha ele não deixa ela nem passar vaselina antes, o bicho tá na seca a tanto tempo por falta de lobas gostosas no jogo que ele já chega querendo traçar você com toda a força que tu pode imaginar, e ele tá tão puto que ele sai explodindo tudo com chamas, e ele é tão rápido que você pode estar a 20km de distância que ele chega até você em menos de 1 segundo, mal dá tempo de sacar o arco e metralhar ele com flechas, e como se tudo isso não fosse o suficiente ele tem um HP altíssimo e pra fuder de vez ele tem um lança-minas nas costas, pelo menos dá pra usar contra ele quando é desaclopada mas até lá a Aloy já vai ter perdido a virgindade ( se ela tiver ).

Jailson Mendes flamejante e criogênicoGarra quente e Garra fria: São duas máquinas ( avaa é mermo? ), e dois ursos, um é de fogo e o outro é de gelo. Não são tão agressivos quanto o Incinerante mas ainda sim são capazes de alargar seu ânus sem vaselina se você não tomar cuidado, são as máquinas mais poderosas do jogo, seria muito foda se pudéssemos ver uma luta entre o Garra quente e o tirânico mas infelizmente a porra da Guerrila Games não quis botar os dois próximos um do outro e a gente fica só na vontade mesmo.

Sauron robóticoTorre de controle: Como o próprio nome diz, é uma torre que controla as máquinas, tornando-as mais agressivas e fazendo elas como putinhas escravas.

•Máquinas demoníacas: Novo status de máquina, fica saindo umas fitinhas roxas e uma fumaça preta das máquinas. Nesse estado elas são mais agressivas e tem uma puta resistência dos infernos contra eletricidade.

Desabafo: GUERRILLA SUA FDP, TODOS OS INCINERANTES DO JOGO SÃO MÁQUINAS DEMONÍACAS, NÃO TEM NENHUM NORMAL PRA PODER CONVERTER, ESTRAGOU LEGAL A ESTRATÉGIA HEIN! E o garra quente e garra fria só aparecem normais quando querem e quando aparecem estão sozinhos, ou seja, não tem outro inimigo por perto pra ver eles descendo a porrada ( Exceto em uma única área )

TribosEditar

São várias, mas as principais são 5 (na verdade são 4, mas uma dá de penetra as vezes e aparece em uma DLC que não saiu no Brasil ~huehuehuehuehue~)

  • Nora - Tribo da água, vivem no leste (mas parece mais o norte) selvagem, que é frio pra caralho. são uns bando de esquimós misturados com índios norte americanos, veneram uma porta de metal como deusa (pelo menos não é um cocô). Tem uma frescura de exilar as pessoas que comentem crimes e as que não cometem também. Para Rost, ser exilado é melhor do que ser morto. Hum-rum, você é exilado para viver sozinho, sem poder falar com ninguém durante anos tendo que sobreviver no meio do mato com máquinas pra todo lado querendo te matar, você ainda tem que fazer sua própria comida e suas próprias roupas sobrevivendo como um Mighyver Magaiver. Sofrem vários ataques seguidos em um mesmo... mês... eu acho. Os primeiros foram os ataques rubros. Anos depois a provação (que já cansei de falar). alguns dias depois um corruptor com várias mulas corrompidas. depois um grande ataque de arautos da morte, tirânicos e devastadores. Aloy chega na hora e salva todo mundo (ela nem queria isso, mas tinha um ou dois que valia salvar lá, e precisava entrar na deusa aquela carinha pra descobrir sobre si mesma.
  • Oseram - Dominadores de metal do reino da Terra, um bando de mercenários que trabalham em forjas fabricando armas e roupas pra batalha. tem o péssimo ditado: Por fogo e Cuspe, não sei o que significa, e nem quero saber. Eles são amigos dos carja do sol, e ao mesmo tempo inimigos... vai saber. São um bando de bebuns que vivem peidando e arrotando por aí.
  • Carjas do Sol - Ttribo do fogo, são um bando de caras que usam roupas parecidas com a tribo do fogo de avatar. Veneram o sol como deus. diferente dos nora, os carja tem a cultura de deixar pessoas no sol pra pagarem por seus crimes. Segundo eles, a pele descascada e as bolhas são sinais da purificação ou de um câncer de pele.
  • Carja das sombras - São um bando de malucos psicopatas que não gostaram das novas leis do sol de não matar ninguém. Deram uma retirada estratégica fugiram para o oeste Hayooo Silver, lá, começaram um novo reino com uma criança no poder que ainda faz cocô nas calças. são donos da seita do eclipse e blá blá blá o resto vocês já sabem.
  • Banuk - Se não vivessem no gelo, diria que seriam a tribo do ar. Vivem no norte onde é frio pra caralho, bem mais que a terra do povo Nora. Caçam para sobreviver e são ótimos guerreiros (mas que perderam feio pra uma jovem e o um velho ao tentar capturar uthid). Eles estão divididos em vários locais do mapa, em um dos locais, eles tem máquinas como aliados, até chegarem mercenários oseram e acabarem com festa. Um dos colecionáveis são umas estatuetas desse povo que algum cara sem nada pra fazer fez.

The Frozen Wilds é a única DLC do jogo e se passa na terra deles.

ColecionáveisEditar

São 4 diferentes, embora pareçam inúteis e são mesmos, igual a todos os colecionaveis de todos os jogos que só servem pra encher linguiça no game eles te recompensam com caixas roxas com muito dinheiro e coisas dentro. Diferente dos outros games, você não precisa ir na game vício ou ver detonados para achá-los, a não ser que seja muito noob, pois alguns comerciantes vendem mapas que mostram os pontos onde eles estão (prático, não?).

  • 12 Vantagens - Que não tem nada de vantajoso nelas, pois são os únicos que não dão porra nenhuma de recompensa. São mensagens soterradas no chão que duraram 50.000 anos. Elas contém hologramas do mundo antigo contando a história de um descendente de homens bombas viciado em drogas que vive fudendo a vida da sua mãe que se fode pra alimentar um projeto de escória que só sabe querer separar ela do padastro (que era ele quem dava dinheiro pro inútil comer), no final um FDP miserável igual a você que está lendo.
  • 12 canecas - Recipientes antigos, segundo o comprador dessas tranqueiras relíquias, os antigos usavam em rituais para barbear, um para loção e outro para água onde colocavam em altares para abençoa-las antes de usa-las para tais barbeamentos. Aloy pergunta se não usavam apenas para beber. então, depois de uma longa conversa sobre barbear o "arqueólogo" diz que não pode sair pra escavar porque foi obrigado a se casar com uma mulher e tem que cuidar dela. ao invés de querer uma BUCETA pra comer todo dia, ele quer brincar com seus recipientes sagrados (viado).
  • 30 flores de metal - Um cara de fala mansa e todo afeminado chama Aloy para "bater um papo, uma discussão colorida" (palavras da boca dele). Ele é apaixonado por flores, queria viajar para pega-las, mas sua mulher se preocupa em ele não voltar mais pra casa com essas coisas de gay, então ele fica, pois disse também que se sente confortado enquanto é abraçado por sua esposa (gay, porém hétero). As flores tem três conjuntos, um com frases sem sentido, a segunda com textos sem sentido, e a terceira com poemas, alguns sem sentido, e outros até legais de ler.
  • 6 lhamas Banuk - Bonecos que estão espalhadas em locais altos e perigosos para escalar. A vendedora conta que um homem de ban-ur comeu com a esposa do chefe da aldeia, ela engravidou dele, então desafiou o líder da aldeia pra lutar ate a morte, o vencedor ficava com a mulher e a criança sairia melhor perder a luta, mas o bocó TAVA apaixonado por essa puta, no final, o maluco matou o chefe. ganhou os prêmios? não, foi exilado por matar o chefe. depois disso, ele saiu espalhando umas estatuetas de uns viados feitas de gravetos e trapos velhos. são bem feias por sinal. parecem com bonecas voodoo. a comerciante também conta que depois que ele fez essas estatuetas e as espalhou, foi considerado como herói por quem o exilou e todos os veneram a partir daí (povo confuso) e querem as estatuetas de volta.