Abrir menu principal

Desciclopédia β

Instituto Federal de Pernambuco

(Redirecionado de IFPE)


Bandeira de Pernambuco.JPG Oxe, mô véi! Ess'artigo foi'xxxcrito por um cabra pernambucano arretado da porra, visse?
Goxxxtasse não foi, abestalhado?! Vátilaxxxcá, seu fi di rapariga!! Bicho tabacudo do carai!!!
Tái feito baiano, é?!


Cquote1.png Você quis dizer: CEFET-PE Cquote2.png
Google sobre Instituto Federal de Pernambuco
Cquote1.png Você quis dizer: Campo de concentração Cquote2.png
Google sobre Instituto Federal de Pernambuco
Cquote1.png Você quis dizer: Caixa de entulho Cquote2.png
Google sobre Instituto Federal de Pernambuco
Cquote1.png Você quis dizer: Acre Cquote2.png
Google sobre Instituto Federal de Pernambuco
Cquote1.png Você quis dizer: Atraso de vida Cquote2.png
Google sobre Instituto Federal de Pernambuco
Cquote1.png FINALMENTE CHEGARAM OS TABLETS!!! Cquote2.png
Aluno do IFPE sobre os tablets prometidos no último século
Cquote1.png Eu tento sair do CEFET, mas o CEFET não sai de mim! Cquote2.png
Aluna do IFPE Campus Pesqueira sobre IFPE
Cquote1.png O difícil não é entrar, difícil mesmo é conseguir sair Cquote2.png
Alunos do IFPE sobre IFPE
Cquote1.png A gente não ganha bem, mas somos felizes! Cquote2.png
Funcionário Terceirizado do IFPE sobre IFPE
Cquote1.png Cuidado com as fossas do IFPE. Quase perco a perna! Cquote2.png
Vítima de atentado sobre IFPE
Cquote1.png Eu tenho medo! Cquote2.png
Regina Duarte sobre IFPE
Cquote1.png Com licença, professor. Podemos dar um aviso? Cquote2.png
Comunista maconheiro (usando bermuda da SeaWay e camisa da Rota do Mar) sobre aviso da UJR
Cquote1.png Já comi... Cquote2.png
Qualquer aluno sobre Aluno da dança
Cquote1.png Posso trazer o exercício de hoje amanhã? Cquote2.png
Aluno Qualquer na aula de português
Cquote1.png Cara, eu acho que fabricam a coca cola aqui... Cquote2.png
Aluno admirado por ter encontrado um rato no bebedouro
Cquote1.png Eu peguei câncer, cirrose, AIDS e overdose depois de encostar o pé no laguinho Cquote2.png
Um mamute pequenino sobre o IFPE
Cquote1.png UNO!! Cquote2.png
Aluno gritando declamando essa frase muito utilizada
Cquote1.png Isso é uma Instituição de ensino! Cquote2.png
Professor Qualquer falando sobre IFPE
Cquote1.png O Sol tá massa! O Sol tá massa! O Sol tá massa! Cquote2.png
Um Aluno 'querendo ser salvo' por outro Aluno
Cquote1.png Eu já faleeei , não pode sentar nas escadas!!! Cquote2.png
Aluno Colaborador falando a Aluno Qualquer
Cquote1.png Viva as fardas "abacate"! Cquote2.png
Aluno que recebeu novo fardamento sobre fardamento
Cquote1.png É uma cilada, Bino! Cquote2.png
Pedro sobre IFPE
Cquote1.png Entrega qualquer porcaria mesmo que tú passa! Cquote2.png
Aluno de Design Gráfico sobre trabalho final de qualquer cadeira
Cquote1.png Vem cá Twamãe Cquote2.png
Alunos veteranos chamando mascote super esqueletico simpatico
Cquote1.png Na União Soviética, o IFPE é reprovado por VOCÊ Cquote2.png
Reversal Russa sobre IFPE
Cquote1.png Socoooorrooo! Cquote2.png
Veterano sobre IFPE
Cquote1.png O IFPE é uma obra criada pelo não reconhecimento da decadência da Armênia! Cquote2.png
Serj Tankian sobre IFPE
Cquote1.png Mãos ao alto! Cquote2.png
Professor entrando na sala de Sistema de Informação.
Cquote1.png Aquela Rapar...eita!!! Cquote2.png
Aluno recebendo prova de História II e percebendo que a professora estava atrás dele.
Cquote1.png Mimimimi Mimimimi Mimimimi Cquote2.png
Fred Mercuri Prateado dando aula de algorítmo 2
Cquote1.png Corre! Lá vem o Barro!! Cquote2.png
Alunos que se espremem no Barro/Macaxeira atrás do busão
Cquote1.png Acoooooooooooooooordaaa Mulheeeeeerrr Cquote2.png
Professor de Probabilidade e Estatística
Cquote1.png Professor explicando um Algorítmo Cquote2.png Cquote1.png É preciso muita maconha mesmo né?! Cquote2.png
Professor comentando a frase anterior.
Cquote1.png Essa integral... ... ... (Ctrl + alt + Del)... Entenderam?? Cquote2.png
Professor dando aula de Cálculo.
Cquote1.png Fuuuuuu.... Só caiu o que eu não estudei. Cquote2.png
Aluno do primeiro período de edificações falando sobre a prova que acabou de fazer
Cquote1.png O que é aquilo? É um monstro! Cquote2.png
Aluno novato sobre os peixes mutantes do laguinho
Cquote1.png Aqui só tem pirraia! Cquote2.png
Aluno novato de algum curso superior sobre o IFPE
Cquote1.png Paieee! Manheeee! Passei! Cquote2.png
Aluno inocente ou desavisado que acaba de ver sua nota no IFPE
Cquote1.png "Pé de Banco"!!!, pega ele!!! Cquote2.png
Veterano do 5º ou 6º período, se divertindo
Cquote1.png Uau! É muito grande aqui..., tem até lago Cquote2.png
Aluno novato que no 5º período já estará entediado com o IFPE
Cquote1.png Volta que ta na hora da chamada! Cquote2.png
O sobrevivente da aula altamente tediante chamando os amiguinhos gazeadores
Cquote1.png Ahusauh precisa disso pra hoje? NÃO! Cquote2.png
Qacadêmico
Cquote1.png Autoset. Cquote2.png
Qualquer aluno sobre osciloscópios
Cuidado! Esse artigo revela várias verdades sobre uma instituição federal. Ter conhecimento de seu conteúdo pode ser perigoso para a sua integridade.


IFPE era um antigo centro de pesquisas, da década de 50, que buscava constantemente encontrar vários tipos de cura( cura do câncer, da AIDS, a cura da vaca louca, curativo, cu ativo, cura gay), eles faziam várias experiências com modificações de DNA e as vezes jogavam pôquer. E atualmente é um depósito de entulho com várias espécies desconhecidas pelo homem e também é um Instituto.

Índice

O inícioEditar

Tudo começou quando em 1947 o então presidente do Brasil ET Bilu cansado de pedir para que as pessoas busquem conhecimento ele teve a brilhante ideia de construir um centro de pesquisas para que ele enfim conseguisse o seu precioso conhecimento, tanto que depois de alguns anos ele lançou um livro contendo esses conhecimentos chamado: O kama sutra.

O começo das atividadesEditar

Quando tudo ficou pronto logo no dia seguinte começaram as pesquisas, mas foram tantas pesquisam que em torno de um mês todos os departamentos ficaram sobrecarregados, principalmente o DEAD ( Departamento de Estudos Avançados do Dna) e o COCK ( Centro Orgânico de Cultivo de Koníferas e é com K para ficar mais gay). O DEAD e o COCK com o sobrecarregamento de seus laboratórios deram a oportunidade para que os Cientistas cometessem erros bem graves, tão graves que deu em uma coisa bem coisada.

O dia em que deu pane na porra todaEditar

Um dia um cientista filho da puta trabalhador estava muito cansado pelas várias horas sem descanso, então enquanto ele cuidava na caixa de força do prédio inteiro ele pegou no sono e deitou em cima da chave de força, então com isso ele sobrecarregou todos os equipamentos usados nas pesquisas incluindo o reator nuclear e o modificador de DNA. O reator estava tão sobrecarregado que o seu poder de destruição seria o equivalente 1/3 de um peido do Chuck Norris ( ou seja, forte pra caralho).Com o modificador de DNA quebrado ele criou várias sequencias de DNA que foi capaz de criar seres únicos e incríveis que serviu para porra nenhuma porque a explosão nuclear destruiu todos eles, mas a máquina também criou seres que foram capazes de sobreviver à explosão.

O efeito das drogas do acidenteEditar

Com a morte de todas as pessoas que trabalhavam no local e com diversas formas de vida perigosas, o governo decidiu que deveria explicar a população que a explosão foi proposital para que se construísse um novo campus educacional e tecnológico de nível bem superior aos encontrados no Brasil e podendo ser comparados com os maiores campus internacionais e os trouxas caíram nessa.

Etapas do corpo discente(alunos, tá?)Editar

  • 1ª fase/preparação (Vulgo Pó-de-Serra): Acontece quando a vítima pessoa encontra-se iludida pela expectativa de estudar em uma instituição Federal e, desta forma, ascender profissionalmente. O dito cujo passa meses estudando para que possa garantir a sua vaga no tão sonhado presídio IFPE.
  • A prova: Etapa em que os futuros cobaias são apresentados à escola (por pequeno espaço de tempo, caso não passem, ou por tempo indeterminado, caso passem). Geralmente, os canditatos não fazem a mínima ideia do que são seus cursos, mas, como diria um velho filósofo: "De graça, até injeção na testa".
  • Pé-de-Banco: Esta etapa extende-se do 1º ao 2º períodos. Os coitados felizardos passam por uma recepção calorosa por parte dos veteranos e borrachinhas. Realiza-se, então, um antigo ritual if-ano: consiste-se no ato de fazer bolos nas cabeças dos novatos, misturando ovo, farinha, coloral, etc (não que alguém ponha coloral em um bolo, mas foi a melhor definição que achei); suas cadeiras são viradas para o lado oposto ao quadro e, conta a lenda, que alguns alunos, por não saberem onde fica o auditório (local onde os massacres acontecimentos importantes são realizados) vão parar em um dos banheiros da instituição.
  • Borrachinha: 3º e 4º períodos. Esse é um estágio muito entediante importante na vida de todo estudante do IFPE. Ele já está familiarizado com os seus concorrentes coleguinhas, com os soldados de Hitler professores (ou com a falta deles) e com os cachorros(em sua maioria esqueléticos, pra você ver como os estudantes amam os animais!)principais moradores.
     
    Convivência fraternal entre alunos
  • Veterano: 5º e 6º períodos. Seres quase sem cabelos, quase sem cabeça, quase sem paciência, quase sem esperanças de sair e totalmente sem dinheiro.
  • Paciente em Fase Terminal: 7º e 8º períodos. Seres já sem cabelos, já sem cabeça, já sem paciência, já sem esperanças e além de totalmente sem dinheiro (certas coisas não mudam, afinal, se tivesse grana não estaria em escolá pública, dã!), agora, com dívidas.
  • Estagiário: Ainda sem definição, pois são poucos que conseguem para poder contar a história e, aqueles que conseguem, não sobreviveram para contá-la, mas, contam os conhecidos que são escravos seres que ganham pouco ou não ganham nada.

Normalmente após entrar no IFPE o coitado recém-aprovado passa por várias fases de evolução e tem seu conhecimento e personalidade totalmente modificado pelo ambiente altamente produtivo e estimulante. Os nerds logo descobrem as calouradas e os bares próximos, passando a ser frequentadores contumazes desses locais e dependentes de bebida alcoólica. As garotas novinhas e recatadas, colegas de sala da menina retardada (também nerds) são logo chamadas a conhecerem os ambientes distantes para terem sua iniciação sexual ou aprimoramento. Os primeiros contatos com cheiramento de gatinhos e fumo de grama também se dá assim que se entra na instituição. Também são aprendidas técnicas de colagem, cópia reprodução de trabalhos acadêmicos, falsificação de provas e desculpas esfarrapadas para faltas. "Prefiro ir preso a ir ao IF!"

Cursos do IFPEEditar

Campus conhecido Recife e Ipojuca

  • Química Indrustrial: duração mínima de 9 anos.
  • Química (Campus Ipojuca): Se passar por média em Sávio e Ribamar, já está diplomado
  • Edificações: gostam de matemática, segundo eles.
  • Eletrônica: ninguém até agora terminou esse.
  • Eletrotécnica: só entraram nesse curso porque o nome é bonito.
  • Mecânica: Trinta e nove homens e... Ah! A menina desistiu do curso.
  • Refrigeração: quem faz o curso não sabe porque faz.
  • Saneamento Ambiental: O refúgio de grande parte da ala feminina dos cursos técnicos. Antes de entrar, ninguem sabe do que se trata. 99,9% entram por achar que o curso é alguma coisa "ambiental". Como consequência da falta de informação, estilam quando são chamados de "rato de esgoto", "limpa fossa", bla bla bla.. Todos os homens que reprovam querem pagar cadeira lá. E reza a lenda que Charlles Henrique ainda está pagando matéria lá... (Por que será?)
  • Segurança do trabalho: só fizeram por causa do dinheiro.
  • Telecomunicações: trabalha de cobradora de cartão de crédito.
  • Turismo: metidos a turista.
  • Desing Gráfico: fórmula do conhecimento: Ctrl + Alt + Del.
  • Gestão Ambiental: foram alunos de Saneamento Ambiental que gostam tanto do colégio.
  • Radiologia: consertam rádios.
  • Análise e Desenvolvimento de Sistemas: antes de entrar não sabiam o que fazia o curso. E depois que entram continuam sem saber
  • Gestão de turismo: prefiriram fazer o mesmo curso (Turismo) mas sendo que superior. Lol!
  • Engenharia de Produção: não passou na Federal.
  • Construção Naval(Campus Ipojuca):Acostumem-se com coisas grandes: é Naval. (Professor de física antes da primeira prova)
  • Petroquímica (Campus Ipojuca):Único curso que você inicia e já sabe que vai desempregado.
  • Automação Industrial (Campus Ipojuca): Ao finalizar, será eletriscista.
  • Licenciatura em Geografia: Mais conhecidos como caixeiros viajantes.

Lendas Sobre o IFPEEditar

  • Se você entrar na mata da área do exército vai ser atacado por abelhas assassinas e nunca mais acharão seu corpo. Quem entra lá e consegue escapar das abelhas é capturado por soldados da 7ª Região e vai preso para ser torturado interrogado, somente aparecendo dias depois sem roupas e com o cú rasgado a região anal dilacerada.
  • A área conhecida como Bloco "F" era bastante conhecida como matadouro de ninfetas, ninfomaníacos e área de testes de cigarros de palha.
  • Os laguinhos do IFPE antigamente eram utilizados para pesquisas pelo CCB da UFPE porque tinham resquícios de seres da pré história. Eles estudavam a origem dos seres vivos por um ancestral único. Estes seres foram evoluindo e se transformaram nas tartarugas que ainda nadam por lá. As pesquisas foram abandonadas devido à poluição causada pelo excesso de lixo jogado nos lagos, o que inviabilizou a evolução das taratarugas, já que elas nunca crescem. Ainda hoje se encontra muito lixo no fundo dos lagos, entre eles muitas das antigas cadernetas, que eram lançadas pelos vagabundos alunos estavam pendurados por faltas e não queriam se fuder ser reprovados.
  • Experiências mal sucedidas modificaram a evolução desses seres encontrados no laguinho, devido a isso um novo ser surgiu, um ser mutante. O mostro que habitava essa águas poluídas fora transferido para pesquisa mas com fim do projeto ele retornou a instituição, atualmente encontra-se em exposição permanente na Biblioteca
  • Bruna Surfistinha começou sua carreira dando de graça pra um sortudo que lhe deu carona assim que ela começou essa prática difundida pelos alunos. Depois disso, o ponto de carona perto do quartel do exército fica infestado por alunos, que sabem que sempre vai aparecer um otário motorista gentil pensando que alguma ninfetinha está ali mesmo é pra dar de graça ao primeiro que aparecer de carro querendo levá-la pra casa.
  • Desde que chegou no IFPE, 4 meses antes de hoje, um dos alunos relata que ve todos os dias o mesmo saquinho de bolinhos de goma na sala direção da área de TSI. Quem será que vai comer aquilo lá???
  • Aprovação, a grande lenda, o monstro dos vestibulares, o ser que passou em todos os cursos de todas as instituições de ensino do brasil e do mundo... pelo menos é isso que diz "The Legend"...
  • Reza a lenda que Seu Madruga começou a vida como X-Men tendo aulas na turma de TADS, pois foi lá que ele aprendeu a desenvolver ferramentas que lhe dessem poderes fantásticos, como passar 14 meses sem pagar o aluguel.
  • Segundo um funcionário do DPP uma guria ficou presa da sexta-Feira até a terça-Feira presa no elevador do IFPE, segundo depoimentos dela, ela só foi salva porque foram consertar o elevador, se sabe que ela sobreviveu graças ao biscoito treloso e água que ela tinha na bolsa