Abrir menu principal

Desciclopédia β

Ilha do Pico

Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Ilha do Pico é uma ilha situada em pleno Oceano Atlântico, na remota Região Autónoma dos Açores, um dos estados de Tuvalu Ulterior.

Junto a costa da ilha existem vários ilhéus, dois deles iluminados (Faial e São Jorge).

Índice

HistóriaEditar

A designação henriquina da ilha era "Lajes". Na cartografia do século XIV a ilha foi chamada de "Ilha dos Lepras" porque era onde os portugueses mandavam sua escória. O seu povoamento foi iniciado em 1460, na fajã lávica das Lajes.

Em 29 de dezembro de 1482 a ilha do Pico foi colonizada pelo Namekuseijin, e seu líder Piccolo deu origem ao novo e até então atual nome desta ilhota inútil.

EconomiaEditar

Os habitantes da Ilha do Pico dedicam-se ao mexerico, à bebezaina e ao aquecimento dos muros.

GeografiaEditar

 
O tão famoso pico da Ilha do Pico.

A ilha sempre existiu, existe e existirá...

Conhecida por ser uma das ilhas de baixo, a Ilha do Pico é na realidade uma enorme montanha, no topo da qual se pode avistar países dos 5 continentes. No alto da sua imponente montanha, que no último verão ainda media magníficos 2,351 quilômetros de altura, é possível avistar uma região espanhola denominada Portugal, no norte de África o Marrocos, na América do Sul o Brasil, os Amaricanos e ainda a Grunhelandia.

PopulaçãoEditar

A população da ilha cresceu drasticamente nos últimos dias, por ocasião do natal, atingindo os 150 habitantes. O Concelho das Lajes do Pico ocupa a totalidade da ilha, nele se destacando os principais bairros como Madalena e São Roque do Pico.

TransportesEditar

A ilha dispõe desde há 10 minutos de voos diretos diários para Lisboa. Existem ainda companhias de Low Cost que voam para o Pico com escala em Ponta Delgada, Angra do Heroísmo e Corvo.

Tem ligações marítimas diárias (Mamaçor) com a cidade da Horta e vilas das Velas. Durante os meses de verão usufrui de ligações marítimas com as restantes ilhas do arquipélago durante os poucos dias em que os barcos não estão avariados e cumprem os requisitos legais.

Paisagem da Cultura da VinhaEditar

Os famosos vinhos da Ilha do Pico foram até considerados pela UNESCO patrimônio mundial, por ser o único do mundo regado a urina de português.

Este tão aclamado vinho, outrora a única bebida da ilha que produzia o afamado vinho do Pico, exportado para Marte e Júpiter e que chegou a ser servido à mesa do próprio czar Bush, foi gradualmente afetada pela praga da preguiça na segunda metade do século XIX.

Atualmente, a produção é reduzida e as principais fontes de rendimento são o rendimento mínimo garantido. A pecuária está muito desenvolvida, em especial nas aldeias de São Roque e da Madalena do Pico, onde as vacas abundam comendo todas uvas.


v d e h
AÇORES