Abrir menu principal

Desciclopédia β

Ilusão

Quevedo25on.gif Este artigo trata de coisas que nón eczisten!

Este artigo trata de algum mito, lenda, conto, história de pescador ou desculpa esfarrapada. Tome cuidado, pois você pode espirrar e ter sua alma levada pelo capeta caso alguém não fale saúde.

Cquote1.png Você quis dizer: Mundial do Palmeiras? Cquote2.png
Google sobre Ilusão
Cquote1.png Você quis dizer: Namoro online? Cquote2.png
Google sobre Ilusão

Cquote1.png Fui tapeado! Cquote2.png
Zé jacaré sobre ilusão
Ilusão, não confunda com ilusionismo, pois os ilusionistas não fazem apenas uso da ilusão, mas também de pintos, coelhinhos, varinhas, varões, tecnologia, cacarecos, etc.: Ilusão não é ilusionismo, agora que já sabe o que ilusão não é, podemos passar ao que ele é :)

IludidosEditar

 
Formigas espertas fazem um buraco falso, assim ninguém desmancha o verdadeiro buraco.

Pode notar que já se inicia pelo nome do artigo e da sessão: Parecem dois is e dois eles, mas é um e outro. Ou seja, as ilusões não ocorrem porque os seres são burros, apenas por uma distração em que, o que está sendo observado se faz notar de outra forma, algumas vezes porque quer, outras vezes sem querer.

 
Isso ilude até os mais realistas.

O que faz a ilusão são principalmente os olhos, mas não apenas eles, os demais sentidos també, tanto que que o olfato lhe faz sentir cheiro de mexerica, mas quando vai ver era banana, com algo cítrico perto dela. Os olhos, pore´m, são a principal fonte de ilusões. Cada vez que alguém vê algo, mas depois verá que esse algo não existe ou era outra coisa, pode ficar aliviado ou frustrado, tudo depende do que ele estava vendo. A junção dos olhos com o cérebro é que faz a ilusão.

Mesmo que os olhos não estejam vendo senão um plastiquinho colorido ao longe, o cérebro pode se adiantar e interpretar que é o teu tio engraçadão dando desculpa da bipolaridade que ele não tem pra se vestir de gueixa do Paraguai novamente, mas dessa vez sim, era um plástico velho e colorido, jogão por algum imundo que ficou preso na grade(o plástico ficou preso, não o imundo), isso de lixo jogado por aí por gente desleixada, acaba por dar margem a muita ilusão de ótica, estando na margem ou não.

Como ocorreEditar

Ninguém se ilude porque quer do contrário não seria ilusão: Ao dizer que alguém se ilude na verdade não é isso pois para se caracterizar como ilusão, ninguém deve por exemplo ficar trêbado(a) para então dar uma com quem não daria sóbrio(a): Isso querendo ou não foi de caso antecipadamente pensado e, por mais que a carne pareça picanha sendo pescoço de frango, a pessoa de antemão já sabia que enchendo o caneco, iria suavizar o efeito, o que não vale.

As ilusões sempre hão de ser involuntárias para ser ilusões, não poderá existir nada precedente da parte de quem será iludido. A ilusão sopra o vento e manda que aquela pequena tampinha de marmitão seja o que quem ver decida: Depende muito do que o visionário está pensando mais naquele momento: Claro alguns podem ver aeronaves, outros um anexo novo ao prédio, até que a coisa caia e o mistério seja desfeito. Apesar de não ter culpa de nada, quem viu algo que nada tinha haver com a realidade, sente-se um imbecil, o que não há motivos, oras ninguém é adivinho para saber que aquele pequeno pontinho ao longe, que parecia um albatroz circundando as montanhas, na verdade estava sim, perto e era um papelzinho higiênico usado? Quem pode adivinhas essas coisas? Nem ilusionistas sabem, mas eles após se sentir imbecis, roubam a ideia do vento e podem coloca-la em algum de seus números chatos: Que também não são verdadeiras ilusões, pois quem vê o show sabe que vai ser iludido: Já explicado que isso não é ilusão porra nenhuma.

Ver também e se iludirEditar