Abrir menu principal

Desciclopédia β

Innuendo

Were-Only-in-It-for-the-Money.png Este artigo se trata de um álbum

E você baixa da internet porque não tem dinheiro.

Conheça o resto da playlist clicando aqui.


Cquote1.png Você quis dizer: Me moendo Cquote2.png
Google sobre sobre Innuendo

Cquote1.png Aquele disco do palhacinho Cquote2.png
Poser sobre Innuendo

Cquote1.png Esse disco não é nosso!! Cquote2.png
Patati e Patatá sobre Innuendo


Innuendo foi o último álbum do Queen antes do Freddie Mercury virar Presunto.


Índice

HistóriaEditar

O disco foi gravado num estúdio circense, que deu a inspiração para a capa. Mesmo estando mais magro que o palito de fósforo John Deacon,Freddie Mercury queria voltar as turnês, mas seus companheiros negaram, achando que Freddie podiar morrer no palco e que ele já estava no pau da viola e que a banda ja estava fudida mesmo. Então como último pedido, ele pediu pra fazer mais um álbum, antes dele bater as botas. Muitos dizem que esse álbum lembra o Queen dos anos 70,por causa das viadagens músicas. De tão ferrado, de 4 clipes, Freddie apareceu só em dois, e foi um dos primeiros artistas a usar dublês de corpo nos clipes e usar Play Back coisa que todo cantor sertanejo faz hoje em dia. Freddie morreu quatro dias antes de terminar o disco, mas conseguiu enviar o resto da última música com ajuda de um Pai de Santo e desse mesmo modo falou pra todo mundo que tinha Aids coisa que todo mundo já sabia.

 
Capa do álbum do Patati e Patatá Queen

Sobre as músicasEditar

Todas as músicas lembram tristeza e morte, porque enquanto Freddie Mercury morria aos poucos, não dava pra pensar em outra coisa. E de tão sem inspiração, Freddie escreveu uma música sobre seu gatinho de estimação (que é a música "Delilah" ), E John Deacon escreveu um Remake da vida dele em "These Are Days of Our Lives" ("Esses são os dias da minha vida"), E uma música sobre um colar de plástico "Bijou" (Bijouteria). Ainda sem inspiração, escreveram "I'm Going Slightly Mad", que fala umas piradices sem sentido, e tem um clipe muito bizarro, com Freddie Mercury mais branco do que alemão que não sai pra tomar sol. A crítica criticou o álbum é pra isso que eles servem, dizendo que tinha ficado com um tom muito sinistro e Emo, e deu notas horrorosas pra ele..Mas pra sorte dos futuros desempregados depois da morte de Freddie (John Deacon, Roger Taylor, Brian May), o álbum vendeu 3 milhões de cópias, que não deixou os ex integrantes morrerem de fome.

 
Roger Taylor trabalhando após o fim da banda.

IntegrantesEditar

MúsicasEditar

(Traduzido com o Babylon)

Lado A

1. "Innuendo" (Me Moendo)

2. "I'm Going Slightly Mad" (O Gongo do Slightly Mad, música de gente pirada )

3. "Headlong" (Cabeça Longa..ui!)

4. "I Can't Live with You" (Eu Tenho Uma Câmera Para Você)

5. "Ride the Wild Wind" (Deixe-se Levar Pela Ventania (Se você for magro não o faça)


Continuação do lado A

1. "All God's People" (Todas As Pessoas e Deuses)

2. "These Are the Days of Our Lives" (Esses é o Ares De Nossos Dias)

3. "Delilah" (WTF?)

4. "Don't Try So Hard" (Não Tente, Porque é Difícil)

5. "The Hitman" (Homenagem ao jogo de mesmo nome)

6. "Bijou" (Bijouteria é uma homenagem as jóias de Freddie que ele comprava na 25 de Março)

7. "The Show Must Go On" (O Show Deve Continuar)