Abrir menu principal

Desciclopédia β

Invocação do Mal

Exorcista.jpg
Este artigo é sobre um filme de terror!

É melhor nem lê-lo, a menos que queira encontrar a menina do exorcista. Se vandalizar, a Samara virá te comer pegar daqui à 7 dias!
Eyeless jack scare.jpg Este artigo é ASSOMBRADO!

Algum espírito que atravessa paredes e adora pregar peças em cagões
está vigiando este artigo, então cuidado com os objetos flutuantes e não vandalize,
ou ele virá puxar seu pé enquanto dorme.

Cquote1.png Que merda é essa? Virou moda agora é? Cquote2.png
Samara Morgan sobre Batsheba
Cquote1.png Eu fui a primeira Cquote2.png
Menina do Exorcista sobre Batsheba
Cquote1.png BUUUUUUUUURRRRRRRRPPPPPPPPPPPPPPPPPPPP Cquote2.png
Kayako Saeki sobre Batsheba
Cquote1.png Era melhor ter ido ver o filme do Pelé Cquote2.png
Chaves sobre Invocação do Mal
Cquote1.png Fiu... Fiu... Fiu... Fiu... Fiu... Cquote2.png
Chaves tendo piripaque segundos depois sobre Invocação do Mal
Cquote1.png BUUUUUUUUURRRRRRRRPPPPPPPPPPPPPPPPPPPP Cquote2.png
Kayako Saeki sobre Qualquer coisa

Invocação do Mal ou ainda The Conjuring é um filme de terror feito para assustar crianças e mariquinhas no qual nunca acontece porra nenhuma, no qual geralmente mostra um grupo de viajantes (ou de estudantes procurando altas putaria) em uma cidade pacata, vagando feito mendigo sem destino, em buscas de pistas de desaparecidos etc e a porra louca, tipo Sobrenatural e derivados.

Índice

SinopseEditar

 
Família perfeita (Ou não).

O filme se passa em 1900 e guaraná com rolha, no cú do mundo, onde o casal de narcotraficantes macumbeiros Ed & Lorraine Warren é chamado para resolver um caso em uma fazenda, de uma tia que havia morrido em 1500 e xablau. No filme todos são sensitivos e podem ver espíritos (inclusive você), eles se comunicam com fantasmas normalmente, assim como em A Família Hathaway. Os espíritos possuem capacidade de falar, andar, correr, trepar, gritar, acender um baseado (assim como o diretor do filme) e tudo que se possa imaginar, assim como os zumbis das produções atuais, o espírito se trata de uma tia safadinha que sempre quer matar alguém, mas nunca mata, o filme é feito de diálogo, música de fundo, e cenas de impacto o tempo todo, mas nada acontece, só enche linguiça, pra deixar os medrosos se borrando de medo que nem você seu mariquinha. Mas veja a parte boa, se você está vendo um filme de 1900 e pus com rola não vai se importa que o fantasma pegue no peru do seu avô.

PersonagensEditar

  • Lorraine Warren: Macumbeira principal do filme, luta contra espíritos para sentir adentrar suas entranhas, foi abençoada pela pomba-gira, é ela que puxa o bonde, só fala, fala e acaba não resolvendo porra nenhuma. Ela nasceu na Bahia com o nome de Lorrany Uarlei, cresceu em terrenos de umbanda na qual sempre baixava o santo, o que fez ter uma grande experiência com espiritismo e tals. Se deitou com um famoso e milionário pai de santo no qual ele chupou seus peitos e a convidou para ir morar com ele na Suécia, a mesma aceitou e assim viveu 3 anos com ele mas voltou ao Brasil, anos depois imigrando ilegalmente para os Estados Unidos para trabalhar de empregada doméstica, pois ganhava 70 dólares por hora, bem mais do que ela recebia fazendo macumba para os outros. Nas horas vagas ela vendia seu corpo para produções de filme pornô, onde sua renda duplicava com a pagação de peitinho.
  • Edward Warren: Poucos se sabem mas ele é irmão de Lorraine, também nascido no Brasil, com o nome de Edicleison Uarlei, mas ao contrário da irmã ele não quis seguir a macumba, e sim a capoeira (o que da no mesmo), e assim se tornou um grande mestre dessa arte marcial, viajando ao redor do mundo, também se tornou lutador profissional de diversas modalidades e artes marciais diferentes, trabalhou para WWE, UFC. Não Sei O Que Lá Ê, também se tornou um excelente pugilista no qual lutou contra a lenda Seu Madruga e o derrotou (o que é mostrado no álbum de fotos do próprio), assim acabou se tornando milionário e mudou seu nome para Edward Warren ou simplesmente Ed, depois se aposentou, e passou a desfrutar da mordomia de um ex lutador, após ter duas overdoses ele resolveu se converter e se tornar crente, pouco tempo depois ele reencontrou sua irmã (a sua não, a dele seu burro) os dois se apaixonaram, se casaram e tiveram uma pirralhinha catarrenta linda filha de olhos azuis sem saber que eles eram irmãos, sendo provado tempo depois no Programa do Ratinho, atualmente eles trabalham juntos pra expulsar o demonho da vida das pessoas, mas ela que faz parte do trabalho ele presta pra porra nenhuma... Mentira, o cara é bão, ele exorcisa o capiroto como se fosse sua mãe mandando você pra dentro.
  • Carolyn Perron: A mãe e chefia da família Perron, é viciada em gás hélio (o que explica a sua voz), é a coitadinha do grupo, digamos que a cópia de Michelle Hathaway, sempre se coloca como dramática por ser uma mãe solteira retardada (na verdade é casada, mas o marido presta pra porra nenhuma) mãe de cinco filhas bem... quatro filhas, porque a Christine não conta é dramática, chorona, medrosa, e filhadaputamente odiada pela Batsheba, o demonho da putaria pesada.
  • Roger Perron: O pai das meninas e marido de Carolyn, eletricista e carpinteiro. É álcoolatra e não sabe educar as filhas, também fuma maconha, o que o deixa sempre lerdo e sem raciocínio de nada, quer ser o mandão mas não sabe de porra nenhuma, nem mesmo meter gostoso na sua esposa sedenta por sexo, Batsheba é apaixonada por ele (Legal, espírito maligno agora tem sentimento... Ah, foda-se também).
 
nem precisa dizer qual é qual.
  • Andrea Perron: A filha mais velha do grupo, e também a saco de pancadas da família, o alvo mais fácil da Batsheba, colocaram no filme somente para apanhar, ser arrastada pelo cabelo, tomar hadouken, fatality e o caralho a quatro, aparenta ser a mais velha de todo filme, dando a impressão de que ela é a mãe da família.
  • Nancy Perron: Nerd gostosa com óclinhos alá Harry Potter outra personagem enche linguiça da trama que não presta pra nada, somente quando Batsheba resolve descontar nela por não conseguir pegar Andrea.
  • Cindy Perron: Filha adotiva do casal, antes conhecida como Renesmee Cullen que foi achada em um beco e adotada por Carol e Roger, foi esquecida por Bella Swan enquanto essa estava indo comprar crack, pois é Cindy é uma vampira o que explica o fato dela poder ver espíritos pois é parte morta, não tem nada a ver com o chá de sangue alucinógeno que ela toma.
  • Christine Perron: A filha sapatão dos Perron, personagem enche linguiça, nem precisa dizer muita coisa sobre ela.
  • April Perron: Pirralhinha da família que só está no filme porque cobriu cotas e também porque precisava de alguém para interpretar a caçula dos Perron, uma personagem inútil, sem quase nenhuma fala, nenhuma quote que só teve destaque no filme por se envolver sexualmente com um dos fantasmas da casa.
  • Drew Thomas; Assistente do casal das transa, é um asiático nascido na Guatemala e que foi refém da FARQ e foi liberado de lá com a ajuda do casal, e hoje como forma de gratidão trabalha como escravo sexua deles.
  • Batsheba: A principal vilã desse filme, uma tia que viveu há uns mil anos atrás, foi a primeira namorada de Jesus na qual tirou sua virgindade, hoje em dia vive rondando a terra de camisola, e ameaçando as pessoas de morte na qual ela nunca mata, ficou em segundo lugar no Miss Feiura, perdendo apenas para a sua mãe (dessa vez é a sua mesmo, não a dela).
  • Rory: Moleque fantasma que vive chamando as pessoas para "brincar de cabra" só que os criadores dessa joça esqueceram que ele é um espírito, independente de estar vendado ou não ele não poderá ser visto, já cansado de não ter ninguém pra brincar ela chama April para brincar de médico e assim acabar com a inocência da garotinha.
  • Mãe do Rory: Já leu ali naquela parte mais escura? Tá né...
  • Annabelle: Com certeza o personagem mais macabro dessa porra, é uma boneca no qual não faz nada, só fica encarando com sua cara linda, pra quem não sabe é a versão travesti do Glenn, o filho do Chucky (você acha que ele viadinho daquele jeito não ia dar nisso?), seu sucesso foi tão grande que ele conseguiu ter um filme somente seu, e está em rumo ao segundo.

CuriosidadesEditar

 
Jogo da forca
Uma dica: Sai do cu.
  • Batsheba é sedenta por sangue, louca pra matar todos da família Perron e a todos que cruzarem seu caminho, vive ameaçando mas nunca mata, se tu fazer isso na vida real... tu já era
  • Na cena em que a filha sapatão Christine está dormindo, Batsheba tem a chance de fazer qualquer coisa, matar, sufocar, estuprar, esquartejar, mas elas simplesmente puxa o pé dela.
  • Batsheba luta com todas suas forças durante o filme todo, mas é só Lorraine colocar a mão em sua cabeça por um buraco e citar umas conjurações satânicas coisas gay e sentimental que ela sossega e é "destruída", Eu teria derrubado ela lá de cima com tudo.

Ver tambémEditar