Abrir menu principal

Desciclopédia β

Itabi

Cquote1.png Esse lugar não existe. Cquote2.png
Sua professora de geografia sobre Itabi
Cquote1.png O povoado daqui é maior que a cidade... Cquote2.png
Itabiano Itabiense sobre Itabi
Cquote1.png Itabi? Fica no Acre? Cquote2.png
Qualquer um sobre Itabi

Itabi é o nome de uma cidade qualquer e irrelevante, não conhecida por ninguém, que está situada no interior de Sergipe, ligeiramente escondida de todo mundo, mais ou menos no meio do nada.

HistóriaEditar

O vilarejo surgiu por volta do ano de 1821, quando viajantes se perderam no meio do nada e não conseguiram mais voltar. Pessoas desinformadas acharam que aquela aglomeração de gente perdida era um novo vilarejo, e começaram a se aprochegar, formando assim a vila, que ainda viria a se tornar uma das piores do Sergipe.

Apesar de ser até hoje, na prática, só uma fazendinha bem miserável com não mais que meros 5.000 habitantes, foi considerado oficialmente como município em 1953, sob nenhum motivo especial, apenas porque o estado de Sergipe é pequeno demais, e para ele qualquer coisa pode virar município, e assim passar a impressão de maior grandeza.

Por incrível que pareça O nome dessa cidade tem um significado. Ita em índionês quer dizer "pedra" de crack e bi quer dizer viado enrustido dois, ou seja, duas pedras. Parece um significado idiota e é, mas o cara deu esse nome devido as pedra que ele cheirava a duas enormes pedras que tinham (têm) na cidade.

GeografiaEditar

Muito antes de Pedro Álvares Cabral encontrar o Brasil, uma parte dele foi atingida por um meteoro que extinguiu os dinossauros, o que deixou um buraco enorme. E então é ali que se situa Itabi. Composto por muitos lugares íngremes, parece estar descendo pra o inferno. Seu relevo é indefinido.

TurismoEditar

 
Uma pedra em formato de tolete de cocô, o único ponto turístico dessa pequena vila.

Você está no lugar errado, o único pontos turístico, se é que aquele porcaria pode ser considerada isso, é uma formação rochosa que tem o perfeito formato de dois toletes de fezes, as quais são chamadas de "A pedra da paciência", que se chama assim para simbolizar a contemplação e introspecção interior que todo ser humano faz na sua intimidade durante o ato de defecar, sempre com bastante serenidade e paciência, na busca de produzir o tolete mais perfeito e com a textura mais adequada para melhor conforto na evacuação, e assim aqueles dois serenos pedaços de rocha em formato de tolete de cocô, são visitados e apreciados por todos visitantes que se atrevem em conhecer Itabi por conta própria.