Abrir menu principal

Desciclopédia β

Itapecuru-Mirim

Itapecuru-Mirim é uma das poucas cidades razoavelmente grandes do Maranhão.

Índice

HistóriaEditar

 
Bem vindo à Itapecuru-Mirim. A propósito, você já fez o seu seguro de vida?

Nos primórdios, Itapecuru-Mirim era apenas um grande matagal, que ficava bem do ladinho do Rio Itapecuru.

Como regiões que possuem rios no Maranhão são extremamente raras, em muito pouco tempo, alguns portugayses chegaram em Itapecuru-Mirim, e começaram a construir os primeiros barracos de madeira, além, é claro, da igrejinha no centro, que não pode faltar em nenhuma cidade que está em desenvolvimento.

Apesar de Itapecuru-Mirim possuir um solo improdutivo, que não serve nem para plantar uma mandioca, os portugueses achavam que essa nova cidade teria futuro. Então, para ajudar no crescimento na cidade, eles contrataram algumas putas pagas, que serviriam para ajudar no crescimento demográfico.

Nove meses após terem contratado essas putas pagas, os portugueses finalmente puderam ver os seus primeiros descendentes, que estavam destinados a se ferrar para todo o sempre nesse fim do mundo conhecida como Itapecuru-Mirim.

Quando cresceram, esses descendentes até queriam fugir de Itapecuru-Mirim, porém, quando os seus pais lhes apontaram as carabinas totalmente carregadas com sal, eles mudaram de ideia, e começaram a ajudar no desenvolvimento da cidade.

Para continuar com o crescimento demográfico, esses filhos dos portugueses usaram a mesma táticas de seus país, e trouxeram algumas profissionais do séquiço diretamente de Araponga. Com exceção de alguns broxas, a grande maioria dos filhos dos portugueses conseguiram produzir uma tonelada de filhos, estes que, assim como os seus pais, estavam destinados a ficar em Itapecuru-Mirim para todo o sempre...

Esse ciclo continuou por muito tempo, até que Itapecuru-Mirim alcançou o número de habitantes atual, que é de 60.000 habitantes. Como os habitantes de lá preservam as suas tradições nordestinas, eles continuam se procriando como coelhos, e não pretendem fechar a fábrica tão cedo...

EconomiaEditar

 
Uma das principais ruas de Itapecuru-Mirim. Essa é a razão de todos os moradores dessa cidade serem tão bons em natação.

A economia de Itapecuru-Mirim é completamente baseada no tráfico de drogas e na exportação de escravos para as plantações de mandioca, que existem em abundância nas cidades vizinhas.

PopulaçãoEditar

Possui uma população de cerca de 60.000 habitantes, sendo que eles estão divididos em:

EducaçãoEditar

A educação de Itapecuru-Mirim é uma das melhores do Brasil. Por incrível que pareça, todos os jovens vão para a escola! Isso talvez seja porque eles transformaram a única escola da região em uma sofisticada boca de fumo, que possui um grande estoque de maconha e heroína em seus galpões. Essa boca de fumo faz tanto sucesso que até mesmo os professores e diretores da escola participam da roda! Bem, pelo menos, ninguém pode dizer que os jovens estão fora da escola...

TransportesEditar

Itapecuru-Mirim possui alguns ônibus, sendo que, em todos eles, os habitantes viajam pendurados nas portas.

Os habitantes mais conservadores ainda guardam uma carroça em sua garagem, e, além de usá-la para viajar, também usam para catar papelão, prática comum em Itapecuru-Mirim.