Abrir menu principal

Desciclopédia β

Itapipoca

Cquote1.png Eu sempre como quando vou no cinema. Cquote2.png
Carla Perez sobre Itapipoca
Cquote1.png Vamo lá Itapipocaaaaaaaaaaaaa!!!!!! Cquote2.png
Cantora de forró em um dos muitos shows na cidade
Cquote1.png Vamo tomá umas? Cquote2.png
Playboy mencionando o único programa mais comum na cidade
Cquote1.png Fresquinho aqui né? Cquote2.png
Habitante de Sobral sobre Itapipoca
Cquote1.png E aí amiga, vamo sair pra beber ou pra comer? Cquote2.png
Paty perguntando pra amiga o que elas vão fazer a noite na cidade

Itapipoca é um município brasileiro do estado do Ceará. É conhecida como "cidade dos três climas" por haver em seu território praias, serras e o sertão, já sendo este o primeiro sinal do analfabetismo do povo local, pois estas três coisas são biomas, terriotórios, lugares, e não climas, pois na verdade, o único clima que se tem por lá é um calor do inferno.

Índice

HistóriaEditar

Inicialmente habitado pelas tribos tremoempé, anacé, pupuiaré, hoje estes seres são só história, pois no século XVII todas estas tribos foram varridas pelos portugueses que ali estabeleciam a Capitania do Siará Grande, que não viria a produzir nada, resultando na matança de índios algo inútil.

A cidade acabou se desenvolvendo por ser posto de parada para os viajantes entre Fortaleza e Sobral, e na falta de coisa interessante no Ceará, começaram a fingir que Itapipoca era uma cidade legal, pois tinha sertão, serra, mar e o Tiririca.

GeografiaEditar

A cidade localiza-se no norte do estado do Ceará, sendo fundamental a sua posição para intercomunicar Fortaleza e o inferno Sobral e assim permitir o intercâmbio de caminhões trazendo muambas mercadorias que não servem pra porra nenhuma de altíssima importância para o mercado cearense.

No norte tem os distritos praianos, como Baleia, que possuem as praias mais desertas de todo litoral brasileiro. E ao sul está os ertão, que ninguém se interessa, exceto famílias masoquistas que ainda não descobriram as maravilhas do pau-de-arara para migrarem de lá.

EconomiaEditar

A economia é baseada no cultivo de lavouras e criação de porcos, galinhas, jumentos que a população menos favorecida cria no quintal de casa. Incrivelmente, esse comércio rural é o suficiente para tornar Itapipoca uma das grandes cidades do estado do Ceará, o que evidencia a precariedade do estado.

Na agricultura o principal produto cultivado é o milho transnatural, já é colhido em forma de pipoca devido ao forte calor (por isso o nome itaPIPOCA). Acredita-se que este milho modifique geneticamente os seus consumidores, criando assim seres como o Tiririca, uma entidade sobre-humana, quase uma divindade na região. Pois foi o único morador dessa pacata cidade que conseguiu subir na vida através da educação.

PopulaçãoEditar

A população feminina de Itapipoca são formada majoritariamente por pseudo-patricinhas, que são putas meninas que se acham populares, andam com o nariz empinado, com a cara rebocada de maquiagem e o rosto cheio de blush parecendo um palhaço (e elas acham que tão arrasando). Cidade recheada de putas, são quase como as patricinhas, a diferença é que elas trepam com quem e onde elas querem sem se preocupar se vão falar mal delas no dia seguinte.

Já os homens são sobretudo pseudo-playboys, que são caras que gostam de forró e não são necessariamente ricos. Estão sempre atrás de dar uns pegas nas patricinhas, sendo que o único motivo pelo qual elas dão a buceta pra eles, é porque eles têm uma Hilux ou uma Honda CG 125. Quando mais velho, menos playboy fica e mais cachaceiro vai se formando, criando a população d etiozões cachaceiros que existe na cidade, estes estão sempre sentados em algum bar com os seus amigos também cachaceiros com dois litros de Ypioca em cima da mesa e a Hilux estacionada em algum lugar perto.

CulturaEditar

Os principais eventos da cidade seriam:

  • Festa das Flores - Uma festa que ocorre sempre no último sábado do mês de maio (sabe-se lá por que!). As atrações sempre são bandas de forró. Geralmente o público da Festa das Flores é composto por cachaceiros, patricinhas, playboys e putas, sendo que dentre estes; 80% das pessoas estão atrás de sexo, 10% das pessoas estão atrás de arranjar briga, 9% das pessoas estão atrás de beber até desmaiar e apenas 1% das pessoas realmente gostam do ritmo (o forró), e têm um nível cultural bom! (Sim, elas existem!)
  • Festa do Dia do Município - Comemorada no Parque de Exposições no final de agosto terminando sempre no dia 31. Pra variar as bandas são de forró. Em outras palavras, são cinco dias de putaria liberada para a população forrozeira da cidade fazer o que quiser e ter do que fofocar no dia seguinte.

EsportesEditar

A cidade conta até com um estádio de futebol, onde o péssimo time do Itapipoca Futebol Clube perde suas partidas no porcaria do campeonato siarense, e quando erram o roteiro do jogo, empatam ou vencem.

ReligiãoEditar

Cidade de muitas igrejas, locais onde seus sacerdotes além de coletar milhares de reais por semana para alimentarem suas pobres crianças, os filhos, ou seus vícios (álcool, trepadas clandestinas em motéis de cidades vizinhas ou em Fortaleza) ainda encontramos muita gente pensando que falam com Deus e que têm o mesmo prestígio de Moisés, Elias, João Batista e do próprio Jesus, de ouvirem Deus lhes falando (ô povin cretino e cheio de pretensão).

TurismoEditar

 
Famosa Praça dos Três Climas, com uma estátua horrível feita por algum estagiário de artes plásticas, e as diversas pichações de piroca em seu domo.

O turismo de Itapipoca é muito forte e movimentado. Abaixo a lista dos principais pontos turísticos:

  • Parque de Exposições - Onde ocorre todo ano a festa de aniversário da cidade, tendo como única atração bandas de forró, fatalmente odiadas pela minoria de habitantes que tem bom senso e bom gosto musical.
  • Praça no centro da cidade - Um ótimo ponto turístico para quem gosta de pensar na morte da bezerra, ver a circulação de carros e de gente (feia) no centro da cidade.
  • Poço Verde - Um grande açude multi-uso sendo utilizado pela população para lavar animais como bodes, porcos e cabras, despejo de esgoto, local de encontro de forrozeiros e fonte de abastecimento de água da cidade.
  • Praia da Baleia - deveria ser é um das praias mais movimentadas do município (provavelmente a única)! Lá as pessoas vão para encherem o cu as calças de algas marinhas e se cortarem bastante nas milhares de pedras afiadas dentro mar. Um dos melhores lugares.
  • Shopping Clacita - Grande motivo do orgulho da aristocracia itapipoquense. Único motivo que Itapipoca tem pra dizer que é maior do que Sobral (tu acha!??). Local onde se toma um sorvete bom (pior que é verdade!), come uma pizza paia e... e... é... arma os esquema pra sair com as rapariga patys.
  • Balneários - Açude do Ipu Mazagão e do Quandú, locais muito frequentados pelos playboys, cachaceiros e putas, onde banham-se numa água suja e têm suas bundas e outras partes mordiscadas por pequenos peixes.