Abrir menu principal

Desciclopédia β

Itaporanga d'Ajuda

Itaporanga d'Ajuda é um pequeno povoado distante pertencente ao bairro aracajuense de São Cristóvão, localizado na rota de fuga de Sergipe (BR-101) e por isso graças ao grande fluxo é uma cidade grande para os padrões diminutos de Sergipe com sua população de mais de 30.000 habitantes, e sonha um dia fazer parte de uma região metropolitana com a capital para se sentir mais importante.

HistóriaEditar

Nos primórdios da colonização de Sergipe, por volta do século XVI, a atual região onde fica Itaporanga d'Ajuda era habitada e dominada por índios liderados pelo cacique Suruba, amplamente temido pela sua alcunha auto-explicativa, afinal os portugueses ainda novatos naquelas terras não queriam ser comidos desprevenidos, então durante muito tempo aquelas terras ficaram inexploradas. Todavia, o exército brasileiro teve a ideia de construir a BR-101, e como passava naquele meio do nada, foi ordenada a construção de um vilarejo ali, por pior que fosse, então fizeram uma porcaria qualquer nas margens da foz do rio Vaza Barris, que recebeu esse nome para manter a tradição sergipana de dar nomes idiotas às coisas.

Para combater os hostis indígenas locais que só queriam saber de comer os outros, foram enviados para lá grupos de padres para ensiná-los como a comer direito as pessoas. Eles construíram a igreja de Santo Inácio e depois mais uma outra igreja longe pra caralho em frente à praia. Obviamente os índios não receberam nada bem as chatíssimas aulas de catequese, além dos indiozinhos como coroinhas não se sentirem nada confortáveis em terem suas partes íntimas apalpadas, então para se defenderem, em 1590 começaram uma grande guerra contra o domínio dos portugueses, conflito que durou mais de 100 anos.

A origem do nome do município data de 1753, quando os primeiros engenhos são construídos no local com o nome de "Itaporanga", e devido aos constante ataques indígenas era muito comum escutar em Aracaju a frase "Itaporanga precisa de ajuda". Se o Brasil é essa porcaria repleta de trambiques que você vê hoje em dia, isso muito se deve à ascendência portuguesa, que sempre foi um povo apático e preguiçoso, então nunca alguma ajuda era enviada à Itaporanga, que durante muitos anos ficou pedindo ajuda até desistir, assim assimilando o nome Itaporanga d'Ajuda virando município.

Sabe-se que em 1944 mudou o nome para Irapiranga, mas como soava muito igual ao nome anterior, ninguém nem percebeu a mudança e continuaram chamando a vila de "Itaporanga", nome que voltou a ser oficial pouco tempo depois em 1949, quando veio um prefeito novo com mais noção.

GeografiaEditar

 
A linda Praia da Caueira, que só é possível estar bonita assim por estar localizada 32 Km da mundiça que é a cidade de Itaporanga d'Ajuda.

Para os padrões microscópicos do estado de Sergipe, a área de Itaporanga d'Ajuda de 757,283 km² é considerada como imensa. Com este imenso território (para os padrões sergipanos) o município possui diversos povoados espalhados, todos esquecidos, pequenos, inúteis e que ninguém nunca ouviu falar. Mas se um dia Sergipe quiser ter mais municípios, é só ir até Itaporanga d'Ajuda e desmembrá-lo todo.

O núcleo urbano da cidade é cortado pelo rio Vaza Barris que não tem muita serventia além de servir ao que seu nome se propõe a ser, de escoamento das toneladas de barris de bosta que a cidade despeja no rio em formato de esgoto.

TurismoEditar

Muito longe do núcleo urbano de Itaporanga d'Ajuda, lá ao sul e mais perto de Aracaju do que de Itaporanga d'Ajuda, existe a Praia da Caueira, o único ponto turístico relevante do município. Normalmente a praia é deserta, pois é longe e como sergipano tem ascendência baiana, são todos preguiçosos. Mas nos feriados a praia lota de sergipanos fazendo baianices, transformando o lindo local numa tragédia a céu aberto.