Abrir menu principal

Desciclopédia β

Itapura

Serjão entrevista.jpg Enxada-1.png Esti artigu é caipira, sô!! Enxada-2.png

Este tar di artigu pareci caipira, foi escritu purum caipira, ô ele é de fato
CAIPIIIIRRA!!!

Num istraga eli naum, si não nóis crava a inxada pra riba docê!

NewBouncywikilogo.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Itapura.

Cquote1.png Sua pesquisa - Itapura - não encontrou nenhum documento correspondente. Cquote2.png
Google sobre Itapura

Cquote1.png O Judas não perdeu as botas por lá, mas Dom Pedro sim. Cquote2.png
Curupira sobre Itapura

Cquote1.png Tenho medo de pegar malária por lá Cquote2.png
Mosquito da dengue sobre Itapura

Cquote1.png É láááá longe! Cquote2.png
Mineiro sobre Itapura


Itapura é uma cidade tão movimentada que até o site com o seu domain está em construção há alguns anos e sua população sequer possui gentílico, pelo menos é o que dizem os espertalhões da wikipédia.


Localizaçao de Itapura.

Índice

HistóriaEditar

O município foi uma colônia militar construída nas proximidades do Salto de Itapura em meados do século XIX (18oo), pelo governo imperial, na margem esquerda do Rio Tietê, quase ali no Rio Paraná, para que os soldados pudessem fazer suas necessidades fisiológicas.

Como o Brasil era governado por portugueses, essa colônia militar foi situada onde nem os bandeirantes ousaram ir e que se tornaria o município de Itapura era pródiga em malária, deixando os soldados doentes antes que pudessem lutar na guerra do Paraguai.


FundaçãoEditar

Em uma bela tarde, o alferes Manoel Joaquim da Silva teve um pequeno mal-estar digestivo (ou diarréia) e foi obrigado a fazer uma parada às margens do Rio Tietê. Após atender aos chamados da natureza, o glorioso oficial do exército imperial brasileiro resolveu beber a água do então plácido rio e disse aos seus comandados: "Ih tá pura!", dando nome ao lugar onde ele resolveu montar uma base.

Depois que acabou a guerra do Paraguai e a malária acabou com os soldados da então colônia militar, Itapura foi abandonada e se tornou um monte de ruínas no meio do nada. Talvez a diareia do alferes foi por ter transado com sua mãe.

Entre 1910 e 1940Editar

Mas como errar é humano e persistir no erro é coisa de brasileiro, em 1910 a Estrada de Ferro Noroeste do Brasil chegava ao lugar, formando um vilarejo ao redor de onde era a estação. Depois que os primeiros moradores do local foram dizimados pela maleita, os inteligentíssimos ferroviários resolveram mudar a ferrovia, deixando Itapura sozinha com a malária novamente.

EconomiaEditar

A cidade não possui uma agência bancária sequer.engano seu possui ( bradesco )( santander ) ( banco do brasil ) ( caixa economica federal ) e casa loterica!



LocalizaçãoEditar

Itapura localiza-se a uma latitude 20º38'46" sul e a uma longitude 51º30'32" oeste e decorar estes dados é imprescindível, pois é a única forma de encontrar a cidade, sem se esquecer de fazê-lo em marcha lenta. >>> "engano seu pois nos estamos ao lado da fabrica eldorado a maior fabrica de papel celulose do mundo!"<<<< Nota-se que ainda nao existe humor nesta cidade e que seu habitantes pouco evoluiram do homosapiens

paredaoEditar

  Local onde os moradores utilizam como passatempo. A cidade é simples, com uma população abençoada, de raças misturadas, itapurenses baiano, alagoano, paulista, entre tantos outros que vieram desse Brasil a fora.

===Pontos Turísticos===

Itapura Por ser uma cidade do interior do Estado de São Paulo, muitos ainda não a conhecem e até difícil de encontrar em alguns mapas. Muitos moradores reclamam da cidade, mas é que a própria população não valoriza essa cidade abençoada . Claro, Itapura não é uma cidade perfeita, afinal perfeição infelizmente não existe. Mas, "Feliz é a nação cuja o Deus é o Senhor!!" e cremos que Deus abençoa aqueles que os buscam.

Coisas para se fazer em Itapura=Editar

Jogar bola nas quadras poliesportivas , nadar no paranazão ou na praia que fica ao lado de um bosteiro, se não souber nadar e nem jogar bola pode ir para a praça ( se bem que não se pode chamar aquilo de praça) nos sábados a noite(somente aos sábados, durante os outros dias fica parecendo cidade fantasma do velho oeste) .