Abrir menu principal

Desciclopédia β

Jean-Luc Godard

Godard e sua paquera Anna Karina. Anna Karina era sua prima, a única pessoa do mundo que aturava esse chato de galocha

Jean-Luc Godard é um cineasta francês, pós-modernista, com vocação para ser chato e especialista em filmes para boi dormir. É aclamado atualmente por ser um diretor cult já que só faz filmes que ninguém presta a atenção. Não é igual a David Lynch, cujos filmes ninguém entende. O primeiro plano de seus filmes são simples como "1, 2, 3", mas para entender o que Jean-Luc Godard quis mostrar realmente é preciso ter uma visão tridimensional e um pensamento com leve retardo, para captar toda a essência da sétima arte. Godard é um dos idiotas que fizeram parte da Nouvelle Vague (Novela vaga), grupo de retardados metidos a bestas que criticavam filmes.

Índice

HistóriaEditar

Jean-Luc Godard nasceu na cidade de Chateau Pracaramba, no sul da França. Sua família era normal. Ele não. Desde criança sua mãe percebia que ele era especial. Com um pouco de medo, a mamãe levou o pequeno Jean-Luc ao psiquiatra. Após alguns testes, a senhora Godard ficou mais tranquila pois os médicos descartaram deficiência mental.

Jean Luc-Godard começou a gostar de cinema e virou um crítico. Depois evoluiu para cineasta. Inventava filmes usando câmeras Super 8. Godard não usava roteiros. Ele editava o filme com besteiras que surgiam em sua mente afetada por gatinhos. Hoje, aos 172 anos, ainda está vivo (Que bosta!). E ele não morre tão cedo. Nem a terra engole ele.

ConceitosEditar

 
  Se ficar legal, eu queimo!  

Jean Luc-Godard é um cineasta que faz filmes experimentais. Ele experimentava muito pra ver se ficava legal. Se ficasse legal, ele partia para uma nova jornada, em busca de algo monótono. Por ser um vanguardista, seus filmes só atraem uma pequena parcela de pragas, tais como matutos, maconheiros, indies, indies maconheiros e maconhemos.

Algo muito importante na carreira de Godard é que seus filmes não podem ser populares, nem conhecidos. Segundos os críticos abobalhados, quanto mais pessoas assistirem um filme, mais ruim ele se torna. Então, se por um lado os filmes de Godard são chatos feito a cabeça de Helmut Kohl, por outro lado, considerado o número de pessoas que assistiram seus filmes, eles são bons já que apenas 2 pessoas no mundo conseguiram assistí-los.

Atualmente, os filmes de Godard devem vir com tarja preta e só podem ser recomendados por psiquiatras.

Melhores filmesEditar

Godard não possui melhores filmes, apenas piores.

Ver também (Se você gostar de dormir)Editar