Abrir menu principal

Desciclopédia β

Jerry (O Massacre da Serra Elétrica)

Deppmorte.gif
Jerry (O Massacre da Serra Elétrica)
é uma vítima infeliz e sem sorte!

Foi verificar de onde estava vindo o barulho estranho


A melhor e única imagem de Jerry que consegui encontrar no Google Imagens. Aqui, podemos observar uma parte de seu cabelinho pega-rapaz e a sua camisa de Mickey, modas dos anos 70.

Antes de começar este artigo, o autor, ou seja, eu, gostaria de fazer uma observação: Não estranhe se as imagens deste artigo não tiverem absolutamente nada a ver com o Jerry. É que, como este personagem é insignificante, não deu uma dentro no filme e morreu de uma maneira idiota, não se encontra imagens decentes dele na internet. Se pudesse, eu deixaria este artigo sem imagens mesmo, mas como o patrão ficaria nervoso e me demitiria, vou improvisar e tentar (Pelo menos tentar) ilustrar este artigo com imagens engraçadas e divertidas. Obrigado pela compreensão, e boa leitura! (Isso, é claro, se você souber ler, o que eu acho difícil).

Jerry é o personagem mais tosco e mal-elaborado do filme O Massacre da Serra Elétrica. Namorado da imortal Sally Hardesty, Jerry morreu após levar uma mísera marretada de Leatherface. Está certo que o Leatherface apelou, e usou a lendária Marreta do Leatherface, mas morrer dessa maneira é, no mínimo, ridículo.

CaracterísticasEditar

 
Jerry fugindo do Tom Leatherface.

Assim como qualquer jovem dos anos 70, Jerry é um hippie, que fuma uns baseados e acredita em horóscopo. Quando não está com os olhos vermelhos, ou seja, quando está dormindo, ele compartilha os seus momentos com Sally Hardesty, loirinha de 20 anos que o completa. Apesar de já estarem namorando há anos, Jerry enrola Sally quando o assunto é casamento. Antes da fatídica viagem para o Texas, Jerry não tinha a intenção de se casar com Sally, e depois da viagem menos ainda, já que levou uma marretada na caixa d'água, morreu e foi servido com batatas no almoço de domingo da família do Leatherface.

HistóriaEditar

Certo dia, enquanto estava plantando um pézinho de maconha no jardim de sua casa, Jerry recebeu a visita de sua namorada, Sally, que o convidou para ir em uma viagem para o Texas. Como não tinha muita coisa para fazer mesmo, pois já tinha fumado todo o seu estoque de ervas e o traficante da região tinha saído de férias, Jerry aceitou, apesar de ter ficado meio receoso quando Sally disse que o seu irmão mala, Franklin Hardesty, também iria.

Nesta viagem, também foram Kirk e Pam, um casal muito amigo de Jerry e Sally. Durante a viagem, Jerry foi dirigindo sua caminhonete da Ford, enquanto que os outros cantavam músicas do tipo "Somos joooovens, jooovens, jooooovens, somos do exército...". Apesar da poluição sonora, Jerry resistiu bravamente no volante, e conseguiu guiar sem bater em nenhum carro, até porque naquela rodovia não tinha nenhum carro mesmo.

Quando percebeu que a casa de férias de Sally ficava no meio do nada, praticamente dentro do deserto texano, Jerry quis voltar, mas já era tarde demais. Ele tinha esquecido de fazer a revisão, e sua caminhonete, que bebe tanto quanto um Opala, estava quase sem gasolina. Como já estava naquela gelada mesmo, Jerry resolveu simplesmente relaxar e gozar, aproveitando o passeio. Mal sabia ele que aquele seria seu último passeio em vida...

Durante o dia, Jerry ficou apenas se esfregando em Sally, aproveitando que não tinha ninguém por perto para incomodar, até porque Kirk e Pam tinham tomado um chá de sumiço. Porém, esse sumiço dos amigos começou a preocupar Jerry, principalmente quando seu isqueiro ficou sem fluido, e ele precisava do isqueiro do amigo para acender um de seus últimos baseados.

Para resolver este problema, Jerry foi procurar por eles, até que chegou na casa vizinha, muito bonita por sinal, que possuía detalhes em vermelho sangue. Assim como seu amigo Kirk, Jerry era um grande invasor de propriedades alheias, e foi entrando naquela casa sem nem bater na porta. Após andar um pouco pelos corredores do lugar, Jerry chegou no abatedouro na cozinha do lugar, onde percebeu que a geladeira estava se mexendo e resmungando. Mesmo morrendo de medo, pois no mês passado tinha assistido o filme trash da geladeira assassina, Jerry foi investigar, e encontrou dentro daquela geladeira ninguém menos do que Pam, que estava com rigidez cadavérica.

Jerry nem teve tempo de olhar direito para a amiga, e Leatherface apareceu atrás dele. Com uma única e mísera marretada, Leatherface matou Jerry, desossou na hora e mandou a carne para seu irmão, Drayton Sawyer, fazer um churrasco.


v d e h
BUUUUUZZZZZZZZZZZZZZ!!! O Massacre da Serra Elétrica...