Abrir menu principal

Desciclopédia β

Jodie Sweetin

ESTE ARTIGO É SOBRE UMA GOSTOSA!!

Ela provavelmente não sabe atuar, dançar, cantar, desfilar, praticar esportes, fazer cálculos matemáticos ou qualquer coisa de útil para a humanidade. Mas quem liga? Todo mundo a conhece apenas porque ela é uma baita duma

GOSTOSA

Ruiva na piscina.jpg
Tapa na pantera.jpg Jodie Sweetin dá um tapa na pantera!

E é aprovado pelo Tio Bob!

Clique aqui se você quiser dar um tapa também.

Cquote1.png Você quis dizer: Stephanie Tanner? Cquote2.png
Google sobre Jodie Sweetin
Cquote1.png Eu já peguei! Cquote2.png
Kimmy Gibbler sobre Jodie Sweetin.
Cquote1.png Eu também, peguei gostoso... Cquote2.png
Miley Cyrus sobre Jodie Sweetin.

Jodie Sweetin
Jodie-Sweetin.jpg
Close na cara de prostituta (Como se você não estivesse olhando as tetas dela).
Nascimento 19 de janeiro de 1982
Los Angeles, Califórnia
Nacionalidade Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
Ocupação Atriz pornô
Altura 1,68
Olhos Verdes
Cabelo Loiros

Jodie Sweetin (19 de janeiro de 1982, Los Angeles, Califórnia) também conhecida por Stephanie de Três é Demais é uma atriz norte-americana, sei que esta pensando, mas não, ela não é atriz pornô por mais que poderia muito bem ser, e sim uma atriz de um único papel relevante na vida, que é uma série infantil de 500 anos atrás.

Índice

InfânciaEditar

 
Jodie quando pirralha, como sua personagem Stephanie Tanner.

Tudo se iniciou em 1900 e guaraná com rolha quando Jodie ganhou o papel para interpretar uma das personagens da série de TV Três é Demais, uma série de comédia que tenta miseravelmente copiar o clássico filme "Três Solteirões e um bebê" no qual três solteirões cuidam de um bebê (O RLY?), porém acabaram acrescentando mais duas pirralhinhas também afim de dar mais graça, o que eles falharam miseravelmente também.

A série durou oito fucking temporadas, durante quase 10 anos, sempre com temas enraçadinhos ou comoventes, regados a muita emice e abraços, com puta críticas sociais, e assim foi durante muitos anos, com a cada temporada Stephanie ficando mais irritante, enquanto Michelle ficava cada vez mais engraçada e DJ cada vez mais gostosa.

 
Steph se encaminhando para uma futura gostosa.

Em 1995 os produtores dessa bagaça já estavam de saco cheio dessa série com baixa audiência e já não tinham mais o que colocar nela, então aí eles decidiram cancelar de vez e meter o pé na bunda de todo mundo, enquanto isso as gêmeas Olsen foram fazer sucesso em alguma outra série ou filme por aí, Bob Saget e Dave Coulier voltaram pro stand-up, e John Stamos sabe-se lá pra onde foi, e DJ foi fazer pornô, Jodie nisso tudo acabou chupando dedo por ter tido seu único ganha pão cancelado, e justo quando ela tava começando a ficar gostosinha.

Após Full HouseEditar

 
Cigarro: Porta de entrada pra outros vícios.

Claro que quando Jodie foi mandada pro olho da rua, não demorou muito ela ficar de emice e entrar em depressão, o que fez ela se tornar alcoólatra aos 14 anos de idade, e além do tabaco também teve acesso a outras drogas no decorrer de sua vida, como maconha, cocaína, heroína, metanfetamina, crack, Menudo, entre muitas outras.

A partir de então ela caiu no esquecimento de todo mundo, abandonando a carreira de atriz e se dedicando apenas em cheirar gatinhos e puxar fumo o dia todo, sempre com uma notícia referente aos seu uso abusivo de drogas, sendo conhecida como ex artista infantil que entrou no mundo das drogas (igual ao Macaulay Culkin)

LivroEditar

 
Jodie fazendo propaganda de seu livro, pra ver se alguma alma caridosa fica com dó e compra.

Em 2009, Jodie estava precisando de um dinheirinho pois estava com sua conta de gás atrasada, então ela resolveu uma forma de arrancar um dinheiro de otários e ainda porque não ganhar seus 15 minutinhos de fama novamente só pra dizer que venceu na vida e como conseguiu superar os obstáculos, típico daquelas mulheres (ou homens) que passam a vida dando o rabo, e depois "vira" crente idem Andressa Urach, foi quando ela decidiu publicar a sua mais nova obra prima, Jodie: Vida e Obra.

Ela usou de toda sua criatividade para fazer um trocadilho com seu sobrenome para dar a impressão de que na sua vida nem tudo era flores, então ela decidiu publicar esse livro para revelar podres dos bastidores de Full House, bem como denúncias de quanto ela recebia, de quanto trabalhava, se recebia ou não ticket refeição e de quem ela teve que chupar o pau pra ser mantida naquela bodega por tanto tempo, o livro foi um sucesso diga-se de passagem e é claro que gerou muitas polêmicas e processos, como de seu ex marido que a processou por ela caguetar ele por ser gamer e que gostava de passar mais tempo com Kratos do que comer ela.

O livro também fala de seu abusivo uso de drogas e como ela fez pra se livrar das drogas, isso ao menos é o que ela diz...

De volta a TVEditar

Após estar supostamente livre das drogas segundo ela, e também se mantendo firmemente gostosa, Jodie retornou a televisão repisando seu papel que lhe deu fama e único também de Stephanie Tanner, na série Fuller House que nada mais é a continuação de Full House, com ela, DJ e Kimmy bancando crianças, mesmo estando com uns 40 anos, pois os produtores acharam que seria necessário mesmo dar continuidade a esse série, que consta com grande parte de seu elenco original que assim como Jodie, estavam na fossa e precisavam ganhar um dinheiro, com exceção das Irmãs Olsen, que agora são bilionárias, embora a Jodie possa finalmente ser a gostosa da série.

Ver tambémEditar