Abrir menu principal

Desciclopédia β


Cquote1.png Sou o maior recordista desse gênero Cquote2.png
Osama bin Laden (através de psicografia)
Cquote1.png Olha a facaaaaaaaa!! Cquote2.png
Patrick, pouco antes de matar um noob na base da faquinha
Cquote1.png Morri outra vez? Onde será que esse FDP fica escondido??? Cquote2.png
Você, após ser morto pela 42° vez seguida por um camper

Mais um grande e revolucionário jogo de tiro que será lançado em breve.

Tiro em primeira pessoa (Joel Santanês: Firsti Person Chuuter) é um gênero que consiste em ficar atirando em qualquer coisa que se mexa. Sim, o objetivo é matar todos os seus coleguinhas, e mostrar para as suas paqueras cocotas que você é o melhor para segurar o pistolão.

Esse também é o gênero mais popular nas lan-houses de favela, principalmente nas favelas cariocas, onde os traficantes usam os jogos de tiro em primeira pessoa para treinar os seus aprendizes.

Índice

DefiniçãoEditar

O FPS é basicamente um jogo onde você deve atirar, recarregar, abrir portas, atirar, recarregar, atirar, pegar mais munição, recarregar, atirar, abrir portas, recarregar, atirar, atirar, recarregar, atirar e discutir qual jogo tem melhores gráficos. Todos jogos desse gênero seguem esse mesmo padrão, apesar de lançarem 1000 jogos desse tipo por ano. Por isso você tem a impressão de estar jogando a mesma coisa o tempo todo (e realmente está). Mudam apenas a história, os inimigos, as fases e os cenários para poderem fazer um jogo novo e vender, mas se for ver é sempre a mesma coisa.

Como é muito chato passar o tempo todo só atirando em coisas, as empresas tentam aprimorar os gráficos de seus jogos para que eles pareçam menos entediantes. Assim os chimpanzés que jogam esse tipo de jogo podem ficar discutindo na internet qual deles tem os melhores gráficos durante longas horas. Isso também faz parte do pacote, pois os jogadores de FPS favelados ainda tem o que conversar depois de se cansarem de atirar tanto ou de ouvir tantos tiros.

O FPS também é uma forma da indústria de placas de vídeo ganhar dinheiro, pois os jogadores de fps passam meses trabalhando ou recebendo doações do bolsa família só pra poderem comprar suas placas de vídeo e jogarem seus FPS. Inclusive a configuração do seu computador é uma forma de estimar o quão "superior" você é na comunidade. Por isso a maioria coloca sua configuração na assinatura de seus posts para ganhar respeito dos outros chimpanzés.

HistóriaEditar

Inicialmente criado pelo Exército Americano para treinar seus soldados para a Guerra do Golfo, acabou vazando na internet (sim, naquele tempo ja tinha a internet, somente os latinos pobres e países de 3º mundo pensam o contrário) por ex-soldados desertores, revoltados por verem seus amigos mortos numa guerra sem sentido.

Os dados roubados foram parar na União Soviética, que na época também já estava trabalhando com programas de simulação de combate.

Tão logo conseguiram instalar o jogo num computador de bordo roubado de um caça A/F-16 na Jordânia, foi disseminado por todos os países membros da URSS, incluindo Corea do Norte, China e Cuba.

Ja no início dos anos 90, as empresas produtoras de jogos, juntamente com fabricantes de videogames, vinham pesquisando alguns novos gêneros de jogos que atraíssem mais a atenção da molecada, que, até então, só tocava punheta jogava tetris no fliperama, podendo assim terem uma justificativa para cobrarem preços absurdos em jogos que valessem a pena.

 
Um belo exemplo de jogo que deu certo antes dos brasileiros estragarem a graça.

DesenvolvimentoEditar

 
Antes de se usar o mouse, era assim que você jogava.

Em 1991, o primeiro jogo oficialmente lançado com esse sistema gráfico foi Hovertank 3D, um jogo que tentava simular um combate de tanques de guerra contra monstros gigantes. O gênero, obvio, guerra. Depois dele até os dias de hoje, FPS só significa guerra e matar.

O segundo jogo com esse sistema foi Wolfenstein 3D, lançado em 1992, pela id Software. Wolfenstein 3D. Tão sem graça que só terá duas linhas nesse artigo.

Em 1993, Doom, também lançado pela id Software, com gênero de guerra e conteúdo de extrema violência (ou não). Com gráficos em VGA pior que a Juarez (TekPix) melhores e Engine gráfica bem mais elaborada mas na verdade, tudo parecia recorte de papelão. Foi um verdadeiro sucesso, tanto que consagrou e solidificou o gênero FPS de vez no mais puro estilo de guerra e morte em jogos ja criado e, dessa vez, para sempre, tanto que, ate hoje, não há FPSs educativos.

Já em 1996, outra vez, a id Software fez mais um grande sucesso, Quake. Dessa vez sim,os gráficos eram bons. Eram verdadeiramente tridimensionais. Também em 1996, foi lançado Duke Nukem 3D, por um a empresa ainda novata, Realms. Além de poder quebrar as coisas, você ainda podia passar pelo ambiente.

Daí em diante, muitos jogos do gênero se tornaram populares, dando origem a combates online de jogadores mundo a fora e, claro, o divisor de águas, Half-Life e, por fim, Counter-Strike,

AtualmenteEditar

Hoje em dia há tantos jogos de tiro em primeira pessoa que não se pode comentar todos aqui. Porém, depois de Quake, Counter-Strike e outros jogos anteriores, podemos ver que muitos jogos de hoje seguem um determinado tema. Por exemplo, em Counter-Strike, podemos ver de onde nascem os estilos de team battlee entre outros modos de jogo online, com disputas entre times rivais.

Formas de jogo (ou estilo, tanto faz)Editar

  • Battle team: São sempre jogos online, multiplayer, onde o objetivo principal é estripar, matar, assassinar, estuprar, sequestrar, aniquilar, zombar, hackear, matar, amarrar, trepar, beijar, dar banho, matar o time adversário.
  • Roubar a bandeira do adversário: Uma verdadeira suruba, pois geralmente, em Combat Arms, ninguém gosta de pegar a bandeira, só de matar. Isso fica só para os noobs se materem, pensando que estão ajudando o time.
  • Impedir o time adversário de cumprir sua missão: No caso de CS, impedir os terroristas de plantar a bomba e salvar os reféns. No caso, se você for terroristas, a missão é não deixar os mocinhos salvarem os reféns.
  • Cooperação: Geralmente contra inimigos Bots, zumbis, alienígenas, comunistas, tua sogra vestindo sua cueca, tirando foto, postando no Face book e achando graça.

Tipos de jogadoresEditar

Noob: Conhecido em todos os jogos como noob ou perdedor. É tipicamente o mais idiota. Nunca consegue aprender nada, apenas aponta a arma, geralmente defaut, ai começa a tirar feito o Rambo sem parar. Descarrega todos os três pentes de munição e ainda consegue morrer 7 vezes, sem se quer matar apenas um jogador adversário com a vida quase acabando. Esse tipo é eternamente noob. Em todos os jogos, não sabe fazer nada e sempre acusa os outros de trapassa. Raramente, quando mata um, quase sempre de granada, fica se achando um cavaleiro Jedi. Costuma ter entre 9 a 13 anos. Assiste Naruto e coleciona figurinhas de jogadores de futebol.

Iniciante: Há dois tipos de iniciantes.

  • 1. Iniciantes na vida:

Geralmente, é a primeira vez que joga um jogo de tiro na vida. Costuma começar a jogar CS ate que comprar um PC com um a placa de vídeo minimamente decente e começam a jogar jogos melhores, mas apenas os jogos gratuitos, porque nem a mamãe e nem o papai vão dar dinheiro para ele ficar gastando com joguinhos bobos e violentos. Tem entre 11 a 14 anos.

  • 2. Iniciantes no jogo:

Tem alguns anos de experiência com jogos do gênero. Sempre são bons de mira e sabem táticas de matar de usar sniper. Quando começam a jogar algum jogo novo, entram com patente baixa, mas, devido ao tempo de treinamento duro, sabem matar aos montes e a fazer coleção de ossos de seus inimigos. Costuma ser chamado de trapaceiro e/ou cheater, tanto por novatos, noobs, veteranos e outros idiotas, que pensam que só porque a patente é baixa, realmente significa que o jogador tem que ser ruim.

Bom de mira: Joga por diversão. Como esta na escola (ou faculdade) e é nerd, sempre estuda. Quando arruma tempo, costuma passar 1 ou 2 horas jogando. Na maioria das vezes, compra armas e outros item com o próprio dinheiro do jogo, mas vezes gasta uns R$ 80,00 de uma só vez. Gosta de usar comandos de voz para melhorar a cooperação entre os membro de sua equipe. Tem clã. Jogador tipicamente normal, mesmo sendo um nerd. Tem entre 14 ate 25 anos.

Matador idiota: Costuma ser tão idiota quanto o noob, mas pelo menos sabe atirar. É membro da “turminha do fundão” na escola. Compra armas, coletes e outros itens com cash (dinheiro de verdade). Já que seus pais nunca lhe ensinaram a dar valor ao dinheiro, gasta entre $R 15,00 a R$ 40,00 por mês. Sempre com as melhores armas do jogo. As vezes xinga quem os mata com uma arma mais fraca comprada com dinheiro do jogo mesmo, afinal, quem está pagando, não quer perder, certo? Tem entre 14 e 17 anos.

Matador: É bom jogador. Joga FPS desde os tempos de CS na Lan house com mouse de bolinha. Estuda e trabalha, assim como o Bom de mira, por isso também tem pouco tempo para jogar. Isso explica a dedicação e a maturidade. Também gosta de jogar em equipe usando comandos estratégicos de voz. Compra tudo com Cash. Tem clã e gosta de faze amigos conversando pelo xat do jogo. Tem entre 16 e 28 anos.

Galeria de vídeosEditar

Real FPS

Tem gente que vai longe


Vida de noob em CS Noob. E ainda mata os bots.


Ver tambémEditar