Abrir menu principal

Desciclopédia β

Jon Bon Jovi

ESTE ARTIGO É SOBRE UM GALÃ!!

Ele provavelmente não passa de um BBB: bom, bonito e burro pra cacete. Mas e daí? As mulheres (e alguns homens) ficam babando litros toda vez que ele aparece na TV (ou em revistas), já que ele é um

GALÃ.

Gerard butler.jpg

João Bom Jovem é um senhor que já possui mais de meio século de vida, mas continua sendo aclamado por mulheres de todas as faixas etárias como um dos homens mais gostosos do mundo. Ah, ele também canta em uma banda aí, mas isso não é tão relevante.

John Francis Bongiovi Jr.
Bonjovi50.jpg
O sonho da mulherada
Nascimento 2 de março de 1962
Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
Ocupação Roqueiro poser
Influências Bono Vox
Vícios Seduzir fãs histéricas

HistóriaEditar

Desde a infância, quando era de fato um bom jovem, Bon Jovi sonhava em ser um roqueiro famoso e comer muitas groupies bêbadas. Chegou a montar algumas bandas frustradas na adolescência, mas nenhuma delas saiu da garagem.

No início dos anos 80, descobriu que seu primo Tony Bongiovi havia se tornado um produtor musical de sucesso, responsável por emplacar Pet Sematary, dos Ramones. Vendo ali uma chance de realizar seu grande sonho, Jon foi até a gravadora onde Tony estava trabalhando para ver se conseguia descolar uma ajudinha profissional, e conseguiu, mas não foi bem o que ele imaginava.

Tony arrumou para Jon um emprego de faxineiro em sua gravadora, o que o deixou puto, mas como ele ainda era um reles zé-ninguém, achou melhor não reclamar e se conformar com aquilo mesmo. Afinal, embora não estivesse trabalhando diretamente com música, passaria grande parte de sua vida entrando e saindo de um estúdio fonográfico, e certamente acabaria conhecendo muitos artistas foda do meio. E assim foi: em dezembro de 1980, enquanto varria neve da calçada e cantarolava uma daquelas músicas natalinas enjoativas, o compositor da trilha sonora de Star Wars ouviu sua voz e ficou impressionado, convidando-o para gravar.

CarreiraEditar

Bon Jovi

Após gravar algumas músicas obscuras utilizando seu verdadeiro nome, John Bongiovi, ele conheceu o tecladista David Bryan, com quem passou a namorar. Como Jon parecia dar mais valor à música do que ao relacionamento, David ficou enciumado e pediu para que ele optasse entre uma coisa ou a outra. Após muita discussão, ambos chegaram a um acordo e decidiram montar uma banda juntos. Egocêntrico do jeito que é, Jon sugeriu que o grupo se chamasse Bon Jovi, e como David é o passivo da relação, aceitou de boa.

Em seus primórdios, o Bon Jovi contava apenas com Jon e David como integrantes. O primeiro era vocalista e guitarrista, enquanto o segundo improvisava sons toscos de bateria em seu teclado, além de tocar o próprio também. Vendo que a banda dificilmente teria algum futuro daquele jeito, eles colocaram anúncio nos classificados de jornal para recrutar novos músicos, e assim foram surgindo outros idiotas para acompanhá-los.

Bon Jovi tornou-se uma das principais referências do metal farofa, mas com o passar dos anos, tanto o cantor quanto a banda renderam-se ao movimento emocore e suas músicas ficaram chatas e melosas.

Solo

Por algum motivo, Bon Jovi nos anos 90 achou que seria uma boa ideia ter uma carreira solo paralela, e gravou dois álbuns sem os demais integrantes. Eles autorizaram, mas apenas se o vocalista utilizasse seu nome de batismo ao invés do nome da banda. Assim foi, e os discos ficaram mais encalhados que cachalote na areia.

Ainda não satisfeito em liderar uma das bandas mais bem sucedidas do cenário musical, Jon desembestou que seria um bom ator. Com sua aparência de galã loiro dos olhos azuis, não foi difícil convencer Hollywood disso, e atuou em vários filmes e seriados. Tudo bem que seus papéis geralmente eram personagens figurantes que apareciam desnecessariamente sem camisa, mas o importante é que ajudaram a engordar mais ainda sua já invejável conta bancária. Ele chegou a ser cotado até para interpretar O Corvo em uma sequência do filme originalmente estrelado por Brandon Lee, mas felizmente alguém teve o bom senso de cancelar esse absurdo.

Nas horas vagas, Bon Jovi também se engaja nas causas sociais, mas obviamente é tudo estratégia para a mídia não falar mal dele e ficar babando seu ovo.

AtualmenteEditar

Jon não está mais tão Jovi, mas continua muito Bon. Segue narcisista à frente de sua banda e deixando a mulherada de calcinha molhada.