Abrir menu principal

Desciclopédia β


Hammer and Sickle 3D.gif ATENÇÃO, CAMARADA

Este artigo é comunista, e portanto, foi escrito por um Comunista, ou por um torcedor do Liverpool, ou do Manchester United, ou de qualquer torcedor de um time vermelho ou ainda, por fãs da Ferrari.
Se você vier com piadinha de iPhone, será mandado pra um gulag.


Josip Broz Tito era o governante de um país comunista que agia como capitalista e na verdade não era nenhum dos dois, apenas uma massa unida à força, anteriormente conhecido como o Jackson 5 e se tornou um ditador vitalício daquele lugar, saindo do trono só quando obviamente morreu. É comumente creditado à ele a composição do hino da Iugoslávia, Bohemian Rhapsody, como também o estrelato num filme inspirado da série Speed Racer. Ele foi o primeiro e único presidente da Sérvia que não era sérvio e por causa disso deu outro nome à Sérvia, chamou-a de Iugoslávia, e convidou os brother da vizinhança.

Índice

InfânciaEditar

 
Imperador Tito, e o motivo de ter anexado Montenegro também.

Tito nasceu numa aldeia da Croácia que pertencia à Áustria-Hungria, em outras palavras, num lugar nada interessante.

Na guerraEditar

Como qualquer homem que viveu na Europa no início do século XX, ele foi mandado para a guerra, onde demonstraria que era tão ruim atirador quanto convincente politicamente, pois durante suas aventuras foi capturado e preso pelo menos umas 10 vezes, definitivamente nunca sendo um soldado que orgulhosamente lutava até a morte como ele gostava de ordenar os soldados sérvios a fazerem anos mais tarde. Durante essa vida de merda foi para os gulags umas três vezes, onde adquiriu o seu ódio pelos comunistas e pela Sibéria.

Depois de ficar preso na Finlândia num dos presídios que passou a vida, ele fugiu para Amsterdã em busca da erva do capeta para espairecer um pouco. Foi lá que ele formulou a ideia de formar o Jackson 5 no seu país natal, e vender todas vogais da sérvia para outros países.

Presidência da IugosláviaEditar

De volta à sua terra e com o fim da Segunda Guerra Mundial, Tito reuniu eslovenos, croatas, bósnios, montenegrinos, sérvios, kosovenhos, macedônios e búlgaros, e pronunciou pelo rádio sua célebre frase: All Your Base Are Belong To Us.

Seu reinado foi marcado por um grande aumento na venda de vogais, especialmente a letra U, prática nefasta que tornou o idioma sérvio inteligível no mundo e marcaria o início do titoísmo, uma ideologia política que planejava deixar a Iugoslávia incompreensível para os comunistas e muito menos pelos capitalistas.

Tratado como herói por muitos, por conseguir manter a Iugoslávia onde só tinha povo que se odeia, para manter essa unidade acabou adotando medidas fascistas de limpeza étnicas, sendo a mais grave a que exerceu no final de seu reinado, em 1977, quando 100.000 palhaços búlgaros foram executados secretamente.

MorteEditar

Aos 88 anos de idade Tito finalmente ficou com a consciência pesada e decidiu morrer em Liubliana, para depois ser mumificado no Mausoléu de Tito, em Belgrado, onde aguarda que os fanáticos sérvios croatas um dia invadam o local e o ressuscitem na forma de um zumbi.

Precedido por
Ivan Ribar
Presidente da Iugoslávia
19531980
Sucedido por
Lazar Koliševski