Abrir menu principal

Desciclopédia β

Keith Moon

Acabou o sossego.jpg Keith Moon toca bateria

E é o ódio dos vizinhos!



Cquote1.png Bate forte o tambor, eu quero é tic tic tic tic taaa... Cquote2.png
Death99.png Keith Moon já morreu!

Foi dormir com os peixes...

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno


Cquote1.png Você quis dizer: Baterista louco Cquote2.png
Google sobre Keith Moon
Cquote1.png Esse é parceiro de festa Cquote2.png
Jimi Hendrix sobre as festas e orgias

Keith Moon foi o baterista da banda The Who e é declarado pelos críticos da música como o melhor baterista louco desvairado com um parafuso a menos de todos os tempos. Além de tocar bateria, ele também gosta de tocar o terror.

InfânciaEditar

 
A bateria que Keith Moon costumava ser bem pequena e compacta

Keith foi criado numa família simples, mas tão simples que ninguém fazia nada em casa, porém a história da família mudou após o nascimento de Keith. Quando nasceu, ao invés do médico bater em sua bunda, foi Keith quem começou a bater no médico, e de forma ritmada, começando assim a mania de bater em todo lugar.

Em casa ninguém o aguentava, tocava em panelas, mesas, cadeiras, irmãos. Até no ar ele conseguia fazer som. Não aguentando mais, seus pais resolveram mandar seu filho para a Puta que o Pariu, mas nem lá o aguentavam, então ele foi parar num reformatório. Lá resolveram o seu problema de tocar em tudo o que via pela frente, pois colocaram em sua frente uma bateria. Assim perceberam sua habilidade, mas ele tocava tão rápido que não era talento, era tarrápido. Porém ele não parava de tocar e foi mandado embora do reformatório. Na rua alguns caras viram sua habilidade e chamaram para formar uma banda, mas isso é só no outro tópico.

A bandaEditar

Os amigos Pete Townshend, Roger Daltrey e John Entwistle haviam se cansado de se meter em brigas com sua gangue MOD (Pois sempre eram os que mais apanhavam), e resolveram formar uma banda. Eles estavam à procura de um baterista, e certo dia andavam pela rua e encontraram Moon tocando em baldes e latas de lixo. Surpreendidos com a sua perfomance, o convidaram para entrar na banda. Keith estava chapado, e ouvia as vozes, mas não conseguia ver ninguém. Assim, ele perguntou "Quem?" (Who em inglês), criando assim o nome da banda The Who.

A banda começou na década de 60, enquanto os Beatles quebravam com os recordes de público, o The Who quebravam os Pubs da Inglaterra, graças a Keith. Com o passar dos tempos a banda alcançou sua fama e foram ficando mais comportados. Já não quebravam mais os lugares, apenas os equipamentos. Mas com a fama veio as drogas, Keith experimentou vários tipos, desde as mais leves como: o álcool e o cigarrinho do capeta, até as mais pesadas como: o Funk e o Corinthians. Com isso as loucuras de Keith ficaram maiores como jogar um Lincoln Continental na piscina e atropelar e matar o seu guarda-costas e motorista.

Fim de CarreiraEditar

O fim da carreira de Keith começou quando acabou a carreira de cocaína. Ele estava querendo se tratar das drogas e do alcoolismo, mas mesmo assim ele se drogava com os medicamentos. Após uma festinha na casa de Paul McCartney, Keith resolve ir para o hotel. Chegando lá, resolveu tomar sua dose noturna de medicamento (Apenas 32 pílulas de Rivotril). Isso acabou levando a um mal estar e uma pequena complicação, uma overdose de leve que o levou a dormir por tempo indeterminado. Até hoje Keith esta lá embaixo tocando bateria e incomodando o pobre diabo.