Kiabbo de Rapá é um Cavaleiro do Brasil
Acompanhe a saga dos nossos poderosos heróis rumo à conquista do hexa!
Cavaleiros do Brasil.jpg
Punkaosairdeshopping.jpg Este ser curte Panque Roque.

E deve praticar consumo de bagulhos ouvindo Fugazi
e xingando algum político.

Desentrevistasminibox.PNG O Desentrevistas
possui uma entrevista com
Kiabbo
E ae, Koé?

Cquote1.svg Você quis dizer: Felipe Ricotta? Cquote2.svg
Google sobre Kiabbo
Cquote1.svg Você quis dizer: Rapá? Cquote2.svg
Google sobre Kiabbo
Cquote1.svg E ae? Rapá! Cquote2.svg
Kiabbo saudando o leitor deste artigo.
Cquote1.svg Grande martir do rock n'roll Cquote2.svg
Kiabbo sobre si mesmo.
Cquote1.svg Mano Kiabbo, você é disléxico? Cquote2.svg
Marcelo Adnet sobre a dislexia de Kiabbo.
Cquote1.svg Adoro galinha! com quiabo! Cquote2.svg
Du sobre Kiabbo.
Cquote1.svg Mini Hang-Loose, ihííí! Cquote2.svg
Marcelo Adnet sobre Kiabbo.
Cquote1.svg O negócio é ficar aqui tocando um "iron"... Cquote2.svg
Kiabbo sobre Música Popular Brasileira.
Cquote1.svg Manda um abraço pro Lenny Kravitz Cquote2.svg
Kiabbo sobre Lenny Kravitz.
Cquote1.svg Viu Mionzinho? Todo mundo tem um inútil em seu programa! Cquote2.svg
Marcos Mion sobre Kiabbo.
Cquote1.svg Como disse um cara filósofo de uma banda, o mundo dá voltas... Cquote2.svg
Kiabbo sobre CPM22.
Cquote1.svg Não adianta que tu não entra na nossa banda! Cquote2.svg
Slipknot sobre Kiabbo.

HistóriaEditar

 
De acordo com a prima de Marcelo Adnet, o pênis de Kiabbo é mais ou menos assim (talvez um pouco menor).

Kiabbo nasceu em Londres, Reino Unido, e era guitarrista do Iron. Então veio para o Rio tocar no Rock n' Rio, e com toda aquela festa de sexo, drogas e rock n' roll, aproveitou ao máximo, foi ao ápice da loucura, até que desmaiou. Depois foi cobaia de uma experiência parecida com a que Wolverine teve, e no dia seguinte não se lembrou de quem era, o que fazia, nem porque estava no Rio. E pra piorar acordou com uma puta dor no meio das pernas. Assim adotou a identidade de De Brid, um mineiro come-quieto de BH.

Kiabbo tentou se adaptar a sua nova vida no Brasil, mas não aprendeu muito a língua local, e só conseguia falar as palavras "e aí rapá", "koé" e "sei lá". Então passou um tempo largado como um mendigo vagabundo, tocando violão pelas ruas pra conseguir alguns trocados. E fazia todos os tipos de trabalho pra se sustentar, desde limpador de quarto de motel (mexendo com plásticos melados de fluidos) a vendedor de CDs do Aviões do Forró. Entre um serviço e outro, conseguiu tocar com várias bandas, como Iron Maiden, Bon Jovi, Banda Calypso (Chimbinha foi quem aprimorou os talentos de Kiabbo), entre outras.

Então conheceu Marcelo Adnet num concurso de imitadores do Silvio Santos, no qual Kiabbo ganhou (todos sabemos que o Kiabbo imita o Sílvio bem melhor, Rapá!!). E junto com o seu novo amigo foi contratado pela EmoTV pra apresentar o 15 Minutos.

Influências musicaisEditar

 
Talvez este seja o Kiabbo sem máscara.

PrêmiosEditar

Seguindo os prêmios que Kiabbo recebeu:

  • Campeão de 2007 no campeonato de comer tortas e bolachinhas que fazem croc!
  • Prêmio de pessoa mais (o)culta do Brasil.
  • Prêmio de melhor violonista do Humaita.
  • Campeão de 2008 de maior pegador de primas do Marcelo Adnet e do Marcos Mion.
  • Maior tocador de air guitar de sua cidade, que é Quixeramobim.
  • Campeão mundial de PacMan (e Woman também!).
  • Campeão de falar "Rapá" mais vezes que uma pessoa normal por dia.
  • Campeão de maior falador de merda por minuto.

Isso é uma safadeza rapá