Abrir menu principal

Desciclopédia β

Língua romena é um dialeto do italiano que parece um castelhano que por sua vez parece um portunhol, além de deter alguns traços e aspectos do búlgaro, do latim e do macedônio e pra foder mais um pouco o idioma romeno tem um pouco de turco já que foi parte do Império Otomano e é justamente essas palavras kebab que fazem com que a gente entenda menos ainda essa merda. O romeno se parece com tantas línguas que acaba não sendo compreendido por mais ninguém, nem pelos próprios romenos que sabem mais alemão que a própria língua.

Distribuição geográficaEditar

 
A língua romena é sedutora!

Cada dia mais raro encontrar alguém que saiba falar romeno sem precisar usar tradutores online, apenas algumas raças de sub-vampiros e primos distantes do Drácula que vivem nas montanhas da Romênia, e da Moldávia.

Os ciganos que vivem num cercadinho na Voivodina também falam uma espécie de língua romena.

GramáticaEditar

O romeno divide-se em três dialetos: O romeno rural ou romeno da roça cujo vocabulário é quase que exclusivamente como o latim só que com acentos; O romeno urbano que parece um italiano falado como se estivesse engasgando; E o romeno internetês que não usa cedilha no "T" e "S" porque isso não existe em teclados normais.

O romeno rural é oficial na Moldávia, enquanto o romeno urbano é adotado na maior parte da Romênia, pois no latim, por exemplo, não possui tradução para a palavra "sim" e por isso a língua romena urbana adotou a palavra "da" como "sim", que vem do verbo dar, expressão muito utilizada pelas ciganas sobre o "sim".

AlfabetoEditar

O romeno utiliza o alfabeto latino, embora as regiões da Transnístria utilizem o alfabeto cirílico.

Outras particularidades do romeno é o "H" que tem som de "X", já que o "X" não existe no alfabeto romeno, e os emos de lá, que são abundantes, estavam com dificuldades de se expressarem no miguxês romeno, agora com essa letra, os emos podem escrever coisas como: HhhsaluthhHi PrIeTHhhenihhhh!.

As letras "Ț", "Ș", "Ă" são exclusivas do romeno, e servem apenas para espantar estrangeiros de quererem aprender o romeno, a língua do Conde Drácula.