Abrir menu principal

Desciclopédia β

Lajeado do Bugre

Gauchodanc.jpg Mas bah, tchê!

Este artigo buenaço e tri-legal é do mais puro humor gaudério dos pampas, vivente, então veste tua bombacha, recolhe teu pelego no galpão e toma um mate amargo com a gente, macanudo!

Chima.jpg

Lajeado do Bugre é um município muito estranho, talvez uma Lages em miniatura. A história clichê de Lajeado do Bugre é uma mera cópia das outras histórias dos outros municípios. Em outras palavras, podemos fazer uma metáfora com Lajeado do Bugre e um Autista: ele tem mais neurônios do que o normal e pode desenvolver super habilidades, só que ele não consegue criar sinapses...

Cquote1.png Hã... Eu não entendi! Cquote2.png
Você sobre a metáfora acima

Se você não entendeu é porque é um autista! MWAHAHAHAHAHA!

OrigemEditar

 
Essa é a cidade? Cadê o asfalto e os sinais de que há tecnologia por lá?
Para os neo-ateus que preferem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Lajeado do Bugre.

Após Lajeado do Bugre ter se emancipado, teria tido 3 irmãos: Palmeira das Missões, Jaboticaba e Cerro Grande. Todas as cidades que juntas poderiam se considerar algo que tinha dignidade, agora se tornaram algo tão inútil quanto o Domingo Legal do SBT é atualmente.

Lajeado do Bugre começou a dar alguns passos, mas diríamos que está ainda no estágio de bebê por 50 anos e que a emancipação não ensinou nada para o município. Está tão afundado que está pensando em cavar até a china para ver se chama a atenção.

HistóriaEditar

Ache o erro nessa seção. Resposta: história. Esse município não tem história só escória para ficar levando dos outros piadinhas como esse artigo aqui.

Enfim, os prefeitos queriam ser uma cidade pequena com dignidade, acabaram criando um concurso onde quem criasse a melhor história para Lajeado do Bugre ganharia o título de prefeito. Ninguém se habilitou para a competição. Então, para evitar que a cidade continuasse sem história, tiveram que mudar isso: quem ganhasse o concurso não levaria nada de prêmio só uma mercedez zerinho e uma maleta de 1 milhão de reais.

As pessoas começaram a enviar suas histórias, isso provou que era melhor não ganhar nada do que ganhar um título de prefeito e ser obrigado a ficar por lá por 4 anos sem viajar para lugares realmente decentes como a praia que cheira merda chamada Arroio do Sal.

A história oficial ficou assim:

  Em muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, (pausa para respirar) muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, tempo atrás, um Bugre da Bulgária abriu uma loja que vendia lajes. Então começava a cidade Lajeado do Bugre.  
História oficial muito bem elaborada de Lajeado do Bugre

FurosEditar

 
Um dos gráficos inúteis feitos para Lajeado do Bugre. Se parece mais com a evolução de um ereção do que um gráfico de fato.

Alguns furos nessa história geraram controvérsias, deixando claro que um idiota fez a história. Por exemplo: bugres não vem da Bulgária e sim da sérvia de alguns lugares da região sul. Então automaticamente não existe pleonasmo quando falamos "bugres da Bulgária".

Ninguém deu atenção para os furos, o que permitiu que a cidade continuasse como está: uma grande merda e criando pesquisas inúteis como a ao lado que fala sobre a evolução de uma ereção de uma pessoa que mora em Lajeado do Bugre.