Abrir menu principal

Desciclopédia β

Lapônia (Finlândia)

Finland-Flag.jpg

SUOMEN SIVU PERKELE! Estte ärttigö é suomolainen!

Ele joga hökkei, frekkuentta saunas, chuppa salmiakki, usa o mesmo jino dos esttönjanos, louva Heävy Metal e dettestta huusos! Näo vandaliize, ou te faremos se suycidäär!


Lapônia é uma das províncias da Suécia, Noruega, Terra Média, de Tolkien do Fim do mundo. É também a região mais desabitada da Finlândia sendo composta apenas por 4 pessoas de carne e osso e o restante bonecos de neve que nunca derreteram e contam como habitantes.

HistóriaEditar

 
Governador atual da Lapônia.

Essa região jamais foi explorada por Vikings ou alguém do tipo, ainda mais que os vikings só usavam a Finlândia como armarinho ou para deixar um marinheiro ou prisioneiro muito chato, faziam o mesmo com a Austrália, usar um país como presídio não é coisa nova. Essa região foi domínio de Ursos Polares durante anos.

Um dia então eles decidiram abandonar a região, afinal era tão deserta que não conseguia sequer sustentar vida, os ursos se mudaram para Moscou onde anos depois implantaram o Comunismo.

Mas enfim, só depois que a Finlândia virou Finlândia que começaram a habitar a região, de forma obrigatória mesmo. Presos políticos eram mandados para lá, a região onde a União Soviética parou de avançar pois sabia que 90% da finlândia era só gelo e que eles já tinham gelo demais no próprio território.

Após morrerem de frio somente quatro pessoas sobraram na região, estes foram Kimi Raikonnen e o Abominável homem das neves, esses foram instruídos pelo governo Finlandês a fazer vários bonecos de neve na região e dizer que eles eram pessoas.

No fim, a região ficou com 1 pessoa a cada uma milha.

EconomiaEditar

Com um lugar tão chato e monótono como a Lapônia é impossível alguém achar essa palavra por lá. Não se pode haver agricultura pois não dá pra ver o chão, não se pode cortar madeira pois o último que tentou fazer isso acabou cortando a própria perna com o machado e também não se pode pescar, os peixes já saem congelados.

O mais próximo de economia por lá é a política, onde os quatro habitantes da Lapônia ficam fazendo o Teste do sofá para ver quem vai ser o governador pelos próximos 5 anos, e a função do governador por lá é roubar lenha da casa do Papai Noel.

VilasEditar