Abrir menu principal

Desciclopédia β

Viking dinamarca.jpg Denne artikel er dansk!!

Este artigo é relacionado ao primo menor da Escandinávia! Apesar de já ter dominado os dois no passado, quer muito ser como a Noruega quando crescer e odeia suecos.

Recomenda-se que você desligue o computador e vá brincar com Lego.

NewBouncywikilogo.gif
Para os neo-ateus que preferem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Lars Ulrich.
Desentrevistasminibox.PNG O Desentrevistas
possui uma entrevista com
Lars Ulrich

Cquote1.png Você quis dizer: Billy Crystal. Cquote2.png
Google sobre Lars Ulrich

Lars Ulrich em seu encontro com o ex-baixista do Nirvana Krist Novoselic

Cquote1.png O Jim Carrey tem inveja das caretas desse cara. Cquote2.png
Crítico idiota sobre Lars Ulrich
Cquote1.png Fui eu que dei aulas de bateria pra esse mané. Cquote2.png
Steven "Popcorn" Adler, baterista falido, sobre Lars Ulrich
Cquote1.png Bate forte o tamboor... Cquote2.png
Extinta (graças a Deus) banda Carrapicho sobre Lars Ulrich
Cquote1.png Toque aí / toque aí / seu tambooor / seu tambooor... Cquote2.png
Música baiana idiota sobre Lars Ulrich
Cquote1.png O anão másculo dos meus sonhos... Cquote2.png
Leão Lobo
Cquote1.png Ainda chego lá. Cquote2.png
Igor Cavalera sobre Lars Ulrich
Cquote1.png Então senta a baqueta nessa porra! Cquote2.png
Capitão Nascimento sobre Lars Ulrich
Cquote1.png Uma vez eu usei aquilo que ele usa pra bater naquela lata pra comer sushi. Achei até estranho o gosto de suor da comida. Cquote2.png
Carla Perez sobre baquetas
Cquote1.png James, Kirk e Cliff iam demitir ele... Cquote2.png
Dave Mustaine sobre Lars Ulrich

Larisvaldo Lodovico Ultrarich, mais conhecido como Lars Ulrich, foi um conhecido membro da banda Olodum, mas como ninguém gostava dele tentou se ajeitar em uma outra banda, uma bandinha chinfrim chamada Metallica. Seu sobrenome não é por acaso: desde que decidiu dar uma pegadinha na baqueta ficou putamilionário. É o filho único de Lodovico Ulrich e Cacilda Filomena Ulrich, pai católico, mãe umbandista e avós palmeirenses.

Como surgiu essa praga?Editar

Lars nasceu no bairro italiano do Bexiga, em São Paulo juntamente com seus dois irmãos quase gêmeos paul mccartney e Petkovic . Muito novinho já era considerado uma má influência para seus colegas na escola. Colocar uma almofada de pum para que a professora se assentasse em cima era careta para ele. Em vez disso colocava um consolo de trinta centímetros que arrasava com o fiofó da véia e lhe arrancava as pregas todas. Se seus colegas, na hora do ócio, brincavam de atirar pedaços de papel com um canudinho, Lars preferia brincar com um spray de pimenta que roubara de um policial otário e coquetéis molotov que estraçalhavam os vasos ,os vidros dos banheiros da escola e os pobres infelizes que vinham reclamar de seu comportamento. Se seus amigos gostavam de ir assistir rinhas de galos, Lars promovia seus próprios espetáculos: chamava toda a turminha para ver ele soltando um gato fodido e pestiado, jogar a vodca que roubara do pai em cima dele, colocar um pouco em sua própria boca, espirrar e acender o isqueiro debaixo, cuspindo fogo no pobre bichano e ver a criatura queimando viva. "Esse ninguém mais vai cheirar", disse, rindo igual ao Joe Higashi. Às vezes, dependendo da crueldade, ria até mais cabuloso que a voz tenebrosa do Mortal Kombat. E botar um sapo para fumar até o coitado explodir o deixava entediado. Em vez disso preferia explodir os amigos e vazar-lhes a cabeça com tiros de escopeta.

Antes que a polícia descobrisse que tinham um assassino serial de emos(que não são humanos e sim uma mutação) e pessoas em casa (e também para se protegerem dessa peste), os pais resolveram interná-lo em um colégio superlinha-dura numa região desértica do Colorado, nos EUA, desses onde a diretora punia os devassos com uma enorme palmatória e instrumentos similares e muitas chapuletadas na bunda até sangrar. Mesmo esse internato não o deteve e tomava litros e litros de cerveja durante o recreio às escondidas, conseguindo obter a mercadoria com um traficante das redondezas, visto que cerveja naquele deserto era proibida. Teve de mostrar a bunda em classe para a diretora bater muitas vezes por culpa dos seus

 
Lars Ulrich, o jovem cereal killer que a polícia não conseguiu agarrar

porres. Uma vez, porém, resolveu vingar-se da megera. Foi às escondidas ao gabinete dela e urinou no seu chá. Lars, que era um megabebum, tinha a urina com um teor alcoólico altíssimo, além de conter fortes indícios de outras substâncias de que era dependente. A diretora desavisada bebeu inocentemente seu costumeiro chá. De súbito, deu a louca na velha e ela começou a tirar a roupa e sair correndo pelos corredores. Depois de feito o alvoroço, foram encontrá-la no telhado da escola, completamente pelada, dançando a Macarena. Lars, como parte da vingança, subiu de encontro a ela, amarrou-lhe o corpo e a colocou de quatro e, com o mesmo instrumento de castigo que ela usava para dar nele porradas na bunda na frente dos colegas, ele começou a açoitar a bundona da véia pentelhuda até virar dois tomates vermelhos. Depois do feito,Lars foi expulso e ficou bebendo,cheirando e fumando durante um mês seguido,então foi mandado de volta ao Brasil completamente bêbado e tendo alucinações.Em uma dessas alucinações ele viu um cara que ele conheceria depois,um tal Cliff Burton,ele viu que os dois estavam num campo repleto de erva,e estavam embalando,queimando e tragando assim que Cliff resolveu usar distorção e wah-wah e criou as músicas For Whom The Bell Tolls,The Call Of Ktulu e Orion.A coitada da diretora, envergonhada, foi para um convento e virou freira.

Na volta ao Brasil,um erro aconteceu e seu avião foi pra Los Angeles,aonde teve que ficar por não ter grana pra poder voltar ao Brasil.Lars então foi traficar gatinhos,os quais também gostava de cheirar.Ele morava em um beco e comia as sobras dos gatinhos que vendia.Um dia,ele foi a uma loja de colchões pra roubar molas pro seu colchão véio que doía,foi aí que ele conheceu Michael McKagan,um alcoólatra desde a infância.Após uma troca de gentilezas Lars disse que dormia na rua,foi aí que Michael chamou Lars pra sua casa e foi lá que ele ficou durante um bom tempo.Entre suas brincadeiras preferidas estava "testar colchões" juntos.Eles compravam bebida de uma loja velha que também vendia erva natural da plantações Maradona,que os dois apreciavam.

O grande encontro com as baquetasEditar

Um belo dia McKagan chegou dizendo que queria ser chamado só de Duff,Lars discordou e os dois discutiram até Ulrich tentar chutar McKagan,este deu um soco violento na boca do outro e o jogou na parede,foi então que Lars pegou o Baixo de McKagan e plugou no amplificador,só que antes dele pluga-lo,Duff jogou Uísque no próprio baixo fazendo Lars voar,bater a cabeça na parede e ficar nocauteado.Após Ulrich acordar ele foi posto pra fora de casa.Pra acalmar a tesão,digo os nervos Lars resolveu ir ao primeiro festival Woodstock,que ocorria naquela época. Ali inesperadamente encontrou McKagan,que já tinha uma namorada gostosa,que o chamava de Duff.Isso provocou inveja em Lars mas os dois fizeram as pazes,e tomaram um porre enquanto assistiam ao Jimi Hendrix. Matt Groening, que passava ali por perto, pelado como quase 97% dos presentes ao festival e bebendo uma Budweiser, logo imaginou que "Duff" poderia ser um bom nome para uma cerveja. Tentou criar uma cervejaria com esse nome, mas o produto não foi bem aceito. Em vez disso foi criar desenhos animados, e poucas décadas depois vieram Os Simpsons, onde a cerveja Duff aparece apenas como produto fictício.

Durante o show de Hendrix, Duff e Lars, mesmo altamente chapados, ouviram um tumulto de pessoas que diziam que havia um peludo que estava inconsciente por causa do álcool "e outras dependências". Por sorte o peludo não era Tony Ramos, mas sim um tal James "Beer" Hetfield. Disseram que o homem precisava de uma respiração boca-a-boca e Lars logo se prontificou, debruçando-se sobre o King Kong inconsciente, mesmo que ele estivesse pelado e deitado na merda do chão de Woodstock. E de pau duro, ressalte-se. Depois de ressuscitado, James deu-lhe um abraço de gorila e o chamou para beberem uma juntos.

Após o festival James perguntou se ele não gostaria de ficar na sua casa,já que Duff se sentia desconfortável com Lars em sua casa,pois ainda que fizessem as pazes,McKagan achava que ele ia querer se vingar papando sua namorada.Ulrich aceitou a proposta do gorila. Dentre outras coisas, James disse que queria formar uma banda e, sabendo que Lars era tocador de tambor, perguntou se ele não gostaria de conhecer as baquetas. Recebendo-as das mãos do novo amigo, perguntou: "Para que preciso de um par de "hashis"? Eu odeio comida japonesa, já fui intoxicado por um peixe do Mar do Japão." Mas James logo lhe mostrou qual era sua real finalidade. E quando o viu tocando em uma bateria fulêra que tinha em casa, Lars teve um orgasmo e melou a cueca. Foi amor à primeira vista. Começou a tocar sem parar, dia e noite. Chegou ao ponto de andar pelas ruas sacudindo as mãos dias inteiros.

James Hetfield lhe apresentou seu amigo. No dia em que isso aconteceu, James e Lars chegaram na casa de Cliff,foi então que Lars não soube o que falar vendo o cara de sua alucinação tocando baixo com wah-wah ditorção.Cliff estava tocando, sacudindo a cabeça de cima para baixo repetidamente e sem parar.Foi aí que Cliff apresentou a James e Lars seus riffs em For Whom The Bell Tolls,The Call Of Ktulu e Orion.Então Lars se lembrou da alucinação,melou a cueca e ficou paralisado.Aí James falou "Ei Cliff, esse é o Lars. Ele pode entrar pra banda e tocar bateria?". Um segundo depois, olhando pro seu amigo, James voltou-se para Lars,deu uma porrada nele pra acordar e disse: "Pronto, rebento. Você já tá na banda".

Mas James ainda queria um outro guitarrista. Achava-se incompetente demais para fazer solos, mas para todos dava a desculpa de que já que ia cantar não poderia fazer esse outro serviço tão difícil. Foi ai que chamaram Dave Mustaine,um incendiário louco que nadava numa piscina de cachaça em chamas que mostrou para James como é que se canta, toca base de guitarra e sola ao mesmo tempo. O problema foi que ao ver Mustaine tocar James ficou morrendo de inveja, pois sabia que jamais tocaria daquele jeito e Lars ficou morrendo de tesão anal pelo rapaz de cabelo de fogo querendo dar seu fiofó para ele de qualquer jeito. Dave Mustaine surtou quebrou o invejoso do James na porrada, chamou Lars de pederasta e lhe deu um chute na bunda, Lars e James amarraram Dave foram para o meio da Rota 666 e disseram "ou á ou desce?", Mustaine disse que descia, foi ai que os dois homossexuais drogados estruparam Dave e o largaram na estrada vestido de noiva. Lars, então, teve uma ideia: "Na minha ida pra África, achei um mendigo com um instrumento gigante por lá que foi muito bom comigo; me pediu apenas cinco centavos. Nenhum outro fez isso por mim, todo mundo já vinha pedindo déi real. A gente podia jogar uma guitarra na mão desse cara e ver o que ele faz com ela." James, chapado como sempre, soltou um arrotaço e falou: "Legal." Gastaram uma nota para ir para a África e encontrar o indigente, mas no fim o encontraram cheirando um gatinho no Cabo das Tormentas. O nome do nêgo era Kirk Hammett. Ali mesmo deram pra ele uma guitarra e esperaram para ver o que acontecia. Sob efeito do alucinógeno, Kirk começou a fazer um som estranhíssimo, mas os três aprovaram. Rapidamente começaram a ensaiar e a fazer shows. Lars, com as baquetas nas mãos, jamais teve vontade de atirar fogo em um emo ou dar um tiro de escopeta em um amigo novamente.