Abrir menu principal

Desciclopédia β

Let It Be (filme)

Cquote1.png Agora entendi porque eles acabaram.. Cquote2.png
Você após assistir Let it Be

Cquote1.png Que Lixo Cquote2.png
Todo mundo sobre Let it Be

Cquote1.png Eu tentei fazer algo legal, mas eles não ajudaram.. Cquote2.png
Paul sobre o resto da banda


Let it Be foi o último filme dos Beatles juntos, e é considerado um documentário sobre o fim deles. Ele é conhecido também pelos erros grosseiros de edição, como o Paul McCartney estar cantando uma música, e trocar de roupa do "nada" e continuar cantando a mesma música, e também foram cortadas as partes mais comprometedoras, com cenas pitorescas dos Beatles ou discussões entre eles, mas mesmo assim, não dava pra esconder a cara de tristeza deles. Retrata também o último show dos Beatles, que não bem foi um show... (ORLY?). É aclamado pelos Beatlemaníacos como o melhor filme deles, mas tem um clima de Rock Depressivo progressivo, devido a imensa vagabundagem e tristeza que decorriam as gravações.

Índice

O início , quando ainda se chamava Get BackEditar

O filme fazia parte de um gigantesco projeto idealizado pelo Paul McCartney pra manter a banda junta. A ideia era fazer um disco de volta as origens, sem orquestra, sintetizadores e drogas do John Lennon, e fazer um documentário mostrando eles brigando gravando o disco e uma mega produção num show deles pra divulgar o disco. Tudo era lindo, pelo menos na cabeça do Paul. O problema foi o que foi acontecendo depois, que acabou fudendo todo o projeto dele. O projeto chamava-se Get Back (voltar pros noobs que não sabem inglês).

Começo dos ProblemasEditar

 
Cartaz do filme nos cinemas, e como o projeto tava fudido mesmo, saiu igual a capa do disco.

O primeiro problema de Paul foi contar ao resto da banda sua ideia. Ninguém além do Ringo tinha gostado dessa bagaça de ter que gravar um disco, um filme e um Show. A primeira briga foi entre Ringo e Paul, porque Ringo estava traumatizado dos últimos shows dos Beatles, e não tava afim de fazer o show, mas isso conseguiu-se enrolar até o final, quando Paul gentilmente o convidou a fazer o show no Teto da Apple Records. Outra briga foi entre John e Paul que, quando Paul disse que tinham que comparecer ao estúdio todo dia as 7 da manhã, John falou que era um absurdo e ele não tava a fim de acordar cedo pra gravar, e o que gerou mais atrito.

O Filme Em SiEditar

Era pra ser tudo bem alegre e feliz, mas começa e termina num marasmo completo. O filme começa com eles tentando criar umas músicas, mas o que reinou foi a depressão e as intrigas. Cada um da banda estava pensando em um lado diferente, Paul estava querendo tocar sertanejo no ritma do baixo de Milionário e José Rico, Ringo estava tocando bongô num ritmo parecido quando o Mario Bros sobe no cavalinho verde, John quer ser mais vocalista que Paul e George quer soltar a voz mas não tem espaço, pois John, Paul e Ringo não param de tretar e acabou entrando em depressão e o filme ficou com um clima fúnebre. Depois desse filme George e Ringo gravaram uma continuação, George na guitarra e Ringo no Bongô, esse filme ainda não foi exibido mas em breve quem sabe sai o filme de George cantando. Outro incômodo foi a gostosa da japa do John Lennon:Yoko Ono, que na versão editada ficava só no canto dela, mas de qualquer modo incomodava os outros Beatles só por ela estar ali, mas John sempre se Descontraía com ela, dançando e rindo pelos cantos com ela e pegando uma dicas pra suas músicas surreais. Mas apesar de tudo, pelos menos na versão editada, tudo corria bem apesar de todos os problemas e do marasmo, eles cantavam uma música e outra e talz, mas a coisa só melhorou finalmente quando contrataram um tecladista negão pra tocar junto com eles, e mudaram de estúdio, para um mais moderno. Lá a coisa fluiu melhor, mas tudo parecia que era feito separado..o Paul batia um papo como George Martin, O John dava uns pegas na Yoko pelos cantos, e o George e o Ringo ficavam no fundão cantando suas composições que jamais entrariam num disco deles se dependesse do John e Do Paul. Um diálogo interessante é o de Ringo com John, onde ele diz que por ele ser cagão, jamais tocaria em público.

 
na volta do estúdio John Lennon sofreu sua primeira tentativa de assassinato por um abestado de mountainboard que falhou na tentativa e acabou tomando um capote feio

O Show no Teto da Apple RecordsEditar

Esse com certeza é o ponto alto do documentário. Mas por pouco esse "Show" não existiu, devido ao medo dos Beatles de se apresentarem, que Na verdade, o mais cagão era o Ringo, que chegou até deixar os Beatles por alguns dias quando chegou perto do dia do show, então eles imploraram pra ele voltar, e disse que só voltaria portanto que não houvesse um show de verdade. Então John teve a ideia de fazer um ensaio em cima da Apple Records, na hora do almoço, pra ter o máximo de visibilidade...Logo que começaram a tocar Get Back uma galera começou a se reunir na frente do prédio pra ser atropelada pra ver quem tava cantando, e não acreditavam quando diziam:São os Beatles! e achavam que era uma Pegadinha Do Malandro. Tocaram umas música e as pessoas começaram a se agrupar aos montes para ouvi-los..teve uns malucos que começaram a dar uma de Homem Aranha e começaram a escalar prédios pra vê-los, ou seja, instalou-se o pandemônio no centro londrino, de tanta gente trancando a rua e perturbando a ordem , a polícia invadiu o estúdio, e gentilmente pediu pra eles Pararem com aquela porra!. E assim terminou o filme, o show, e os Beatles.

O Resto que todo mundo já sabeEditar

Depois desse espetáculo de Le Parkour com música cada Beatle seguiu seu rumo. John o bobo apaixonado se perdeu em composições cada vez mais melosas e logo foi fuzilado por um fã que odiava Sertanejo Romântico. George virou Hare Krishna e meditou tanto que sua alma saiu do corpo dele e ele nem percebeu. Ringo tentou mas não fez nada significativo e Paul morreu mas esqueceram de enterrar ele, e ele virou uma múmia viva. Recentemente os produtores de A era do gelo 4 resolveram fazer uma animação de como seria se os Beatles tivessem continuado, o que teria acontecido? John estaria vivo?

Trilha SonoraEditar

Ele tem como o objetivo mostrar os Beatles gravando um disco de estúdio, e foi utilizada a seguinte trilha sonora composta por eles mesmos, e ela ganhou um Oscar apesar de ser um lixo:

  • "Two of Us"
  • "Dig a Pony"
  • "Across the Universe"
  • "I Me Mine"
  • "Dig It"
     
    Clássico show no teto da Apple Records..Mas que graça teve sem platéia?
  • "Let It Be"
  • "I've Got a Feeling"
  • "One After 909"
  • "The Long and Winding Road"
  • "For You Blue"
  • "Get Back"
  • "Octopus's Garden"
  • "Maxwell's Silver Hammer"
  • "Besame Mucho"
  • "Don't Let Me Down"
  • "You've Really Got a Hold on Me"
  • Medley: "Kansas City/Hey, Hey, Hey, Hey"

CuriosidadesEditar

 
Tua mãe desencoraja seções de curiosidades, mas nós não ligamos a mínima! Sob as políticas da Desciclopédia
Mas bem que esta seção pode ser aproveitada integrando-se piadas decentes às seções mais adequadas.
Cada curiosidade pode render uns bons parágrafos, então faça direito!


  • Durante as gravações havia um microfone assassino que dava choques em George quando ele encostava, mas nos outros não.. e ainda Paul dá uma de Tio engraçadão e diz:Se ele morrer nós estamos fritos!
  • Esse filme escondeu muitas brigas dos Beatles, e depois da edição horrorosa, ele ficou mais sem sentido que o filme Magical Mystery Tour.
  • John dançou uma salsa valsa com a Yoko ao som de uma balada cantada pelo Paul no meio do estúdio.
  • O único Beatle feliz no filme era o George, que estava sempre cantarolando e achando que tava tudo bem.
  • As músicas Don't Let Me Down e Across The Universe são chatas pra caralho.
  • O primeiro estúdio que eles gravavam era um lixo, e foram trolados enganados pelos construtores.