Abrir menu principal

Desciclopédia β

Lilith

Disambug.pngEsse artigo trata do Mito da Rainha dos Súcubos, se procura por outra Lilith vá em Lilith (desambiguação) (oras!).
Esta página se adequa à Nova Política de Conteúdo Sexual.
Conteúdo impróprio para menores de 18 anos! Tirem as crianças da sala! Este artigo tem conteúdo impróprio para menores!
Este artigo pode conter pornografia pesada ou leve. De preferência, leia-o de olhos fechados...

Se ele estiver cometendo uma infração à Política de Conteúdo Sexual, por favor, reporte à moderação.
1133064800.jpg Este artigo trata de uma mulher malvada.

É assim: o mocinho se apaixona por ela e ela se aproveita para acabar
com a vida dele, entendeu?

Capeta-2.jpg

Lilith fez pacto com o CAPETA!
Então é melhor nem se meter com esse artigo, senão o capeta vai atrás de VOCÊ!!!

331px-Longcat.jpg Prepare-se para ler:
Esse artigo é muuuuito grande e pode causar cegueira.
Pense duas vezes e não seja tão idiota antes de ler algo assim
NewBouncywikilogo.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Lilith.

Cquote1.png Você quis dizer: Lilith Aensland? Cquote2.png
Google sobre Lilith (mito)
Cquote1.png Você quis dizer: Lilithmon? Cquote2.png
Google sobre Lilith (mito)
Cquote1.png Experimente também: Súcubo Cquote2.png
Sugestão do Google para Lilith (mito)
Cquote1.png É coisa das forças do mal! Cquote2.png
Tio do Jackie Chan sobre Lilith (mito)
Cquote1.png É uma mulher totalmente malvada Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre Lilith (mito)
Cquote1.png Você me traiu com outro homem! Cquote2.png
Adão sobre Lilith (mito)


Lilith em sua versão mais gostosa conhecida, basicamente é o Diabo em forma de mulher. Ainda queres ir para o Céu depois de vê-la?
Lilithlogo.gif

Lilith também conhecida como Anitta, segundo os papas do Vaticano, é uma mulher malvada, que adora seduzir homens que, ao cairem na tentação dessa falsa gostosa, acabam se tornando o prato dos cachorros famintos que ela tem (que nada mais são do que mansos Cérberos). Foi a primeira mulher de Adão, antes dele conhecer a Eva, e que foi expulsa do Jardim do Éden, virando esposa do Satanás, Coisa-ruim, Tinhoso, Capeta, Aquele-que-não-deve-ser-nomeado, Estrela da manhã, em suma, Lúcifer, o Rei do Inferno.

A forma dela mais conhecida é de uma diaba sexy, que segura aquele garfo enorme e veste uma roupa fashion-reluzente, especiamente as de cores vermelhas, que lhe lembram o sangue (ou não). A Lilith adora caçar homens na noite de lua cheia na sexta-feira 13, e para isso a diaba se transforma em uma mulher comum, com seios gigantes e fica andando pelas ruas até encontrar a primeira vítima do sexo masculino que aparecer. Ela o atrai facilmente com seu perfume, fazendo com que o homem fique sob o feitiço dela e, ao acordar, ele estará em outro mundo sem nem saber como chegou ali.

Tá, eu acho que eu exagerei um pouco falando daquilo, mas saiba que Lilith ecziste sim! Se não acreditas, leia a Bíblia Sagrada para confimar a eczistência dela ou então leia o artigo completo para entender a história antes de soltar a língua por aí, e falando que a Desciclopédia não ensina nada de verdadeiro mesmo que isso seja um fato irrevogável!

Índice

HistóriaEditar

 
O nascimento de Lilith, tal qual o de Adão. Perceba que não teve nenhuma costela e nem nada do tipo, foi do barro mesmo.

Lilith, nasceu há muitos e muitos anos, mais precisamente no sexto dia da Criação do Mundo, quando Deus, o Todo-Poderoso morador dos Céus e controlador de todas as coisas possíveis e impossíveis, viu que a sua mais perfeita criação, o Homem, estava sozinho e somente satisfazia os seus desejos sexuais com uma boa punheta, porém, ficando triste no final do ato, pois tal satisfação não era totalmente completa, faltava-lhe algo que o realmente o deixasse mais alegre e feliz, uma companheira.

Com medo de que ele começasse a praticar zoofilia com todas as criações animalescas que vieram antes dele, podendo assim gerar um desequilíbrio na sua maravilhosa invenção de mundo (afinal, jogar seis dias de trabalho para o alto seria uma puta falta de sacanagem, ainda mais para um Humano chegar e acabar com tudo de uma única vez), Deus resolveu entregar um presentinho ao Homem, sendo este primeiro chamado de Adão, mesmo que ele não merecesse coisa alguma, já que era somente um mortal que recebeu a vida do Senhor, ou seja, fomos criados para Ele, não Ele para nós, por isso nós é que devemos presenteá-Lo.

 
Lilith envolta por uma cobra, repare que ela está muito feliz ao ter uma relação mais próxima com essa criatura ofídia, que viria a ser a forma que ela escolheria para a sua vingança.

Como todo mundo sabe (se não sabe, deveria saber), o Homem surgiu do barro, tendo sido moldado pelo Criador e recebido a sua alma através de uma bela cusparada assoprada do mesmo. Sabendo mexer muito bem com argila e coisas afins, Deus resolveu criar uma nova criatura (a sua última) da mesma maneira que criou o Homem, também do barro.

Colocando curvas perfeitas, fartos seios, um belo bumbum e uma linda boca, assim surgiu a primeira Mulher da Humanidade, que acabou recebendo o nome de Lilith, por ter sido feita da mesma forma que Adão, do pó. Adão, assim que viu a sua gostosa nova garota, quis logo estreá-la atrás do matinho, porém, ele acabou encontrando um grande problema.

Ah, não, Adão!Editar

No ato sexual, Lilith era a única que tinha que "ficar por baixo" no papai-e-mamãe, sem falar que Adão não era um cara lá muito magro, para a delicada musa assim aguentá-lo sobre o seu corpo. Além disso, Adão jamais queria mudar de posição (nem um masoquismo ele topava), já que era muito careta super tradicional.

Lilith, porém, não era qualquer vadiazinha Mulher (aliás, ela era a única) para ser submissa a Adão como ele quisesse, afinal, a mesma foi criada do pó, tal qual o Homem, por isso, não era inferior a ele e também queria ser a ativa na relação, pois sabia dos seus direitos (se bem que ela ainda não tinha nenhum).

 
  Papai-mamãe de novo? Porra, Adão! Não dá pra variar um pouco, seu careta? Sai de cima!  
Lilith sobre Adão e sua posição de sempre, que já tinha lhe dado no saco há tempos.

Mas tudo bem, Adão deixou passar, pois achava que ela poderia estar de chico e por isso a TPM estava à flor-da-pele. Mas com o tempo a coisa foi somente piorando, Lilith não queria cozinhar para ele, lavar, limpar e nem lhe trazer as cervejas nos domingos durante o jogo, o que o deixava ainda mais puto.

Infelizmente ele não podia reclamar de nada, afinal, Deus sabia o que tinha criado, sem falar que a Sua criação tinha sido feita com os mesmo ingredientes que os dele, sendo, por isso, uma criatura tal como ele, perfeita (ou até mais perfeita, já que era uma mulher, que sempre é mais bonita do que o homem).

Deus, por fim, sabendo que sua mais perfeita criação voltou a ficar emo triste, resolveu chamar Lilith em um canto e lhe dá uns bons esporros, pois Adão não merecia tudo aquilo (ou sim). Porém, Lilith foi bem direta com o Criador, falando que por ter sido feita também à Sua imagem e semelhança, não tinha motivos para ser submissa a Adão, que era Bobo, chato, feio e cara-de-mamão.

Se outra ideia lhe fosse imposta, então ela sairia daquele Paraíso e iria viver a sua vida. Bom, então, como você já conhece, mais tarde Eva foi criada por Deus para substituir a primeira, sendo esta tirada da Costela de Adão, onde não poderia reclamar de sua posição, pois, aí sim, era inferior a ele. Lilith fugiu para a puta que pariu e não aceitou voltar jamais, virando uma feminista.

O PlanoEditar

 
Lúcifer, o Anjo Caído, Capeta, Satanás, Coisa-ruim foi o único que ofereceu ajuda para Lilith em sua vingança. Assim ficou formada a dupla dinâmica mais infernal de todos os tempos.

Sentindo-se as últimas das criaturas após ter saído do Paraíso, apesar de ter sido a mais perfeita obra de todas, Lilith vagou sem rumo, sem Paraíso e sem um tostão furado, andando de um lado para o outro do planeta que não tinha mais nenhum Paraíso além do Éden. Nesse tempo, como não havia nenhum outro humano além dela, Adão e, agora, Eva, as fofocas celestiais corriam soltas pelo mundo, sempre chegando no ouvido dos habitantes daqui sem nenhuma interferência, mentira ou omissão, já que não haviam tantos humanos assim para inventar outros boatos afora.

Ela soube que uma Legião de anjos tinha vindo morar na Terra depois de uma desavença com Deus, quando tentaram destronar o Todo Poderoso e não conseguiram. O mentor dessa revolta era Lúcifer, um antigo Querubim de Deus e que tinha sido jogado do alto por não querer se curvar perante a criação de Adão como a melhor das obras-primas já feitas por Deus. Lúcifer pensava em como ele, uma criatura feita da mais pura luz divina, poderia se curvar diante de um animal feito de lama e água, era muita humilhação para o cara se bem que ele tinha realmente um pouco de razão.

Depois de cair para a Terra, ele começou a juntar um grupo de anjos, tudo somente para tentar o Homem e todos os seus descendentes, para que os mesmos caíssem também, afim de mostrar para Deus quem é que tem poder nessa bagaça de Planeta Terra.

 
Lilith transformada em Serpente para tentar Adão e Eva. Não era Lúcifer.

Lilith, então, viu em Lúcifer o salvador que Deus não lhe foi, sem falar que ambos ainda tinham um inimigo em comum, o Homem. Ela então resolveu se encontrar com o cara, a sós, de preferência atrás de uma moitinha, e contar-lhe os planos que tinha para fazer com que o Homem, assim como eles, também caíssem em tentação. O plano era bem simples: Primeiramente, Lilith tentaria Eva para comer de um fruto que estava localizado no meio do Jardim e que jamais poderia ser tocado, já que tinha sido proibido por Deus. Metamorfoseada em serpente, ela a faria comer da coisa, ficar tão nerd quanto Einstein e oferecer o fruto também à Adão, porque somente a mulher inteligente e um homem burro nem teria graça.

Depois de umas belas cagadas que Deus daria nos dois por terem comido do fruto que Ele próprio havia proibido, Lilith seduziria Adão, fazendo-o seu amante por mais uma noite (mais do que isso já era pegar pesado, sem falar que Adão ainda era mal de cama desde a sua criação). Com isso concluído, Lúcifer entraria em cena para seduzir Eva, com quem teria um filho chamado Caim, que significaria o preço da Morte para a humanidade (pelo visto, Lúcifer foi certeiro no seu objetivo, já que esse bastardo acabou nascendo mesmo). O ex-Querubim, então, gostando da ideia, resolveu colocá-la em prática com Lilith.

Casal de morteEditar

 
Aqui vemos Lilith se fantasiando para dar em cima de Adão. Se ele negasse essa mulher, ele não passaria de um viADÃO.

Lilith, transformada em uma Anaconda, entrou no Jardim do Eden quando ninguém esperava. Ao ver aquela coisa roliça e comprida, pensando ser Adão, Eva correu para pegá-la, mas entristeceu-se ao ver que era somente uma cobra. Falando com a menina (que provavelmente era ofidioglota), Eva recebeu a notícia de que poderia ser tão nerd quanto Deus se viesse a comer do fruto proibido da Árvore do Bem e do Mal. Querendo poder realizar uma equação do segundo grau sem problemas, além de agradar o seu marido virando uma nerd gostosa, Eva comeu do fruto, oferecendo um pouco para Adão também virar um nerd. Ao vê-los comendo sem nem oferecer um pouco, Deus aparece e os expulsa do Paraíso. O número um do objetivo de Lilith foi   Feito, sendo realizado com um louvor que nem Lilith esperava, já que, para ela, Deus somente brigaria com eles, mas não os expulsaria do Paraíso (ou não).

Vendo-os fazer a sua própria comida, comendo o pão que Lúcifer amassou, saindo para caçar de manhã cedo e sem mais nenhuma diversão noturna (já que as "dores de cabeça" começaram a aparecer em Eva), Lilith ria com gosto ao ver o Homem daquela forma deplorável, e da mulher também, pois não curtia concorrentes. Ela então colocou a segunda parte do seu plano em curso. Sabendo que Adão estava muito puto com Eva por causa da história do fruto, ela se encontrou secretamente com ele e ouviu os seus lamentos com relação à Segunda Mulher. Lilith, como uma boa ouvinte, resolveu acalentar o sofrimento de Adão com uma boa sessão de sexo animal, já que, agora, ele sabia muito bem o prazer de tudo aquilo, já que tinha o conhecimento. O segundo objetivo de Lilith foi   Feito, ela finalmente comeu Adão.

 
Eva dando uns pegas na cobra de Lúcifer, enquanto Adão está bem distraído. Assim, ambos caíram, ainda mais, no pecado.

Lúcifer via o Homem caindo aos poucos, adorando também ver a desenvoltura de Lilith para com a destruição da Raça Humana que ela também fazia parte. Ele então finalmente entrou em campo, se aproximando de Eva enquanto a mocinha colhia frutas em uma árvore (isso tinha virado mania em sua vida depois da expulsão do Éden). Lúcifer, seco como sempre, foi bem direto com Eva falando que Adão a havia traído com uma amante, mostrando até fotos que ele tinha tirado com sua TecPix e um vídeo que estava rolando no You Tube.

Horrorizada, Eva chorou desesperadamente, mas o Anjo Caído estava alí para, também, consolá-la. A tentação do Diabo era muito e o desejo de vingança de Eva também. Então ele finalmente a levou para cama, onde fizeram coisas e juntos tiveram Caim, o filho mais velho de Eva (mas não de Adão) e que trouxe a morte para a Terra. O terceiro plano de Lilith foi   Feito.

Deus, vendo tudo aquilo com a sua onipresença, enraiveceu-se, mas infelizmente já havia perdido os seus dois filhos queridos e não podia mais fazer nada. Lilith, por ter conseguido vingar um pouco da raiva de Lúcifer para com Deus, acabou sendo coroada como a Rainha do Inferno, tal qual Perséfone tornou-se de Hades, assim que o mesmo a sequestrou. Eles então casaram-se e juntos tiveram mais de oito mil filhos da maldade. Lúcifer não é o marido mais fiel do mundo e Lilith muito menos, porém, os dois se toleram, pois sabem que ainda arde neles a chama que os uniu naquele trágido dia de queda para ambos, a de Lúcifer do Céu e a de Lilith do Paraíso, toda raiva contra Deus.

No folclore das diversas línguasEditar

 
Lilith, com o tempo, de uma humana tornou-se uma Deusa, a Deusa do Inferno, Deusa da Fertilidade, Deusa da Lua Negra, Deusa do Vento, Deusa da Puta que pariu e por aí vai...

Com toda essa evolução com relação às histórias de Lilith, que conta com altos e baixos em tudo, não seria de propósito que várias lendas surgissem com relação à primeira Mulher do mundo. Todos os povos que conheciam a história de vida de Lilith acabaram colocando-a em suas lendas mais absurdas, fazendo com que a fama da ex-mulher de Adão subisse, se bem que esse up na sua carreira nem sempre representava uma boa coisa, mas como toda fofoca, tem sempre um pedacinho de verdade, as lendas em torno de Lilith também tem as suas (pelo menos assim eu acredito - ou não).

Assim que saiu do Paraíso, Lilith foi perseguida por três Anjos de Deus, que queriam que a mocinha voltasse "para baixo" de Adão e ficasse feliz com aquila situação. Ela, porém, jamais aceitou, se juntando aos Anjos Caídos e se casando com Lúcifer (trocou Adão por Lúcifer? mulher exigente!). Lilith, a partir desse dia, pegou uma raiva do ser humano (como se ela não fosse uma), principalmente do Homem, sendo que nem mesmo a expulsão de Adão do Paraíso a deixou sossegada, ela queria mais. A partir daí, ela começava a perseguir qualquer homem, principalmente os adúlteros, crianças e recém-casados, afim de logo destruir um casamento feliz, já que o dela não foi nenhum pouco.

 
Lilith fazendo mais uma alma humana cair em tentação. Mas quem é doido pra resistir a isso?

Na Idade Média, os homens, principalmente os mais safados, tinham um enorme medo de Lilith, sendo que carregavam com eles um amuleto com o nome dos três Anjos de Deus que perseguiam a mocinha assim que a mesma saiu do Paraíso, o problema é que as esposas dos caras jamais poderiam ver tal amuleto, já que eles estariam entregando a sua infidelidade. Além disso, acordar o marido que estivesse sorrindo com uma cara de sacana durante o sono era uma forma de evitar Lilith, pois ela poderia estar seduzindo-o nos sonhos.

Com o tempo, na Suméria, a fama de Lilith subiu tanto que ela ficou associada a uma Deusa do Vento, causadora de mal-estar, doenças e até morte (provavelmente tal "vento" deveria ser poluído ou algo do tipo). Na Mesopotâmia, ela era associada à noite e continuava como uma demônia do vento, além de ainda poder dobrar água.

Sendo-lhe feita essa associação com a noite, a Lua tornou-se o símbolo de Lilith, sendo que, em algumas culturas, falam que ela foi banida para o Lado Escuro da Lua, conhecido como Mar da Tranquilidade. Porém, o pessoal esqueceu que quem vive na Lua é São Jorge e um Dragão, ninguém mais.

 
Lilith mandando os seus filhos ao ataque dos humanos, mas provavelmente você nem percebeu que na imagem, ao fundo, aparece um bando de grotestas criaturas (porque será?).

Na Babilônia, Lilith era cultuada como a deusa da fertilidade, já que, dizia-se assim, que a mesma tinha por volta de 100 filhos por dia (WTF? isso que é fertilidade). Quando nascido homens, seus filhos eram chamados de íncubus, quando mulheres, eram as súcubus, tendo daí surgido as suas referências ao vampirísmo, onde suas crias se alimentava de sangue humano e coisas do tipo.

Lilith era cruel em seus ataques aos homens, já que primeiramente ela se atirava sobre o peito do seu escolhido à morte, como prova de quem é que deve ficar por cima no relacionamento. Além disso, ela ainda continha uma peculiaridade vista somente na viúva-negra, que seria o de cortar o passarinho do ser parceiro sexual com a própria perseguida (Ui! Será que ela é afiada? Isso é uma mulher ou uma Guilhotina?).

Mesmo que esteja ligada à liberdade de expressão da mulher, através de sua revolta a Adão no Paraíso, ela também está associada à castração masculina, por essa sua ação de cortar o membro do homem fora (agora deu pra entender o porquê, não é?).

Os filhos do malEditar

 
Você verificando os problemas de uma noite cheia de polução noturna e com demônias usando fio dental.

É claro que, em se tratando do Rei e da Rainha do Inferno, somente um filho não seria o suficiente para ambos, como todo o casal normal, atualmente, está pretendendo ter (isso se quiser ter filhos). Assim como os deuses do Olimpo, filhos sempre eram necessários, quanto mais melhor. Como uma boa mãe, Lilith tinha por volta de 100 filhos... por dia!

 
Isso é o que as súcubos querem de você (e elas irão conseguir, nem que tenham que lhe matar para isso).

Sim, a mulher nem sentia mais dores, bastava ela somente piscar para uma criança sair, calculando isso em um dia, era basicamente 4,1 filhos por hora, sendo que ninguém sabe onde ela arranjava tempo para dar umazinha com Lúcifer, já que sempre estava em trabalho de parto (a não ser que ela gerasse os 100 de uma única vez).

Para as meninas que nasciam, lhe eram atribuídas o nome de Súcubus e para os meninos o nome de Íncubus, ambos demônios e totalmente sedentos por sexo, tal qual Lúcifer e Lilith também o são (filhos de peixe, peixinho são, afinal). Eles se alimentam da energia que é liberada durante o sexo (talvez o orgasmo, ou não), além de ainda curtirem um pouco o sangue humano.

Com eles, surgiram as primeiras ideias vampíricas do mundo, além do fato deles ainda poderem atuar nos sonhos das pessoas, seduzindo-as através das poluções noturnas, sendo que as súcubus seduziam os homens e os íncubus as mulheres (não, não havia nenhum meio termo). Vamos conhecer um pouco dessas crianturas então:

SúcubusEditar

 Ver artigo principal: Súcubo
 
Súcubos que atacam no cair da noite durante os seus sonhos. Essas daqui, além de sugar sua energia sexual, ainda sugam seu dinheiro, sua casa e seu carro, caso deixares.

São os demônios femininos, filhos de Lilith e Lúcifer. Geralmente são descritas como demônias gostosas e adoradoras das trevas, que possuem aqueles seios gigantescos (típicos de hentais), usam aquelas roupas pretas vermelhas e tem como acessório o chicote perfume, para atrair o homem.

 
Súbubo preparada para entrar no seu sonho.

Atacam os sonos dos machos, transformando-se em belas musas cobiçadas (nada comparada à sua mãe), onde fazer amor com eles, drenando toda a sua energia vital advinda do prazer sexual. Diferente de seus irmãos, íncubus, que ainda podem deixar a mulher de lado depois do sonho, as súcubus não saem da cabeça dos homens, tirando toda a sua energia até a morte. Elas são responsáveis pelas então famosas poluções noturnas, sendo que elas fazem isso exatamente para coletar a porra o sêmen expelido pelo cara durante a polução.

Enquanto não tiverem isso em mãos, as súcubus tentam o cara até conseguir, o que nem sempre é difícil principalmente se o homem tiver ejaculação precoce. Com o sêmen coletado, elas entregam tudo para os seus irmãos, íncubus, que irão depositá-lo na mulher que eles então seduzirão na sua próxima noite, já que demônios (pelo menos não esses) não podem engravidar ninguém. Tudo isso somente pra sacanear com o ser humano, à pedido de seus pais, os Rei e Rainha do Inferno. Já imaginou, você mulher, dormindo, sonhar com um cara e acordar grávida? Puta falta de sacanagem, não?

ÍncubusEditar

 Ver artigo principal: Íncubo
 
Íncubo tentando conquistar uma mulher gostosa. Sendo feio desse jeito, somente pegaria uma mulher assim nos sonhos mesmo.

São os demônios masculinos, filhos de Lilith e Lúcifer. Eles se encontram com mulheres que dormem, somente para ter uma noitezinha mais prazerosa com as mesmas, entrando em seus sonhos e as seduzindo para o ato. Não são demônios que atuam fora da realidade da mente, pois seu ataque necessita da dormência de sua vítima, que facilita o processo, tal qual o ataque do Freddy Krueger em pesadelos.

 
Antes de entrar nos sonhos, os íncubos são mais ou menos assim.

Eles drenam o arfar, o suor e toda a energia sexual que a mulher liberar durante o sonho com ele (se ela tem um orgasmo, então, eles enchem a pança). Geralmente eles estão transformados em um belo rapaz, do tipo Rodrigo Santoro, somente para seduzir as moças, que não conseguem distinguir a verdade de um sonho (como toda e qualquer mulher). Após acordar, a donzela pode não se lembrar de nada, mas irá se sentir muito cansada e fragilizada, afinal, passou a noite toda tendo uma relação sexual com um demônio que sobrevive disso, um verdadeiro tarado.

Nos piores casos, as mulheres morrem, principalmente aquelas que nunca tiveram algo como isso (coitadinhas). Quando trabalham com a ajuda de suas irmãs, as súcubus, os íncubus ingetam nas mulheres os sêmen coletado das poluções noturnas em que as súcubus atuaram, somente para tirar graça da cara do ser humano, nesse caso, principalmente das mulheres, que nem imaginam quem seria o pai de seu filho que acabou tendo durante um sonho erótico.

Lilith na Era ContemporâneaEditar

Devido à fama da Lilith na história, surgiram personagens absurdos, produtos, e várias outras coisas criadas por fanáticos por sua divindade (provavelmente que foram atacados por ela). Por isso, ela acabou surgindo em animes, jogos, bandas, novelas, cartazes, pacotes de absorventes e etc.

Agora, veja aqui algumas coisas que tem haver com o nome da Lilith (ou não). Se encontrar uma pornografia, leia de olhos fechados ou abra a outra página para que sua mãe não perceba que você está acessando coisas impróprias e o coloque de castigo.

Imagem
Quem é?
O que fez?
  Lilith Aensland A Lilith Aensland é uma vampirinha malvada que teve o primeiro nome plagiado da própria Lilith . A guria participa do joguinho que compete com Tíbia chamado Darkstalkers , como irmãzinha mais nova da Morrigan Aensland, que trata a irmã como se fosse a boneca assassina dela. Filha do Conde Drácula, Lilith pretende assumir a presidência da Transilvânia, mas para isso ela vai ter que derrotar sua irmã mais velha que é muito mais forte do que ela, acreditem ser quiserem, ou não. Embora a Lilith original seja uma diaba, não podemos esquecer que as vampiras também são consideradas como súcubos, por adorar as trevas e odiar a luz. Se caso a Lilith Aensland fosse a Lilith orginal, ela estaria procurando algum ator de novela como por exemplo, Reynaldo Gianecchini para ser seu futuro marido, mas é claro ela terá que dar uma chupada no pescoço do galã.
  Lilithmon Nada mais do que uma simples Digimon vindo da mistura das palavras: Lilith e mon (que significa monster ou mongo). Ela é uma súcubo gostosa, que integra no grupo famoso de aberrações digitais que adoram o capeta, chamados Os Sete Lordes Demônios , sendo que no grupo ela tem o papel de representar a vaidade , que vulgarmente é um dos sete pecados capitais segundo o Papa Bento XVI , ou seja, Lilithmon se acha gostosa e pode executar aquela técnica chamada Amor das Trevas, no qual o indivíduo recebe um beijo dela e fica hipnotizado para sempre, MWAHAHAHAHAHA!, se bem que, se ela fosse realmente a Lilith, um beijo seria o menos dos perigos que ela poderia fazer. Ela tem uma queda pelo Lucemon e o amor dos dois pokémons digimons relatam a relação entre súcubo e íncubo.
  Lilith (DC Comics) Segundo a nossa sátira autorizada, a Wikipédia , a Lilith da DC Comics era uma guria que foi abandonada por sua mãe por alguns motivos óbvios e foi levada para o orfanato (lugar que qualquer criança odeia ficar). Por lá, ela se tornou madura, cresceu e saiu livre comemorando a sua liberdade. Como não tinha nada para fazer, Lilith decidiu seguir o cargo de heroína para salvar os cidadãos dos vilões. A guria tornou-se profissional do sexo nesse ramo e foi convidada por um fulano para entrar na organização chamada Jovens Titãs, onde Lilith não acabou fazendo nada e dando trabalho para o Bóbin . Com o passar dos anos foi sendo cada vez mais esquecida e deixada de lado nas histórias até que finalmente acabou assassinada numa saga qualquer. Talvez tenha sido uma das poucas Lilith's boazinhas do mundo, pois a maioria das mulheres que possui esse nome, significa que ela será malvada com o protagonista e tentará de tudo para ganhar a fama de vilã (ou não).
  Lilith (Supernatural) Ela é mais uma que começa com o nome Lilith, só que desta vez resolveu participar na série Supernatural , como uma super power demon que mataria 5 anjos de uma só vez e foi liberta do inferno para para libertar lucifer, Lilith quebrar 66 tab´s rezar ao contrario dár o cú pra lua e dizer a raiz quadrada de 2500 +952-74*8744/8. Por ser tão famosa, Lilith fez sucesso na carreira que foi até convidada para fazer o papel da Malisa, a Menina Monstro no Pânico na TV. Há indícios que já teve gente que processou essa atriz retardada por motivo de fazer macumbas a homens trabalhadores que tentam arriscar suas vidas para ganhar um simples pão. Bom, malvada ela já provou que é. Então é bom tomar cuidado com essa garota má Anônimo.
  O desejo de Lilith Um livro famoso [carece de fontes], criado por um autor que cursou até a quinta série chamado, Ademir Pascale . Ele pretendia criar este livro em homenagem a rainha dos súcubos, contando a história de como ela fez pacto com capeta e tudo mais. É claro que o livro apresenta cenas fortes, mas muito fortes, que farão você e sua avó terem um ataque cardíaco. Por isso, esse livro é recomendado apenas para machos como eu, que aguenta qualquer situação dramática e catastrófica. Foi criado na época da sua avó, que contava essas histórias para botar medo no seu pai e mais tarde em você que futuramente contará ao seu filho que sentirá medo da Lilith, porque o livro apresenta uma parte em que a Lilith captura crianças bagunceiras que matam aulas na escola e leva elas para o seu caldeirão lá no inferno, MWAHAHAHAHAHA!
  Balinha Lilith, sabor maçã verde O que é o mais engraçado desse bombom? Ele ter o nome, nada mais e nada menos, da esposa do Capeta ou o fato dele ser suavemente adocicado com o sabor de maçã (e ainda maçã verde, só para mudar um pouco das famosas vermelhas). Essas balinhas foram um grande sucesso nas bombonieres do Brasil inteiro durante a década de 90, principalmente nas de escolas públicas, já que a tal era vendida ao módico preço de 0,05 centavos ou três por 0,10. Nunca ninguém soube o motivo do grande sucesso das mesmas, nem mesmo hoje ainda se sabe. Já especulou-se do uso de dorgas no ingrediente ou mesmo de um pacto com o Satã (como a Coca-Cola fez), além (claro) do preço tão barato quanto as verduras do final de uma feira, mas agora tem-se pelo menos uma ideia: Lilith abençoou cada um desses protótipos do mal que levam o seu nome.
  Lilith (Evangelion) A Lilith do curioso, violento e surreal universo de Evangelion é uma criatura humanóide branca do tamanho de um robô gigante, criada por Deus para povoar Marte. Só que ele errou a mira e acertou a Terra, junto com Adão. Lilith, então, usurpa Adão como criador da vida na Terra. Se ferrou adão, religiosos esquentadinhos e machistas. Adorei essa série Evangelion. É muito feminista, tem garotas de personalidade forte e os homens são todos fracos e manipulados não vamos tomar nenhum partido social ou religioso a respeito da visão particular deste anime. Lilith fica o tempo todo trancada em um local subterrâneo, o Dogma Central, onde seu sangue é extraído para o funcionamento do aparato nervoso-tecnológico que aciona os mechas Evas. E ela perdeu as pernas para dar a luz a um desses Evas de forma esquisitíssima. Enfim, eu disse que é um anime curioso.

CuriosidadesEditar

  • Apesar de parecer, Lilith não é uma súcubo, mas sim é a mãe de todas elas. Ela precisa de sexo sim mas não sobrevive dele, diferente de seus filhos, que vivem da conjunção carnal;
  • Ela também pode entrar nos sonhos, mas somente nos sonhos de homens, já que não curte muito essas paradas de briga de aranhas (tá certa ela);
  • Lilith não é um anjo e nunca foi vista dessa forma, ou seja, quando surgir em algum site uma imagem de Lilith portando asas, isso é fake, pois a mesma nunca chegou aos Céus;
 
Lilith deseja a você, Anônimo, boas poluções bons sonhos. A propósito, aceitas uma maçã?
  • Ela é Pop, já tendo inspirado vários jogos de vídeo game que sempre contam com uma personagem com o nome Lilith, geralmente sempre maldosas ou com traços vampirescos;
  • Lilith foi a real responsável pela queda do Homem e sua expulsão do Paraíso e não o Diabo, como muitos assim o pensam;
  • De uma forma ou de outra, continua sendo a mulher a responsável pela expulsão da raça humana do paraíso, mesmo que alguns tenham culpado Eva do ocorrido;
  • Apesar de ser casada com Lúcifer, ela não precisa necessariamente ser fiel ao cara, já que o mesmo já possui chifres que o denunciam como um corno assumido, sem falar que ele também não é lá o que se pode chamar de fiel e nem se macho;
  • Ela não vai com nenhum homem para cama por gostar do cara, mas somente para satisfazer o seu ego e desejos. Por isso, Lilith jamais pode amar alguém, ela não tem esse sentimento;
  • Ainda hoje ela atua normalmente no mundo, através das várias poluções noturnas que eu sei que você, Anônimo, possui. Mal você sabe que pode ser pai nesse momento em algum lugar do mundo;
  • Mulheres estrangeiras que engravidam durante um sonho foram alvos de íncubos. Mulheres brasileiras que engravidam durante o sonho (de preferência ribeirinhas) foram alvos do Boto. Seria então o Boto um íncubu?
  • Use camisinha sempre que for dormir, só por via das dúvidas. Nunca se sabe quando uma dessas criaturas podem te fazer uma visitinha.

Ver tambémEditar