Abrir menu principal

Desciclopédia β

Lillie

Mit2.gif Cuidado! Este artigo é sobre uma GURIA RETARDADA!

E não para de ver Malhação nem que a casa pegue fogo!

Clique aqui pra ver mais garotas malucas

Chun Li.jpg Este artigo se trata de uma Hentai Girl

Ela é gostosa, mas nón ecziste. Ela participa de algum desenho, jogo ou quadrinhos e tem peitos maiores que a sua cabeça.


Lillie

Lilliepokemon.jpg

Ocupação Guria retardada e só servir para marketing
Informações
Cidade natal Aether Paradise (apesar de não ser uma cidade)
Região Havaí
Idade Aproximadamente a idade da Mula de Pallet
Nível de habilidade Icon 00 percent.png
Principal Pokémon Alolan Vulpix, um pokémon furry.
Perfil
Família Lusamine (mãe), Gladion (irmão) e Mohn (pai)
Sonho Se tornar uma treinadora decente (jogos), Dar para a Mula de Pallet (anime)
Frase Favorita Me ajude Ash!


Cquote1.png AAAAAAAAAAAAA! Cquote2.png
Lillie sobre qualquer coisa Pokémon nos primeiros episódios do anime


Lillie é uma personagem tanto dos jogos Sun e Moon e Ultra Sun/Ultra Moon, além do anime de Pokémon, onde é uma personagem estilo loli e pseudo guria retardada (perdendo apenas para a Acerola nesses quesitos juntos) e cabelo loiro (preferido dos japas) que nos jogos apenas paga de personagem secundário (apesar da história se passar na vida dela) e por causa de sua popularidade entre os japoneses, conseguiu deixar as fracassadas Lana e Mallow comendo poeira.

Alguns dizem que a Lillie é uma mistura de todas as garotas fracassadas que caíram na Friendzone do Ash Ketchum que acabou dando certo, onde possui um medo fresco quanto Misty, se acha a protagonista quanto a May, depende e muito do seu mascote fofinho como a Dawn, é irritante como a Iris e possui um cabelo loiro quanto Serena, o que acabou causando uma alta na venda de bonecos e cartas da mesma personagem.

Quando foi lançado a mesma, além do Ultra Beast Nihilego, alguns começaram a achar que Lillie seria alguns dos raros casos de dupla personalidade no jogo, onde a mesma seria um Nihilego disfarçado, mas foi apenas um vício de sua mãe neste pokémon, já que Lillie era carente de atenção e queria a própria atenção de sua mãe.

No jogoEditar

 
Lillie após se lembrar que fez mais uma burrada.

No início do jogo, se vê a mesma pegando emprestado um Cosmog e fugindo da ilha artificial de sua mãe, onde usou o seu correr pra caralho até ser cercada por alguns guardas incompetentes da Aether Foundation, mas conseguiu escapar com ajuda de um Cosmog e foi parar na filha pacata de Melemele, onde virou ajudante com benefícios (antes de vir a Burnet) do Professor Kukui.

Depois disso, Lillie se vê em uma trilha qualquer onde por mais inútil que seria, vê mais de 8000 Spearow tentando atacar seu Cosmog, mas é salva pelo protagonista do jogo e não faz mais nada, além de seguir o mesmo feito um stalker, além do Hau e enquanto o mesmo não tá, tenta iniciar um relacionamento lésbico ou hétero com o protagonista, que de costume de filha de mãe rica, a mesma fica putassa com o protagonista quando estava intoxicada por causa de um certo monstro de tentáculos, onde acha que o mesmo estava tentando dar umas cantadas na própria Lillie, onde a própria tenta negar e sua mãe foge para a dimensão dos Ultra Beasts.

Lillie vai parar na quarta ilha e ajuda o protagonista a tentar invocar Solgaleo ou Lunala dependendo da versão do jogo e tenta confrontar sua mãe com um diálogo estilo textão de feminista, a qual deixa mais putassa ainda, mas por sorte, o protagonista consegue acabar com tudo isso. Na segunda versão, Ultra Sun e Ultra Moon, Lillie arranja um Clefairy para lutar do seu lado em uma luta contra Faba e um puxa-saco dele, mas como esperado de uma treinadora noob, Lillie apenas irá usar golpes de defesa e golpes fracos de ataque. Depois, Lillie faz burrada e vira refém de Ghetsis, mas é salva pelo ajudante Colress e foge depois disso, participando da Battle Tree com dois pokémons estilo patty: Comfey e Ribombee.

No animeEditar

Como o anime de Pokémon caga e anda para os eventos do jogo, Lillie possui um papel mais importante que o papel forçado nos jogos e vira a ajudante principal de Ash, onde a mesma como treinadora é muito menos noob que sua versão do jogo e dessa vez captura um Vulpix de Alola, onde depois disso, apenas fez as caras e bocas diárias do anime e teve alguns episódios fillers baseados em suas histórias e burradas geralmente consertadas pelo seu irmão ou a própria Mula de Pallet, onde essa personagem apenas serve para encher linguiça os bolsos da Nintendo de dinheiro.

Em um episódio, mesmo sendo uma treinadora completamente noob, conseguiu derrotar um Tyranitar com ajuda de seu Vulpix e um Sandshrew de Alola, mostrando que esse Tyranitar é tão noob quanto o de Alan uma possível síndrome de pokémon não evoluído hackeado, além de ganhar uma pedra de evolução que Lillie queria usar em seu Vulpix, mas a mesma acabou fazendo cosplay de Piplup da Dawn e recusou sua evolução, continuando a ser um pokémon pseudo-inútil por toda a temporada que apenas serve para marketing.

Apesar de não parecer uma típica patty "inocente" como nos games, Lillie ganha de sua mãe mais um pokémon adorado por patricinhas, Altaria, apesar de Lillie não saber como se usa um e apenas usar de burro de carga (ou nesse caso "ave de carga") em suas missões de Power Rangers (e como Lillie é filhinha da mamãe que sustenta os uniformes da gangue de Ash para as missões, é óbvio que Lillie escolheu ser a Ranger Rosa, apesar do Ash não ser o vermelho) para derrotarem e depois mandar as Ultra Beasts para o Acre seus lugares de origem, porém ainda não faz algo que preste na série.

Ver tambémEditar