Abrir menu principal

Desciclopédia β

Linda Lovelace

Loser 2.JPG Linda Lovelace já morreu!

Mas pode voltar como zumbi...

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno

Linda Lovelace é até hoje considerada um dos maiores nomes da história da pornografia, mesmo já tendo batido as botas há anos e antes mesmo de sua morte ter abandonado a carreira de puta. Ficou mundialmente conhecida após protagonizar o filme Garganta Profunda, cujo título dispensa maiores explicações. Após obter fama e fortuna na indústria pornográfica, resolveu cuspir no prato em que comeu (ou melhor, foi comida) e converteu-se ao cristianismo, virando uma típica crente do cu quente.

Linda Susan Boreman
Ns8kbxfxeogq8y7lvgrn.jpeg
Um mês sem lavar o cabelo.
Nascimento 10 de janeiro de 1949
Bronx, Nova Iorque
Morte 22 de abril de 2002
Denver, Colorado
Nacionalidade Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
Ocupação Puta e feminista
Olhos Castanhos
Cabelo Castanho

Sobre elaEditar

Nasceu em uma família de classe média aparentemente normal, mas que na verdade era toda desestruturada. Bom, pelo menos foi isso que ela relatou em sua autobiografia, mas vai saber se não é apenas uma desculpa inventada para justificar o fato de ter virado uma vagabunda? Enfim, supondo que seja verdade, Linda Lovelace era filha de um cara frouxo que mal parava em casa e uma mulher autoritária que praticava femdom com o marido. Seus pais trabalhavam respectivamente como policial e garçonete, duas profissões bastante presentes nos fetiches estereotipados dos filmes pornôs.

Em sua juventude, estudou em escolas particulares católicas, e ironicamente era uma das alunas mais comportadas. Seus colegas praticavam bullying contra ela porque até o final do ensino médio ela continuou BV, pois era muito tímida e sonhava em se entregar somente para seu verdadeiro amor, como se fosse uma princesa da Disney.

Quando Lovelace tinha dezesseis anos de idade, seu pai se aposentou da polícia e a família se mudou para a Flórida. Foi a partir dali que a vida da inocente guria retardada sofreria uma reviravolta. De acordo com a Wikipédia em português, ela emprenhou do seu primeiro namorado ainda na adolescência, mas a Wikipédia em inglês diz que Lovelace tinha dezenove anos quando deu à luz. Ou seja, a gestação durou três anos, imagina o quão deformada a criança deve ter nascido. O babaca que a engravidou nunca quis assumir a paternidade e fugiu para as colinas, então a jovem mãe solteira colocou o filho para adoção porque não era obrigada a criá-lo sozinha. Ela se arrependeu depois e entrou em depressão, aí passou a usar dorgas e tentou até se matar, como se isso fosse mudar a porcaria feita anteriormente.

Carreira pornográfica e morteEditar

Aos vinte anos de idade, Linda Lovelace conheceu o cafetão Chuck Traynor, que ela acreditava ser um príncipe encantado e com quem acabou casando. Logo no início da relação, ele supostamente passou a obrigá-la a se prostituir enquanto filmava as cenas de sexo. Algum tempo depois, o casal abriu uma empresa pornô e gravava filmes especializados em parafilias doentes como zoofilia e urofilia, tudo sempre estrelado por Lovelace. Ela nunca mais conseguiu repetir o sucesso do best seller Garganta Profunda, então colocou a culpa de seu fracasso no marido e pediu o divórcio. Após a separação, Lovelace declarou que era forçada por Traynor a trabalhar como puta, embora fontes fiáveis tenham desmentido isso. Mesmo assim, ela abandonou as putarias e chegou até a recusar o papel de Emmanuelle. Virou feminista e passou a boicotar a pornografia, tornando-se ativista e escritora. Casou-se novamente e teve dois filhos com o novo cônjuge, mas tanto esforço em redimir-se não adiantou porra nenhuma, já que ela morreu por dirigir bêbada e bater o carro contra um poste.