Abrir menu principal

Desciclopédia β

Malcolm McDowell

Ptbosta.gif Este artigo tá uma bostinha.
Ele está pequeno, chato e sem graça. Será que teria alguma alma caridosa capaz de fazer uma boa ação, tipo a de editar e colocar coisas engraçadas, de forma que ele fique mais engraçado e menos idiota? Só tome cuidado porque o Moderador Malvado está de olho em VOCÊ!


Malcolm McDowell é um ator inglês reconhecido por sua grande versatilidade em desempenhar papéis diversificados, atuando em comédia, drama, erotismo, filmes épicos e documentários, assim como em dublagem.

Carreira no cinemaEditar

 
Essa cara de maluco não é representação, ele está representando quando está fazendo uma cara normal

Em 1971, ele interpretou Alex DeLarge, em Laranja Mecânica, um jovem inglês socialmente desajustado e psicótico, cujos maiores prazeres na vida eram torturar homens e estuprar mulheres.

É um estrupador safado deveria ser condenado á pena de morte

Em 1979, ele interpretou Calígula, no filme de mesmo nome, interpretando o jovem imperador romano socialmente desajustado e psicótico, cujos maiores prazeres na vida eram torturar homens, estuprar homens e mulheres, e que passava o filme inteiro tentando comer a própria irmã.

Em 1982, ele interpretou Paul Gallier, em Cat People, um mutante (meio-homem, meio-pantera, ou, o Toni Ramos) socialmente desajustado e psicótico, cujos maiores prazeres na vida eram estraçalhar corpos humanos e comê-los, e que passava o filme inteiro tentando comer (em todos os sentidos) a própria irmã, interpretada por Nastassja Kinski.

Carreira na televisãoEditar

As gerações atuais, que são ignorantes sobre os clássicos, conhecem McDowell por suas atuações marcantes em séries de televisão.

Em 2000, ele apresentou o episódio Pip, de South Park, uma paródia do drama Great Expectations de Charles Dickens, apresentando-se como um narrador socialmente desajustado e psicótico, que sente prazer em narrar os sofrimentos de Pip e mostra claro desejo de praticar atos libidinosos com a pobre criança órfã.

Em 2006, ele interpretou Daniel Linderman em Heroes, um velho empresário socialmente desajustado e psicótico, cujos maiores prazeres na vida eram manipular a vida dos mutantes para que eles sofressem bastante. Ele não tenta comer ninguém, porque a televisão americana não deixa mostrarem putaria.

Resto da carreiraEditar

Ele também fez outros milhões de filmes dos quais ninguém se lembra ou ninguém assistiu. Como Halloween um e dois, dirigidos pelo Rob Zombie.