Abrir menu principal

Desciclopédia β

Madruga1.jpg Pastel de flango, né?

Este altigo foi fablicado na China e pode queblar a qualquer momento. O autor plovavelmente luta Kung Fu e tem uma pastelalia. Não estlague este altigo, pois Jackie Chan está de olho.


Manchúria é a região da Ásia setentri-meridional que apesar de pertencer à China (ou não), conta com um elevado número de japoneses, sul-coreanos, norte-coreanos, vietcongues e malaios, ou seja, tudo igual a qualquer outra região do Oriente.

HistóriaEditar

 
Japoneses

Na região se situaram vários reinos que sempre acabavam quando seu sucessor o expulsava. Os reinos da região foram os Fing, Long, Chung, Xang, Plom, Quagxi e mais um monte de nomes que você não vai querer saber mesmo.

A Manchúria foi uma região estratégica que já foi conquistada por praticamente todos os povos do mundo e sempre que o Japão ou a China cismam de fazer alguma guerra, lá vai a Manchúria se explodir outra vez.

A principal ocorrência histórica na região foram as Guerras Sino-Japonesas, onde aquele bando de países guerrearam para passar o tempo e a Manchúria sempre foi o palco da sangria.

A região durante a Segunda Guerra Mundial foi pertencente aos japoneses que instalavam na região suas fábricas de aviões de papel kamikazes.

A Manchúria foi um próspero país independente após a Segunda Guerra Mundial que foi anexada pela Coréia e depois pela Rússia, posteriormente pelos Estados Unidos, daí uma força cooperativa da ONU ocupou a região, em seguida o Japão anexou a Manchúria, no ano seguinte a Coréia do Sul conquistou a região, porém em 1995 a Mongólia conquistou a Manchúria, mas em 2000 Taiwan proclamou Manchúria como seu território e ano passado a China conquistou a Manchúria.

PolíticaEditar

Manchúria é uma região fruto da imaginação das pessoas, por isso na verdade não existe e alguns dizem que seu tamanho vai até a Rússia, outros dizem que vai até a Mongólia, enfim, é uma região inútil de se estudar por que não há consenso sobre ela, o melhor a fazer é você ir para o Japão mesmo que é mais interessante.

GeografiaEditar