Abrir menu principal

Desciclopédia β

Maranguape

Maranguape é um bairro de Fortaleza, que é considerada por alguns uma cidade própria localizada no Ceará. É famosa por ter sido o local aonde nasceu Chico Anysio e boa parte de seus 472 filhos. Também é o local aonde Lúcio Mauro, natural do Pará, passou sua infância ao lado de seu amigo Raimundo Nonato, o maior fodão que já pôs os pés na cidade.

Município de Maranguape
"Chico City"
MaranguapeBadeira.png MaranguapeBrasão.png
Bandeira Brasão
Aniversário 17 de novembro
Fundação 1951
Gentílico Maranguapense
Prefeito(a) Professor Raimundo
Localização
Localização de Maranguape
Estado Ceará
Mesorregião Grande Fortaleza
Microrregião Não disponível
Municípios limítrofes Maracanaú
Pacatuba
Caucaia
Distância até a capital 27 km
Características geográficas
Área 590,824 km²
População 123,570 hab. 2015
Idioma Brasileiro e Cearensês
Clima Não disponível

Índice

HistóriaEditar

 
O grande tesouro de Maranguape, o maior tonel de cachaça do mundo.

O topônimo maranguape vem do tupi-guarani maragoab, que significa Vale da Porradaria. O nome é uma alusão a um cacique Chicous Anisius, que dominava a área de Maranguape. A origem de Maranguape veio destes índios que decidiram fazer uma fusão entre os potiguares, os aztecas, os discotecas e os pereguetis. Eles já cultivavam milho, mandioca, maconha e também já sabiam fazer a melhor rapadura do Nordeste.

As terras maranguapinas receberam a visita de holandeses que acabaram com toda a cultivação de maconha (erva utilizada para temperar farinha na culinária dos índios). Com a maior cara de pau, os holandeses decidiram abrir uma filial em cima de um barranco da cidade para procurarem prata em uma caverna escura e cheia de animais nojentos, esquisitos e desconhecidos.

Com medo dos bichinhos, os holandeses foram embora da cidade, e depois os portugueses ali apareceram e aproveitaram as ruínas que os holandeses deixaram e começaram a sua busca por bacalhaus, aproveitaram e exportaram para a Europa alguns índios, junto a doze barris de rapadura, pé de moleque e quebra-queixo.

Em 1875, os índios se revolucionaram com a criação de uma estação de trem na cidade, mas pajé não aprovou essa estação devido as condições precárias de se atravessar o Rio Maranguape com trilhos mal-feitos. Depois de mais de oito mil trens que caíram na água, em 1963 essa estação foi desativada.

Depois de levarem os doces cearenses para a Europa, os portugueses voltaram para Maranguape para trazer cana-de-açúcar e experimentaram a famosa "Cachaça de Maranguape", a cachaça que anos mais tarde se denominaria Ypióca.

CulturaEditar

O maior evento da cidade é o Rock in Rio Maranguape. Sim, a cidade também possui o seu próprio Rock in Rio, com shows de Falcão, Tiririca, Fagner, Tom Cavalcante, Morais Moreira, Belchior e outras celebridades maranguapenses. É o primeiro Rock in Rio com shows de imitação, de piadas e de música brega da história.

EsporteEditar

O Maranguape Futebol Clube é o time que é localizado nessa cidade e não tem vergonha de levar o nome da cidade, pois é a cidade que mais se envergonha desse clube falido. Grande rival do Guarany de Sobral, pelo menos o rival já jogou alguma Série D, o Maranguape nem sonha com isso.

É detentor de um estádio para privilegiados, com apenas uma arquibancada, o Moraisão.

TurismoEditar

O turismo, cujo potencial não é bem explorado, também é uma fonte de renda para o município devido aos atrativos naturais, como as serras nas quais existem várias trilhas por onde não se pode fazer caminhadas ecológicas na trilha do sítio do Seu Zacarias em dia de chuva, ou então na Fazendinha da Mãe Joana ou na Pedra da Rajada.

Maranguape é sede também do único Balneário da região metropolitana de Fortaleza em funcionamento contínuo desde a sua fundação. O Cascagrossa Balneário & Chalés recebe associados e visitantes indesejados desde 1900 e guaraná com rolha. O complexo conta com parque aquático com piscinas e toboáguas feitos de madeira não-alisada, restaurante com as melhores rapaduras, quebra-queixo e de bebida cachaça, chalés e pousada, cascatas (muito bom ir visitá-la em dias de enchente), piscinas naturais (uma piscina natural igual ao Rio Tietê, lago com caiaques, área para prática de esportes e jogos.

Outro atrativo é o Y-Park, museu e parque de esporte do Grupo Ypioca de cachaça. Lá você pode fazer de tudo, desde experimentar doces feitos a base de cachaça e ser acompanhado da famosa caipirinha de groselha com gosto de limão que parece de tamarindo.

O esporte também intensifica o turismo da região com o clube rebaixado Sport Club Maranguape Futebol Clube e Bocha e o Estádio Morais Moreira, o famoso Moraisão. Lá era muito visitado devido a pista de Fórmula 1 localizada na cidade, utilizada apenas em 2003.